HISTÓRIA apresenta programação especial sobre a GUERRA FRIA

Aos domingos, de 2 a 16 de setembro, pelas 21h30
 

  • Especial DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL À GUERRA FRIA faz uma viagem ao passado para compreender o que correu mal num dos maiores acordos de paz da história que acabou por culminar numa nova guerra.
 
  • Especial AS BOMBAS PERDIDAS DA GUERRA FRIA analisa os acidentes nucleares da altura da Guerra Fria e revela como o mundo chegou à beira da destruição num impasse político entre duas superpotências.
 
  • Especial de duas horas SUPERBOMBAS dá acesso ao Pentágono e aos locais de teste militares para ajudar a compreender a tecnologia por trás destas armas destruidoras.

 
 
HISTÓRIA apresenta aos domingos, de 2 a 16 de setembro, programação especial dedicada à Guerra Fria, um dos períodos mais mediáticos da História.  “Da Segunda Guerra Mundial à Guerra Fria”, “As bombas perdidas da Guerra Fria” e “Superbombas” são os três especiais a ser emitidos.
 
 
DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL À GUERRA FRIA
No arranque da Conferência de Ialta, a 4 de fevereiro de 1945, os “Três Grandes” estavam otimistas: a vitória era indiscutível e o acordo conseguido parecia preservar os valores por que tinham lutado.
Contudo, passados poucos meses, já nada restava deste acordo, a não ser as diferenças inconciliáveis. Unidos na Guerra, os Aliados revelar-se-iam como divididos e rivais na paz. Como pode ser explicado um falhanço tão rápido do verdadeiro esforço de entendimento? Com a Conferência de Ialta em 1945 a 1953, descubra a nova ordem mundial traçada por três homens, em busca de uma paz duradoura... que acabaria por levar inevitavelmente à Guerra Fria.
Combinando imagens de arquivo, fotografias, cartas originais e testemunhos únicos, estes dois episódios revisitam este período crucial na História. Uma imersão total nos anos do pós-guerra e numa nova ordem mundial emergente.
Domingo, 2 setembro, às 21h30
 
AS BOMBAS PERDIDAS DA GUERRA FRIA
Mount Kologet, Goldsboro, Palomares, Thule… Quatro acidentes nucleares, quatro manchas na história da Guerra Fria. Quatro nomes agora esquecidos… Estes acontecimentos permaneceram escondidos durante anos por terem sido classificados como segredos oficiais. Agora publicados, os ficheiros mostram como o implacável impasse entre as duas superpotências se descontrolou e nos levou à beira da destruição.
Juntamente com os protagonistas contemporâneos, historiadores, especialistas geopolíticos e peritos atómicos, este documentário dividido em dois episódios leva-nos, inicialmente, para os Estados Unidos e, depois, para território europeu, para revelar o que evitámos por um triz durante um período assim não tão longínquo. Ao relembrar este acontecimento, também lançamos uma nova luz sobre os perigos a que o povo estava exposto numa época de extrema tensão, especialmente porque a recente historiografia nos permitirá revisitar muitos recantos sombrios do passado, revelando algumas respostas totalmente inesperadas.
 
Domingo, 9 setembro, às 21h30
 
 
SUPERBOMBAS
Quando o Presidente Trump deu ordens para ser lançada a “Mãe de Todas as Bombas” sobre o Afeganistão, iniciou-se uma nova era de tecnologia militar. Esta bomba com mais de 9 toneladas e o tamanho de um autocarro escolar foi a maior alguma vez utilizada em combate, mas trata-se de uma tecnologia que já existe há mais de uma década. Já está bem encaminhada uma nova corrida bélica por bombas de destruição massiva, mas não nucleares. Este documentário especial de duas horas –“Superbombas”– providenciará um acesso sem precedentes ao Pentágono e aos locais de testes militares, para nos ajudar a conhecer e a compreender a tecnologia e capacidade destas armas devastadoras.
Domingo, 16 setembro, às 21h30
 
HISTÓRIA
História é o único canal de documentários com produção própria em Portugal, que procura despertar a curiosidade do espectador, levando-o à profundidade das histórias que definem o esforço humano.
Um novo ponto de vista que inclui provas e teorias que podem mudar o nosso pensamento, proporcionando conhecimento e sentido, aos feitos que têm transformado o mundo. As melhores produções próprias de séries como “Portugal Desconhecido”, “As Faces de Fátima” ou “Templários”, e produções internacionais de grande sucesso como “World Wars”, “A Maldição de Oak Island”ou “Barbarians Rising”, fazem parte da oferta de conteúdos que o História emite no nosso país.
 
Produzido por The History Channel Iberia, uma joint-venture entre a AMC International Southern Europe e a A+E Networks, o HISTÓRIA é uma marca de prestígio internacional que está disponível em mais de 160 países e que chega a mais de 330 milhões de espectadores em todo o mundo. O canal é distribuído em Portugal na Meo, NOS, NOWO e Vodafone.
 

Tags:

Sobre nós

Canal televisivo dedicado em exclusivo à História.

Subscrever

Media

Media