HISTÓRIA estreia programação especial com motivo de celebrar a Semana Santa

“Jesus: A Sua Vida” | “Paixão e Morte”  | “A Última Ceia”

  • “Jesus: A Sua Vida” é uma série internacional com estreia a nível global e em exclusivo na Semana Santa que aborda ao longo de oito episódios a história de Jesus Cristo com um enfoque insólito, juntando as perspetivas de alguns dos mais reconhecidos estudiosos, historiadores, líderes religiosos de diferentes ideologias e teólogos do mundo inteiro.
  • “Paixão e Morte”, uma série documental onde vários especialistas de disciplinas muito diferentes acompanham-nos num estudo sobre a Semana Santa, levando a cabo uma análise exaustiva desta peculiar celebração do Cristianismo.
  • “A Última Ceia” será apresentada pelo canal pelo sétimo ano consecutivo contando este ano com a participação do Chef Rui Paula, uma referência incontornável da cozinha moderna portuguesa e distinguido com uma Estrela Michelin. 

O canal HISTÓRIA com motivo de assinalar a Semana Santa, vai emitir, três semanas antes da Páscoa, uma programação especial composta por duas séries histórico-religiosas - “Jesus: A Sua Vida” e “Paixão e Morte”, a partir do dia 1 de abril, pelas 22h55 e, ainda apresentará a VII edição do seu já conhecido programa gastronómico “A Última Ceia”.  

Nas noites de 8 e 9 de abril, pelas 22h55, o canal apresenta os primeiros episódios duplos da produção internacional “Jesus: A Sua Vida”, com estreia a nível global e exclusiva, que explora a história de Jesus Cristo através de uma lente única: a das pessoas que foram mais próximas dele durante a sua vida. Cada um dos oito episódios é contado a partir da perspetiva de diferentes figuras bíblicas, que desempenharam um papel fundamental na vida de Jesus, incluindo José, João Batista, a mãe de Jesus, Maria, Caifás, Judas Iscariotes, Pôncio Pilatos, Maria Madalena e Pedro.

Cada figura guiará os espetadores através da história emotiva e épica do homem mais conhecido da história, através do seu nascimento, morte e ressurreição, tudo transmitido através de uma combinação de dramas escritos na bíblia e entrevistas com proeminentes especialistas religiosos e históricos. Com recurso a alguns dos mais respeitados estudiosos bíblicos, historiadores, líderes religiosos e teologistas, a série conjuga os evangelhos canónicos, as fontes históricas e o contexto cultural para criar um retrato completo de Jesus – o Homem e o Messias.

 

A série revela a sua jornada num complexo mundo de reis, políticos, reformistas e soldados numa turbulenta luta pelo poder durante um período de mudança revolucionária. “Jesus: A Sua Vida” transporta os espetadores para este mundo dramático para revelar a maior história alguma vez contada.

Os últimos episódios têm estreia marcada a 15 e 16 de abril, no mesmo horário.

“Jesus: A Sua Vida” foi produzido para o canal HISTÓRIA pela produtora Nutopia com Jane Root e Bem Goold como produtores executivos. Eli Lehrer, Mary Donahue e Evan Lerner são os produtores executivos do canal HISTÓRIA. Joel Osteen também foi produtor executivo.

EPISÓDIOS

#1 José

O Império Romano ocupa o território da Judeia numa altura turbulenta, quando um modesto carpinteiro chamado José enfrenta uma prova pessoal de fé, na pequena vila de Nazaré, quando a noiva, Maria, lhe diz que está grávida do Filho de Deus. José promete amar e proteger o filho, Jesus, no decorrer de várias provações: o Seu nascimento em Belém, a visita dos Reis Magos, e a fuga para Egito, para escapar à morte às mãos do louco Rei Herodes.

#2 São João

Cerca de 30 anos após o Seu nascimento, Jesus cruza-se com S. João Batista, um radical que prega no deserto contra os governantes da Judeia, incluindo o filho de Herodes, Herodes Antipas. João batiza Jesus, iniciando a Sua missão divina, mas perde a vida, decapitado num famoso conflito com a enteada de Herodes Antipas, Salomé.

#3 A Virgem Maria

Maria, mãe de Jesus, sente-se dividida entre proteger o filho e deixá-Lo ir, uma vez chegada a hora. Até aos 30 anos de Jesus, só ela e José conhecem a Sua missão divina. Jesus realiza o primeiro milagre público a pedido da mãe, nas Bodas de Caná. Mas, à medida que a sua obra se torna conhecida, Ele coloca a Sua vida - e a da Sua família - em risco crescente. Quando cura um homem em Cafarnaum, num sábado, enfurece os Fariseus e vê-se numa importante encruzilhada.

#4 Caifás

Caifás, sumo-sacerdote de Jerusalém e líder religioso do povo judaico, enfrenta um grande dilema. Dividido entre preservar a sua fé e o poderio de Roma, que ocupa a Judeia e está sempre pronta a reprimir as insurreições, Caifás tem de avaliar o impacto que a afronta que Jesus de Nazaré possa representar. A incrível Ressurreição de Lázaro por Jesus é um ponto de viragem. Receoso de que Jesus pudesse levar a uma rebelião e a uma possível retaliação brutal por parte do prefeito de Roma, Pôncio Pilatos, Caifás decide que Jesus tem de ser refreado.

#5 Judas

Hoje sinónimo de “traidor”, Judas é conhecido como o discípulo devoto que acaba por trair Jesus. O que o levou a voltar-se contra Jesus permanece um dos grandes mistérios da Bíblia, explorado ao Cristo e os Seus discípulos entrarem em Jerusalém para a Páscoa dos Judeus, e para o que se tornaria a Última Ceia.

#6 Pôncio Pilatos

Pôncio Pilatos, o governador romano da Judeia, tem de tomar uma decisão acerca de um incómodo pregador chamado Jesus. Com o aumentar da pressão para a Sua execução, a esposa de Pilatos, após um sonho profético, suplica-lhe que deixe Jesus em paz. Em vez disso, Pilatos ordena a Sua crucificação, e lava publicamente as mãos de qualquer responsabilidade.

#7 Maria Madalena

Libertada de “sete demónios” por Jesus, Maria Madalena é uma das Suas mais conhecidas mulheres discípulas. Com a Sua mãe, Maria Madalena assiste ao tormento da crucificação. Mas a sua fé é posta à prova sobretudo ao ser a primeira a testemunhar o aparentemente inacreditável: a Sua ressurreição.

#8 São Pedro

Um simples pescador, Pedro era o discípulo mais devoto de Jesus - o Seu rochedo. Porém, depois de negar Jesus três vezes durante a Sua detenção, Pedro desespera. Jesus ressuscitado aparece a Pedro e aos outros discípulos na Galileia, ordenando-lhe que espalhe o Seu evangelho, e Pedro aceita a missão, tornando-se talvez o mais famoso dos discípulos de Cristo.

Os dias 1 e 2 de abril, serão dedicados à estreia de “Paixão e Morte”, uma série documental de produção própria.

A Semana Santa é uma das datas marcantes no calendário dos Cristãos. É uma semana em que se recorda a paixão, morte e ressurreição de Jesus de Nazaré e que marca um “antes” e um “depois” no ano litúrgico. Trata-se de uma comemoração que é levada a cabo desde o século IV (Primeiro Concílio de Niceia) e que é festejada de forma similar à que conhecemos desde o século XV.

Em “Paixão e Morte”, serão dadas, ao longo de quatro episódios, de 43 minutos cada, respostas a muitas incógnitas da semana da paixão, morte e ressurreição através de diferentes pontos de vista.

Vários especialistas de disciplinas muito diferentes como: especialistas em arte, historiadores, teólogos, filósofos, sociólogos, publicitários, artistas acompanham-nos num estudo sobre a Semana Santa, oferecendo a sua visão sobre esta celebração, as suas origens, a sua expansão, a sua integração cultural... e levando a cabo uma análise exaustiva desta peculiar celebração do Cristianismo.

Através destas perspetivas multidisciplinares construiremos um grande relato no qual se cruzam as principais épocas históricas e diversos territórios do mundo inteiro. Umas perspetivas muito concretas com que proporcionamos uma visão global, uma viagem pelo tempo e pelo espaço... por toda a História da Humanidade em que começamos nos pormenores para chegar ao geral.

EPISÓDIOS

#1 A Cruz de Guia

A cruz tem sido o símbolo do Cristianismo desde as suas origens, sendo o escudo e o estandarte de exércitos e expedições ao longo da História, assim como um símbolo de poder e respeito. Até aos dias de hoje, as irmandades continuam a exibir uma “cruz de guia” sempre a abrir as procissões, pois é a cruz que marca o caminho...

Este episódio centra-se na forma como a Semana Santa serviu de ferramenta para o impulso do Cristianismo no momento de converter os seus seguidores e reforçar as crenças nos últimos séculos. É uma celebração preparada até ao último pormenor que tenta reproduzir as principais cenas da paixão, morte e ressurreição de Jesus de Nazaré.

 

#2 O Livro das Regras

A Semana Santa relembra a paixão, morte e ressurreição de Jesus de Nazaré no ano 33 d.C, mas o que deve ser realçado é que a data, a celebração, o período litúrgico e as cenas representadas nesta época só foram escolhidas três séculos depois, no Primeiro Concílio de Niceia. Doze séculos depois, com a Reconquista da Península Ibérica pelos reis cristãos, nasceu um novo conceito de Semana Santa, semelhante ao que temos hoje em dia. A chegada à América dos Espanhóis, fervorosos devotos da fé católica, levou esta prática para toda a América Latina.

Este episódio centra-se na origem da Semana Santa e na sua evolução até aos nossos dias, tentando demonstrar porque a celebração desta data em Espanha e na América do Sul é tão diferente da do resto do mundo. Trata-se de uma viagem de dezassete séculos por todo o planeta, em busca de todas as respostas históricas da Semana Santa.

 

#3 Penitentes

A Semana Santa é vivida de diferentes maneiras pelo mundo inteiro. Enquanto, em Espanha, se trazem para a rua figuras representativas da paixão de Cristo, devidamente engalanadas em grandes andores e com diferentes estilos de acordo com a região, nos países anglo-saxónicos opta-se pela tradição dos ovos de Páscoa. Outros exemplos são a Semana Santa das Filipinas, da América Latina ou de Jerusalém.

O episódio “Penitentes” centra-se na Semana Santa de um ponto de vista sociológico, fixando-se na forma como as pessoas vivem estes dias e como tem sido ao longo da História. Ao longo da História, as regras da Igreja Católica nesta época festiva têm vindo a criar costumes e tradições no mundo inteiro.

#4 Mistério

Muitas das figuras que surgem nos andores das procissões têm as suas origens na Idade Média e são obras de arte de estilo sacro. A escolha destas cenas da paixão de Cristo não é por acaso, visto que os traços das figuras estão muito bem pensados, assim como os trajes...

Este episódio intitulado “Mistério” centra-se em toda a encenação que rodeia a Semana Santa, destacando em pormenor todos os elementos que a caracterizam: as cores, os sons, o silêncio... Tudo isso forma um conjunto que narra a história da paixão, morte e ressurreição de Cristo num ambiente preparado condignamente para esta ocasião.

Ainda para celebrar a Páscoa, no dia 12 de abril, pelas 22h10, o canal aposta na apresentação da VII edição de “A Última Ceia”, uma produção original curta, de três minutos, na qual prestigiosos chefs portugueses têm participado ao longo das várias edições, com as suas propostas de recriação da ceia mais célebre da História. Este ano, os espectadores podem assistir à reinterpretação do menu proposto pelo Chef Rui Paula, uma referência incontornável da cozinha moderna portuguesa e distinguido com uma Estrela Michelin. 

HISTÓRIA

História é o único canal de documentários com produção própria em Portugal, que procura despertar a curiosidade do espectador, levando-o à profundidade das histórias que definem o esforço humano.

Um novo ponto de vista que inclui provas e teorias que podem mudar o nosso pensamento, proporcionando conhecimento e sentido, aos feitos que têm transformado o mundo. As melhores produções próprias de séries como “Portugal Desconhecido”, “As Faces de Fátima” ou “Templários”, e produções internacionais de grande sucesso como “World Wars”, “A Maldição de Oak Island”ou “Barbarians Rising”, fazem parte da oferta de conteúdos que o História emite no nosso país.

Produzido por The History Channel Iberia, uma joint-venture entre a AMC International-Iberia e a A+E Networks, o HISTÓRIA é uma marca de prestígio internacional que está disponível em mais de 160 países e que chega a mais de 330 milhões de espectadores em todo o mundo. O canal é distribuído em Portugal na Meo, NOS, NOWO e Vodafone.

Tags:

Sobre nós

Canal televisivo dedicado em exclusivo à História.

Subscrever

Media

Media