Em Lisboa celebramos o mês de junho #quasejuntos

Ainda antes de voltarmos aos jardins e praças de Lisboa preparamos um regresso à cidade neste mês de junho, dentro da nova normalidade, lentamente, a desconfinar.

Começamos por mostrar Lisboa pelos olhos de cinco reconhecidos ilustradores que desafiámos a partilharem connosco a sua visão da cidade neste momento, a partir das suas janelas. Pequenas animações realizadas por Leonor Brilha, Ana Gil, Mantraste, António Jorge Gonçalves e Teresa Cortez que iremos apresentar ao longo do mês na página de Facebook - Cultura na Rua.

É também a partir da janela que convidamos todos a verem um espetáculo audiovisual itinerante. Em parceria com o ateliê OCUBO, durante quatro dias (8 a 11 de junho), preenchemos os serões em vários locais da cidade, com o Festival à Janela, uma projeção multimédia surpresa. O público também vai poder participar, com vídeos filmados em casa.

Não podíamos deixar de celebrar o Santo António e para o dia 13 reservamos o anúncio dos vencedores do concurso e exposição dos Tronos de Santo António, uma iniciativa conjunta com o Museu de Lisboa – Santo António, este ano em versão digital e alargada a todo o país.

E como não há mês de junho sem sardinhas queremos oferecer milhares de sardinhas acabadinhas de vencer o concurso deste ano que em breve sairão do ecrã para a rua, com o devido distanciamento! Aos fins de semana vamos distribuí-las por vários locais  da cidade, em segurança, para serem "pescadas". Nesta caça ao tesouro, as pistas para encontrar as sardinhas serão dadas no Facebook e Instagram das Festas de Lisboa, todas as sextas feiras, sob o mote “Apanha esta sardinha”, ao estilo de um jogo de pista sobre a toponímia de Lisboa. A todos os participantes nesta ‘caça à sardinha’ pedimos que fotografem e partilhem o feito através da hashtag #apanhaestasardinha e identificando as páginas das Festas de Lisboa e Cultura na Rua.

Neste mês, também projetamos Cinema na rua, mais precisamente no Estendal. Um projeto desenvolvido com a Associação O Nosso Bairro que celebra a vida dos bairros lisboetas, através da exibição de um filme português. Durante cinco noites (15 a 19), em cinco bairros renovamos o convite: junto à janela ou então na varanda, desta vez para ver cinema ao ar livre.

A começar em junho e até agosto, mesmo sem o Festival Lisboa Mistura, mantemos o trabalho criativo que é desenvolvido através da OPA - Oficina Portátil de Artes, projeto de cariz pedagógico e intercultural de apoio a novos talentos do hip hop da Grande Lisboa, da Associação Sons da Lusofonia. Este ano “a solo”, esta iniciativa reinventa-se com uma edição totalmente digital, através de um convite à participação (com a abertura das candidaturas a partir de hoje), sessões online dos participantes de edições anteriores e concertos selecionados a partir das candidaturas enviadas este ano.

Todos os domingos de junho serão dedicados a sessões de leitura de livros online inseridas no projeto Ecotemporâneos que, em parceria com a BOCA, têm feito parte da programação de espaço público da cidade.

Toda a programação em culturanarua.pt

Tags:

Subscrever

Media

Media