D. Virgílio Antunes, Bispo de Coimbra, visitou o Exploratório

D. Virgílio Antunes, Bispo de Coimbra, visitou esta quinta-feira o Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra, cumprindo um objetivo que tinha traçado há já algum tempo. No final, D. Virgílio Antunes declarou-se “encantado” com a visita. “Esta é uma relíquia que temos aqui à disposição de Coimbra e do país. E à espera de ser descoberta por todos”, como agora foi descoberta por mim”, considerou.

Num dia que foi de grande atividade, com a vinda de grupos escolares de Coimbra, Cernache, Leiria, Pombal, Vale de Cambra e Aveiro, o Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra recebeu esta quinta-feira a visita de D. Virgílio Antunes, Bispo de Coimbra.

Depois de uma visita guiada por Paulo Trincão e Catarina Reis, elementos da direção do Exploratório a todos os espaços e às múltiplas ofertas programáticas do Centro Ciência Viva de Coimbra, D. Virgílio Antunes declarou-se “encantado”.

“Fiquei encantado com esta visita ao Exploratório. Vejo que é um lugar com muita capacidade para ajudar as crianças, os jovens a terem a perceção intelectual e mental, mas para eles próprios experimentarem, verem como os olhos e com as mãos, que é sempre uma forma mais completa de apreendermos a realidade”, disse D. Virgílio Antunes.

Depois, declarou o Bispo de Coimbra, “é muito enriquecedor do ponto de vista técnico, do ponto de vista científico e pedagógico, e até como forma muito útil e agradável de passar algum tempo. Fiquei também muito interessado nos programas que têm dirigidos às famílias. Porque esta é uma forma muito completa de ajudar as famílias a fazerem um percurso em conjunto e a criarem interesses comuns, o que é um meio para as fortalecer”.

A finalizar a visita ao Exploratório, D. Virgílio Antunes fez questão de afirmar a sua opinião: “Para mim foi uma revelação, embora tivesse alguma informação pelo que vou vendo na comunicação social. Foi uma revelação a qualidade do espaço, a qualidade das exposições e das outras propostas. Esta é uma relíquia que temos aqui à disposição de Coimbra e do país. À espera de ser descoberta por todos, como agora foi descoberta por mim”.

Tags:

Sobre nós

Primeiro centro interativo de Ciência em Portugal, constituído em 1995 como associação sem fins lucrativos, tendo a Universidade de Coimbra e a sua Faculdade de Ciências e Tecnologia como principais associados fundadores e a Casa Municipal da Cultura de Coimbra como anfitriã.

Subscrever

Media

Media