Ecologia e utopia em debate no Exploratório com Helena Freitas

A edição 2019 do ciclo Pontos nos iii - Science Beer Talks prossegue esta quarta-feira, 3 de abril, às 18h30, no Exploratório, com o tema “A utopia será mesmo ecológica?”. Helena Freitas, professora catedrática no Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra e investigadora do Centro de Ecologia Funcional da UC, estará à conversa com o público.

Helena Freitas é professora catedrática na área da Biodiversidade e Ecologia no Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra desde 2003 e detentora da Cátedra Unesco em Biodiversidade e Conservação para o Desenvolvimento Sustentável desde 2014. Esta quarta-feira, 3 de abril, entre as 18h30 e as 19h30, é dia de pôr os Pontos nos iii com o ciclo Science Beer Talks. Desta vez, a sessão de conversas com cientistas acompanhadas por cerveja artesanal Praxis decorre no Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra, com a presença da investigadora do Centro de Ecologia Funcional da UC e o tema “A utopia será mesmo ecológica?”.

O tema que estará em análise nesta edição Pontos nos iii é a própria investigadora quem o explica: “A pressão sobre os recursos naturais do planeta é cada vez maior, em especial sobre a água, os alimentos e o solo, situação que tenderá a agravar-se com a evolução demográfica, que aponta para uma duplicação da demanda alimentar em 2050. A necessidade de converter mais solo ao uso agrícola, conflituará com outros usos, em particular com a conservação das áreas protegidas, as florestas tropicais ou as florestas geridas para a produção sustentável de matéria-prima. Torna-se cada vez mais difícil projetar a sustentabilidade do planeta e conciliar a conservação dos recursos naturais com o atual modelo de desenvolvimento”.

Podemos continuar a acreditar que haverá desenvolvimento económico e social com os pressupostos do sistema político dominante, rejeitando a matriz e o pensamento ecológico? À pergunta que se coloca e com a qual irá interpelar o público, responde Helena Freitas: “Perdemos tempo e ele é cada vez mais valioso. É urgente contaminar o léxico da política: o rigor pela eficiência, o conflito pela cooperação, o esforço individual pela partilha, fazendo do bem comum o desígnio colectivo”.

Helena Freitas Helena doutorou-se em Ecologia pela Universidade de Coimbra, em colaboração com a Universidade de Bielefeld, Alemanha, em 1993, e realizou um pós-doutoramento na Universidade de Stanford, EUA, entre 1994 e 1996. Foi Vice-Reitora da Universidade de Coimbra entre 2011 e 2015. Entre outubro de 2015 e março de 2016 foi deputada e vice-presidente do Grupo Parlamentar do PS. Entre março de 2016 e julho de 2017 foi coordenadora da Unidade de Missão para a Valorização do Interior, tendo coordenado o Programa Nacional para a Coesão Territorial. Atualmente, é coordenadora da unidade de investigação Centre for Functional Ecology, coordenadora científica do FitoLab - Laboratório de Fitossanidade do Instituto Pedro Nunes e integra o Conselho Científico do Departamento de Ciências da Vida da Universidade de Coimbra.

Depois de Manuela Grazina, Rui Lobo e, agora, Helena Freitas, em 2019 o ciclo Pontos nos iii conta ainda com a participação dos investigadores Hermes Costa, Cristina Robalo Cordeiro, Jaime Silva, Paulo Trincão, Carlos Fiolhais, Jorge Paiva, António Pedro Pita e Pedro Proença e Cunha.

Tags:

Sobre nós

Primeiro centro interativo de Ciência em Portugal, constituído em 1995 como associação sem fins lucrativos, tendo a Universidade de Coimbra e a sua Faculdade de Ciências e Tecnologia como principais associados fundadores e a Casa Municipal da Cultura de Coimbra como anfitriã.

Subscrever

Media

Media