Exploratório apresenta exposição Microrganismos de Estimação

17 de setembro a 5 de outubro de 2020

Microrganismos de Estimação é a exposição que o Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra inaugurou esta quinta-feira, 17 de setembro de 2020, iniciativa integrada no Dia Mundial do Microrganismo. A exposição, de entrada livre, poderá ser visitada até ao dia 5 de outubro de 2020 na MicroScience Photo Gallery do Exploratório.
 
O Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra, numa parceria com as faculdades de Ciências e Tecnologia, de Farmácia e de Medicina da Universidade de Coimbra e ainda a Escola Universitária Vasco da Gama, apresenta a exposição Microrganismos de Estimação, assinalando a 4.ª edição do Dia Mundial do Microrganismo, a 17 de setembro.
Esta é uma exposição criada a partir de culturas vivas de microrganismos, que os visitantes podem contemplar a olho nu. Tratando-se de culturas vivas, estas vão apresentar-se distintas com o passar do tempo, naquele que será um motivo acrescido para mais do que uma visita ao espaço da MicroScience Photo Gallery do Exploratório.

A nova mostra do Exploratório apresenta-se com cada uma das culturas acompanhada por um testemunho do investigador ou investigadora responsável, esclarecendo a quem visita a exposição o motivo para considerar cada um o “seu” Microrganismo de Estimação.
Paralelamente à exposição patente no Exploratório, está a ser desenvolvida uma mostra digital, a integrar as fotografias de cada uma das culturas e os testemunhos dos investigadores por elas responsáveis, que permitirá o acesso a um público global, a qualquer hora e em qualquer parte do mundo.
A exposição Microrganismos de Estimação foi inaugurada esta quinta-feira, dia 17 de setembro de 2020, no Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra, onde estará patente ao público até 5 de outubro próximo. A entrada é livre, ainda que sujeita a todas as medidas de segurança decretadas pela Direção-Geral da Saúde.
Ontem, na apresentação da exposição no Exploratório, as investigadoras que coordenam o projeto por cada uma das quatro entidades envolvidas, deixaram um breve testemunho:
 
“Esta exposição pretende ser um pouco a divulgação do nosso trabalho, no âmbito da diversidade microbiana. Nós somos microbiologistas ambientais: estudamos e registamos a diversidade microbiana, o que nos permite perceber a importância que estes microrganismos têm. Também para nós, investigadores, que estabelecemos com eles uma relação muito próxima e quase sempre muito longa”. Paula Morais, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra
 
“Temos bactérias clínicas, em vários meios de cultura. E temos ainda um antibiograma, através do qual avaliamos a suscetibilidade das bactérias aos antibióticos. A nossa área de investigação é a da resistência aos antibióticos, que são cada vez mais, sendo necessário identificá-las e estudá-las. As pessoas acham que os antibióticos tratam todas as infeções e não é verdade”. Gabriela Silva, Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
 
“O nosso é um laboratório de microbiologia médica. Selecionamos para esta exposição os microrganismos com que trabalhamos mais, alguns deles ambientais, fungos e agentes de doença nos humanos. Os microrganismos acabam por ser os nossos bichos de estimação, trabalhamos com eles diariamente, conhecemo-los muito bem e estabelecemos com eles uma relação de grande proximidade”. Teresa Gonçalves, Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
 
“O objetivo desta iniciativa é aumentar a literacia em ciência da população em geral e sobretudo dos mais jovens. Simultaneamente, transmitir duas ideias: a de que os microrganismos são muito importantes para a vida e o ambiente, mas há também uma vertente pedagógica da prevenção da resistência aos antibióticos. Porque esta é uma questão de saúde pública a nível mundial, sensibilizar as populações, começando pelas camadas mais jovens, é fundamental”. Eduarda Silveira, Escola Universitária Vasco da Gama
 

Tags:

Sobre nós

Primeiro centro interativo de Ciência em Portugal, constituído em 1995 como associação sem fins lucrativos, tendo a Universidade de Coimbra e a sua Faculdade de Ciências e Tecnologia como principais associados fundadores e a Casa Municipal da Cultura de Coimbra como anfitriã.

Subscrever

Media

Media