“Leonardo da Vinci. Tornar o conhecimento visível” reabre na Casa das Caldeiras

A exposição Leonardo da Vinci. Tornar o conhecimento visível, produção do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra e do Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra, encerrada nos dois últimos meses à semelhança de outros espaços da Universidade de Coimbra, reabre ao público a 1 de junho, a próxima segunda-feira, na Casa das Caldeiras, em Coimbra, no horário das 09h00 às 17h00.

Encerrada nos últimos meses devido às restrições decretadas pelas autoridades de saúde no âmbito do combate à pandemia de Covid-19, a exposição Leonardo da Vinci: Tornar o conhecimento visível reabre ao público, na Casa das Caldeiras, em Coimbra, a 1 de junho de 2020, a partir das 09h00, garantindo todas as condições para uma visita em segurança.

Produzida em parceria entre o Museu da Ciência da Universidade de Coimbra e o Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra, a exposição, que tinha sido inaugurada a 1 de março – Dia da Universidade de Coimbra –, volta agora a estar patente ao público para dar a conhecer 12 máquinas construídas no final da década de 1960 a partir dos esboços originais do génio florentino e oferecidas pela IBM ao Museu Nacional da Ciência e da Técnica.

Pensada e produzida para transportar os seus visitantes ao extraordinário universo criativo de Leonardo da Vinci, a exposição estará patente ao público durante os próximos meses, diariamente, num horário entre as 09h00 e as 17h00. 

A exposição Leonardo da Vinci: Tornar o conhecimento visível apresenta, para lá das 12 réplicas dos maquinismos concebidos pelo inventor, reproduções de esquemas e desenhos de Leonardo a retratarem figuras humanas e animais, tornando assim visível o génio visionário de um dos maiores artistas e pensadores de todos os tempos. Os desenhos estão acompanhados na exposição por objetos diversos pertencentes às coleções do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra, destinados a desafiar o interesse de cada visitante na obra múltipla e genial de Leonardo da Vinci.

O ambiente cenográfico, conferido pela arquitetura industrial marcante, levaram à escolha da Casa das Caldeiras para o lugar de apresentação na cidade de Coimbra de uma exposição que, pela sua natureza, assume um elevado potencial de itinerância a nível nacional.

Tags:

Subscrever

Media

Media