Projeto Baleias Caça Plásticos do Exploratório com distinção internacional

O projeto Baleias Caça Plásticos, desenvolvido pelo Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra para o município de Alcobaça no verão de 2019, foi distinguido no concurso de "boas práticas" promovido pela Blue Flag e pela Foundation for Environmental Education, na temática "Poluição". As duas baleias, que conquistaram miúdos e graúdos no último verão nas praias de São Martinho do Porto e Paredes da Vitória, estarão de regresso em breve a zonas balneares de Alcobaça com novas e agora alternativas atividades de educação ambiental.
 
De acordo com a Coordenação Nacional do Programa Bandeira Azul, "Portugal recebeu o terceiro lugar no concurso de boas práticas promovido pela Blue Flag e pela Foundation for Environmental Education, na temática poluição". A distinção do júri recaiu sobre "uma estrutura construída com ferro e redes", que o Exploratório levou às praias de São Martinho do Porto e Paredes da Vitória, no Município de Alcobaça, no âmbito do projeto "Caça Plásticos". 
 
Com as ações de educação ambiental, destinadas a "ajudar a ter uma praia mais limpa e alertar para o problema da poluição nos oceanos e nas praias, sobretudo em relação aos plásticos de utilização única", os utilizadores destas zonas balneares foram incentivados a recolher o plástico do areal para "alimentar" as baleias. 
 
A direção do Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra congratula-se com esta distinção internacional e reafirma a sua intenção de continuar a trabalhar em parceria com diferentes entidades, nomeadamente as autarquias, em projetos que promovam a cultura científica de um modo geral e, neste caso em particular, possam levar a todos os públicos atividades de educação ambiental.
 
Estruturas semelhantes e também distinguidas neste concurso internacional marcaram presença em mais duas zonas balneares do país, estas em projetos desenvolvidos pelos municípios de Cantanhede e Tavira.

Tags:

Sobre nós

Primeiro centro interativo de Ciência em Portugal, constituído em 1995 como associação sem fins lucrativos, tendo a Universidade de Coimbra e a sua Faculdade de Ciências e Tecnologia como principais associados fundadores e a Casa Municipal da Cultura de Coimbra como anfitriã.

Subscrever

Media

Media