Patrícia Sampaio reconquista Medalha de Ouro

Joana Crisóstomo e alcança o Bronze

Taça da Europa de Juniores - Coimbra 2019

16 e 17 de março de 2019 | Pavilhão Municipal Multidesportos Dr. Mário Mexia

Os Jovens Judocas Portugueses estiveram em destaque no último dia da Taça da Europa de Juniores – Coimbra 2019. Patrícia Sampaio venceu todos os combates e conquistou a Medalha de Ouro (renovando o título alcançado no ano passado) e Joana Crisóstomo marcou presença no Bloco de Finais onde venceu a sua última adversária, alcançando a Medalha de Bronze.

A Taça da Europa de Juniores – Coimbra 2019 terminou este domingo, 17 de março, após dois dias de combates entre os Melhores Jovens Judocas do Mundo. O Pavilhão Municipal Multidesportos Dr. Mário Mexia recebeu 445 Atletas (261 masculinos e 184 femininas) em representação de 24 países. Portugal, país anfitrião, participou com 102 Jovens Atletas (60 masculinos e 42 femininos).

Neste último dia de combates, estiveram nos tapetes os judocas das categorias mais pesadas, incluindo 26 Portugueses (15 masculinos e 11 femininas).

Patrícia Sampaio (-78 kg) entrou em competição à procura de revalidar o título de Campeã conquistado na última edição. A jovem portuguesa mostrou-se imparável, demonstrando toda a sua qualidade ao longo dos combates deste domingo. Começou por derrotar a francesa Habi Magassa por ‘ippon’ em 24 segundos. Nos Quartos-de-final, o confronto com a espanhola Lucia Perez Gomez, foi mais equilibrado, mas Patricia acabou por alcançar o ‘ippon’. Voltou a dominar a luta na semifinal, garantindo a presença no Bloco de Finais com um ‘ippon’ aos 26 segundos perante a croata Petrunjela Pavic. Na Final, apesar de algum equilíbrio, somou o 4º ippon em 4 combates, derrotando a francesa Karrie Ngosso Silo. Patricia Sampaio conquista a Medalha de Ouro pelo segundo ano consecutivo, ouvindo a “Portuguesa” no lugar mais alto do pódio.

Nos -70 kg, Joana Crisóstomo apresentou-se a um grande nível, eliminando a israelita Ronny Gal por ‘ippon’ no combate inaugural. Na ronda seguinte, perante Aleksandra Askarova, imperou o equilíbrio, mas, em período de ‘ponto de ouro’, a russa foi penalizada com o terceiro ‘shido’. Somou o terceiro triunfo nos quartos-de-final, alcançando o ‘ippon’ aos 43 segundos do combate contra a espanhola Begona Sotillo Gomez. Na semifinal encontrou Ai Tsunoda, filha do Treinador da Seleção Nacional Portuguesa Go Tsunoda. A espanhola, que acabaria por vencer a prova, chegou ao ‘ippon’ que afastou a jovem lusa da Final. No seu último e derradeiro combate, contra a francesa Lucie Jarrot, triunfou com um ‘ippon’ pontuado nos últimos 30 segundos. Com este resultado, Joana Crisóstomo conquista a Medalha de Bronze.

Alexandre Teodósio (-100 kg) eliminou o espanhol Javier Saez Pascula, pontuando um ‘wazari’ antes do ‘ippon’ final. Na ronda seguinte, após um combate equilibrado, cedeu por ‘ippon’, em período de ‘ponto de ouro’, perante o italiano Enrico Bergamelli. O júnior luso regressou ao caminho dos triunfos, derrotando o britânico Andrew McWatt e o francês Jean Eudes Coulibaly por ‘ippon’, qualificando-se para o Bloco de Finais. Na luta pelo Bronze, entrou a vencer com um ‘wazari’, mas o russo Iosif Simin recuperou e chegou ao ‘ippon’. Com este resultado, Alexandre Teodósio termina num honroso 5º lugar.

Na categoria +78 kg feminina, Alexandra Morais ultrapassou a francesa Sarry Pahape na primeira ronda. No combate seguinte, não conseguiu superar a espanhola Iara Lima Bordoli, que venceu por ‘ippon’. A jovem lusa marcou presença no Bloco de Finais com uma vitória por ‘ippon’ contra a espanhola Nisrin Bousbaa Dab. Na luta pelo Bronze, não conseguiu impedir o ‘ippon’ da russa Elis Startseva, aos 21 segundos do confronto. Com este resultado, Alexandra Morais finaliza a sua prestação numa honrosa 5ª posição.

Destaque ainda para o 7º lugar alcançado por Cátia Rosa (+78 kg) e para as 9ª posições de Carolina Paiva (-70 kg), Beatriz Moreira (-78 kg) e Rodrigo Boavida (-90 kg).

A nível coletivo, neste segundo dia, as Medalhas foram distribuídas por mais países, com a Seleção Russa a conseguir equilibrar o domínio da Seleção Italiana, verificado no primeiro dia. Ainda assim, os Italianos garantiram o primeiro lugar do ‘medalheiro’ com 13 Medalhas (5 de Ouro, 3 de Prata e 5 de Bronze), seguidos da Rússia com 11 Medalhas (4 de Ouro, 2 de Prata e 5 de Bronze).

Durante os dois dias do evento, Portugal conquistou 1 Medalha de Ouro e 2 de Bronze, alcançando ainda 4 quintos lugares e duas sétimas posições, classificando-se no 5º lugar do Ranking dos países presentes.

A partir de segunda-feira, dia 18 de março, até quinta-feira, dia 21, realiza-se no mesmo Pavilhão da prova, o “EJU Junior Training Camp” com a presença de 150 Judocas de 11 Países, incluindo a Seleção Nacional Sénior Portuguesa.

Declarações:

Patrícia Sampaio – Vencedora da Medalha de Ouro

“Todas as minhas adversárias foram fortes, não conhecia nenhuma, o que também dificulta. Este último combate foi muito cansativo, mas foi muito bom. Exigiu uma grande concentração, a minha adversária tinha um tipo de judo a que eu não me adapto muito bem, foi difícil, com persistência. Consigo, apesar da concentração, ouvir o que o meu treinado diz, mas foi realmente a persistência que me fez vencer.”

Joana Crisóstomo – Vencedora da Medalha de Bronze

“Ganhei os 3 primeiros combates com adversárias fortes, mas consegui eliminá-las. No quarto combate, a semifinal, perdi contra a fortíssima Tsunoda que, entretanto, ganhou o ouro. Neste combate para a discussão do Bronze foi difícil, é uma judoca francesa que conheço bem, com quem já tenho estado no tapete e em estágios e que é muito forte. Somos as duas esquerdinas, mas estive muito concentrada e consegui ganhar”

Marco Morais – Treinador Nacional

“Foram bons resultados para Portugal, especialmente este ouro da Patrícia Sampaio. Depois de um grande trabalho de preparação dos atletas e uma prova muito participada, foi gratificante fechar com chave de ouro e ainda com 2 medalhas de bronze com a Raquel Brito e a Joana Crisóstomo e vários 5ºs lugares. Foi uma prova muito competitiva com 24 países e quase 500 atletas muito fortes, estivemos muito bem ao conquistar medalhas que é sempre o nosso grande objetivo. Os nossos jovens estão no bom caminho, a formação tem estado a destacar-se nestes últimos anos. Nestas últimas épocas temos tido bons resultados a nível europeu, temos uma equipa bastante competitiva, Estes jovens são o futuro do judo em Portugal, se continuarem a trabalhar bem com seriedade e não houver lesões. O estágio que se realiza esta semana é fundamental para a sua formação, permite aos nossos jovens terem contacto, treinarem com atletas muito fortes. É uma enorme experiência onde vão estar atletas de países como a Rússia e o Canadá e os torna ainda mais competitivos.”

Ai Tsunoda – Vencedora da Medalha de Ouro -70 kg (Filha do Treinador da Seleção Portuguesa – Go Tsunoda)

“Estou muito contente por ter conquistado o ouro em Portugal. Foi um combate difícil, mas consegui ganhar. Aliás, todas as minhas adversárias nesta taça da europa eram muito fortes. Conheço algumas das atletas portuguesas que são muito fortes. O facto do meu Pai trabalhar com Portugal, faz com que tenha uma boa ligação às judocas lusas.”

Fotografias: http://www.eju.net/detail-gallery/3983

https://we.tl/t-A0jClgwpWc

Resultados Completos em: www.ippon.org/cont_cup_jun_por2019

Tags:

Sobre nós

Pessoa colectiva de direito privado sem fins lucrativos dotada de Utilidade Pública Desportiva que visa dirigir, promover e regulamentar a prática do Judo Kodokan em Portugal.

Subscrever

Media

Media