Fraunhofer AICOS adapta tecnologias e cria projeto para otimização das linhas de produção industrial no âmbito da COVID-19

Um sistema de apoio a planos de contingência que recolhe e monitoriza dados, permitindo a reestruturação e otimização da linha de produção industrial é apenas um dos vários projetos que o centro de investigação Fraunhofer AICOS (FhP-AICOS) está a desenvolver através da adaptação de tecnologias já criadas por si em projetos anteriores. Esta tecnologia, que pretende ser uma mais-valia na readaptação das empresas à realidade laboral, pode ser aplicada em indústrias de diferentes setores de atividade e dimensões.

As consequências da pandemia COVID-19 serão certamente muitas e a vários níveis. Muitas empresas vão ter que se adaptar, muito rapidamente, ajustando linhas de produção. Foi neste sentido que o FhP-AICOS criou um sistema de apoio a planos de contingência no contexto industrial. Através da utilização de wearables e de tecnologia de sensorização, e com recurso a técnicas de inteligência artificial, será possível perceber e monitorizar fluxos e dinâmicas de trabalho em ambientes industriais, a fim de permitir a reintegração nos contextos de trabalho durante o período de transição (após a fase de mitigação), evitando, por exemplo, a distância de infeção e cumprindo as recomendações de saúde. Esta tecnologia considera os canais de propagação, mas também as configurações de trabalho (distância, tempos de viagem e percursos entre postos de trabalho, as estações ou pontos na linha de produção que requerem contato social, etc.) e os requisitos de produção.

Com competências consolidadas nas áreas de inteligência artificial, sistemas ciber-físicos e design centrado no utilizador, o FhP-AICOS está neste momento a utilizar toda a sua experiência e know-how no desenvolvimento de novos projetos e na adaptação de tecnologias já criadas à nova realidade provocada pela pandemia de COVID-19. Saúde, educação e produção industrial são algumas das áreas abrangidas nestes projetos que deverão ser aplicados a curto prazo.

Existente há mais de 10 anos, e com projetos e parcerias firmadas nas áreas da saúde, retalho, agricultura e energia, o centro de investigação FhP-AICOS usa, mais do que nunca, a sua tecnologia, conhecimento científico e experiência para benefício da sociedade. Tecnologias de monitorização, técnicas de machine learning e de visão computacional, análise de movimento e de parâmetros de produção estão, nesta fase, a ser aplicados a projetos como, por exemplo, ajudar na reestruturação e otimização das linhas de produção industrial, de forma a cumprir as recomendações de saúde.
 
Outros projetos em desenvolvimento:

  • Viseiras de proteção - A utilizar equipamentos próprios de fabricação aditiva (impressoras 3D), o FhP-AICOS está a produzir viseiras de proteção para os profissionais de várias instituições de saúde portuguesas. Até ao momento foram doadas viseiras ao IPO Porto, à ARS Norte e ao Hospital da Prelada.
  • Enquanto associado da rede temática Smart Health Network, do Health Cluster Portugal (HCP), o Fraunhofer AICOS está também a colaborar no desenvolvimento de três soluções tecnológicas que procuram dar resposta à pandemia de COVID-19 e que devem ser lançados no mercado no espaço de 3 meses:
    • uma pulseira para pessoas infetadas com COVID-19, ou com suspeitas de infeção, que estão em recuperação em casa e possam ser acompanhadas remotamente (tecnologia já existente para as pessoas com doenças pulmonares, diabetes, insuficiência cardíaca e Alzheimer, agora adaptada à COVID-19);
    • a criação de uma central de apoio técnico e de suporte à utilização de ventiladores;
    • criação de uma plataforma de 'e-learning' (formação à distância) que disponibiliza conteúdos sobre COVID-19 para profissionais de saúde.
O objetivo destas três soluções é apoiar o esforço e a dedicação dos profissionais de saúde no combate à COVID-19 usando o know-how, experiência e conhecimento nos domínios das tecnologias médicas e de saúde digital tanto do Fraunhofer AICOS, como dos associados do HCP envolvidos no desenvolvimento destas soluções.
 
Sobre a Fraunhofer Portugal
A missão da Fraunhofer Portugal - de desenvolver investigação com aplicabilidade prática para o desenvolvimento económico e melhorar a vida das populações - materializa-se, atualmente, através do centro de investigação Fraunhofer Portugal Research Center for Assistive Information and Communication Solutions (AICOS), localizado no Porto e surgido em 2009 no seguimento de uma parceria entre a Sociedade Fraunhofer (Fraunhofer-Gesellschaft), a Fundação para a Ciência e a Tecnologia e a Universidade do Porto.
Com uma equipa de cerca de 80 investigadores contratados e uma carteira de clientes de diversas áreas de negócio como a saúde, agricultura, retalho ou energia, o AICOS apresenta competências consolidadas nas áreas de Design centrado no utilizador; Inteligência artificial; Sistemas ciber-físicos.
A análise do utilizador nos seus diversos ambientes, a visão computacional, os sistemas cognitivos e de apoio à decisão e a internet das coisas são algumas das áreas em estudo neste centro de investigação que dedica a sua atividade à investigação aplicada e ao sucesso dos seus clientes, com os quais atua em estreita colaboração para o desenvolvimento de soluções tecnológicas inovadoras, intuitivas, acessíveis e ubíquas.

Tags:

Sobre nós

A Associação Fraunhofer Portugal Research (Fraunhofer Portugal) promove e coordena a cooperação entre os seus centros de investigação, outras instituições de investigação e parceiros industriais, com o objectivo de levar a cabo investigação aplicada com utilidade directa para empresas privadas e públicas, originando benefícios para a sociedade como um todo.