6 em cada 10 portugueses valorizam agora mais os abraços, beijos e afetos do que antes da pandemia

Estudo FREE NOW revela que os portugueses são os europeus que mais valorizam as manifestações de afeto após a pandemia
 

  • Depois dos beijos e abraços, os portugueses valorizam agora mais as refeições com família e amigos, e a liberdade para fazer planos de última hora.
  • Visitar os familiares mais idosos, ir a um restaurante e fazer uma viagem espontânea são os outros maiores desejos dos portugueses pós pandemia.
  • O estudo desenvolvido pela plataforma de mobilidade TVDE e TÀXI FREE NOW abrangeu 8 países da Europa: Espanha, França, Irlanda, Itália, Polónia, Portugal, Reino Unido e Roménia.
 
A pandemia obrigou todos os portugueses a mudarem os seus hábitos e rotinas, o que antes era normal como viajar, dar um abraço ou mesmo um beijo é agora um dos momentos mais ansiados e desejados. De acordo com o estudo efetuado em 8 países da Europa, os portugueses são os europeus que passaram a valorizar mais os abraços e os beijos nas pessoas que amam.
 
65% dos portugueses passou a dar maior importância às manifestações de afeto após a pandemia, à frente da Espanha (57%), Roménia (43%) e Polónia (41%). Depois dos abraços e beijos, os portugueses passaram a valorizar as refeições com a família e amigos (62%) e a liberdade para fazer planos de última hora (46%).
 
Toda a informação aqui Link
 
(Comunicado de Imprensa integral em Anexo)

Tags:

Subscrever

Media

Media