ESTUDO GLOBAL CONCLUI QUE 83% DAS PESSOAS QUEREM SER MAIS SUSTENTÁVEIS

  • A Garnier comunicou os resultados do relatório anual One Green Step, que revelou as diferenças geográficas e geracionais de mais de 29,000 pessoas, em 9 países, face ao Meio Ambiente. 
  • Os dados indicam que cerca de 83% das pessoas pretende ser mais sustentável, mas apenas 5% considera estar efetivamente a praticar um estilo de vida mais ecológico, pelo que apenas 30% diz estar preparada para mudar os seus hábitos em função do Planeta, no imediato. Como barreiras que impedem um perfil mais sustentável, destacam-se: a falta de escolha, a falta de informação e questões financeiras. 
  • Em resposta, a Garnier vai expandir a sua iniciativa líder Green Beauty, com o lançamento da nova campanha One Green Step que pretende encorajar o público a partilhar uma ação sustentável nas redes sociais, com o objetivo de tornar a iniciativa viral em prol do Ambiente. Por cada partilha feita, a Garnier fará uma doação adicional à parceira Plastics for Change de até 2 milhões de garrafas de plástico para reciclagem.
  • O relatório também coincide com o anúncio do primeiro Condicionador que Não Necessita de Enxaguamento do mercado.
Uma grande maioria - em crescimento - dos adultos afirma querer viver de forma mais sustentável no ano que acaba de começar - 83% em comparação com 81%, referente ao ano de 2021. Estes são dados revelados pelo segundo relatório anual One Green Step, conduzido pela Garnier, onde foram inquiridas mais de 29,000 pessoas, com idades compreendidas entre os 6 anos e +60 anos, em 9 países. Em destaque estão os EUA e a Alemanha onde quase 9 dos 10 adultos participantes (88%) afirmou que o ano passado os sensibilizou para a adoção de comportamentos mais ecológicos.

Comparativamente com o período homólogo de 2021, o relatório aponta uma escala de mudança contínua rumo a escolhas mais sustentáveis em 2022. Os principais motivos incluem uma maior consciência dos riscos iminentes ligados às mudanças climáticas (40% no geral, observando-se uma subida para 54% na Indonésia e uma descida para 33% nos EUA), e o i nteresse em saber mais sobre o tema, demonstrado em 2021 (37%).

A família é outro dos motivos. Quase 1 em 3 adultos participantes no estudo (30%) afirma que quer ser mais sustentável para proteger o futuro dos filhos, subindo para 35% no Brasil. Numa pergunta semelhante feita há 12 meses, apenas 16% dos participantes disseram que ter filhos significava estarem cientes de que tinham de agir.

Durante o ano de 2021, alguns adultos deram passos em função da adoção de um estilo de vida mais sustentável, aumentando a reciclagem (61%) e reduzindo a duração dos duches (42%). A vontade de diminuir o consumo de plástico também surge no topo das prioridades da maioria dos participantes neste estudo, sendo que, à semelhança de 2021, também 67% das pessoas se comprometeram a reduzir o uso de plástico. De qualquer modo, apenas 5% considera já estar a agir de forma sustentável. No entanto, mais de 1 em 8 pessoas afirmou ter tido dificuldades em fazer escolhas ecofriendly no ano passado, e apenas 30% diz estar preparado para tomar medidas pelo Planeta neste momento.

Em resposta, e para ajudar os consumidores a darem um Green Step em função do projeto líder Green Beauty, a Garnier lança uma nova campanha digital que vai encorajar, mundialmente, as pessoas a darem expressão ao compromisso de caminhar para uma Beleza mais verde em 2022. O lançamento da campanha online vai ser acompanhado por um vídeo que incentiva o público a revelar as suas próprias mudanças e a partilhar nas redes sociais os comportamentos mais green que vão adotar. A somar, a quarta maior marca de Beleza compromete-se a reciclar 2 milhões de garrafas de plástico - até 10 por cada passo partilhado em cada rede social pelos participantes nesta iniciativa -, apoiando a sua parceira de longa data, a Organização Não Governamental Plastics for Change. 80% dos fundos são destinados aos apanhadores de lixo da ONG na Índia, com o intuito de ajudar famílias que vivem no limiar da pobreza. O website da Garnier vai também incluir um guia para auxiliar quem quer ser mais ecofriendly.

NOVAS INOVAÇÕES SUSTENTÁVEIS

A campanha coincide com a divulgação do primeiro Condicionador que Não Necessita de Enxaguamento do mercado, reflexo de uma Ciência mais ecológica. Estima-se que este produto consiga poupar cerca 100 litros de água por embalagem. O condicionador é produzido numa das fábricas neutras de carbono e waterloop (com sistema de tratamento de águas sustentável) da Garnier, onde a água industrial utilizada é reprocessada, reciclada ou reutilizada, resultando em 18% da pegada da produção da Garnier. Um dos objetivos da marca passa por conseguir que, até 2025, 100% dos seus locais industriais sejam neutros em carbono, e que até 2030 sejam 100% waterloop.

Água Micelar da Garnier, um bestseller, vencedora de prémios, vegan e aprovada pela Leaping Bunny, vai ser 100% reciclável e feita com 100% de plástico reciclado deste ano. Este produto vai passar a ser feito com fórmulas mais ecológicas, incentivando os consumidores a poupar água, dado que não necessita de enxaguamento após o uso.

Factos-chave da Garnier:
- São produzidos 1.8 mil milhões de produtos anualmente.
- Todos os produtos Garnier são globalmente aprovados pela Cruelty Free International, de acordo com o programa Leaping Bunny.
- A Garnier compromete-se com uma Green Beauty, defendendo a sustentabilidade em toda a sua atividade.
- O objetivo é transformar cada fase da cadeia de valor, reduzindo ou erradicando o impacto ambiental das seguintes áreas:
Plástico & Embalamento:
Até 2025, a Garnier vai ter como objetivo usar Zero Plástico Virgem em todas as suas embalagens, poupando cerca de 40,000 toneladas de plástico todos os anos.
Produto & Fórmula:
Até 2022, todos os ingredientes à base de plantas e renováveis vão ser de origem sustentável.
Até 2025, 100% dos novos produtos da Garnier vão ter um melhor perfil ambiental.
Indústria & Produção:
Até 2025, 100% dos locais industriais neutros em carbono através do uso de energias renováveis.
Emissões de CO2 dos locais industriais reduzidas em 72%.
Fonte de Solidariedade:
Em 2025, a Garnier terá empoderado 1000 comunidades em todo o mundo, como parte do programa de fornecimento de ingredientes solidário.
Atualmente, Garnier já alcançou…
Mais do dobro do uso de plástico reciclado em embalagens (3,670 toneladas em 2019 versus 9,019 em 2020).
Quase metade (49%) dos locais industriais são agora neutros em carbono (acrescendo 7 locais em comparação com 2019).
787 comunidades foram empoderadas pelo programa solidário de fornecimento de ingredientes (versus 670 comunidades em 2019).
97% dos produtos, novos ou renovados, melhoraram o seu perfil ambiental ou social.
99% dos ingredientes são vegan.
A somar, para ajudar na luta contra o impacto da poluição advinda do plástico, a Garnier fez parceria com duas ONGs:
Ocean Conservancy – auxiliar com um impacto ambiental associado à poluição do plástico.
Plastics For Change – auxiliar com um impacto social associado à poluição do plástico.

A Garnier tem estado a ativar o sistema de rotulagem Product Environmental & Social Impact Labelling, a nível global. Este tem como objetivo informar os consumidores sobre o impacto ambiental e social dos seus produtos, desafiando-os a fazerem escolhas mais sustentáveis. Tendo sido testado em produtos de haircare, esta rotulagem dá a cada produto uma pontuação de sustentabilidade, de ‘A’ a ‘E’, sendo que os produtos rotulados com a letra ‘A’ são considerados os mais ecológicos da classe. A pontuação leva em consideração 14 fatores ambientais, como origem, fabricação, transporte, uso, reciclabilidade, entre outros. Os dados são verificados pelo Bureau Veritas Certification, um auditor independente.

*estudo conduzido pela Opinion Matters em Novembro/Dezembro para a Garnier, com a participação de 29,669 inquiridos provenientes dos EUA, Reino Unido, Espanha, Alemanha, Emirados Árabes Unidos, Brasil, Índia & Indonésia
 

Tags: