MARIA QUER COLOCAR OS PORTUGUESES A CONSUMIREM MAIS FRUTA

  • Pera Rocha, Maçã Gala, Pêssego, Nectarina, Ameixa, Dióspiro e Marmelo são as principais frutas que compõem a gama Maria.
Na semana em que se comemora o Dia Mundial da Alimentação (16 de Outubro), o Grupo Luís Vicente, através da sua nova marca de fruta 100% portuguesa - Maria, pretende alertar os portugueses para a necessidade urgente da mudança de hábitos no que concerne à sua alimentação diária.

Um último estudo da Eurostat, o gabinete de estatísticas da UE, refere que apesar de 80% dos portugueses consumirem fruta todos os dias, a maioria come apenas uma peça de fruta diária, o que está muito aquém das 3 a 5 peças recomendadas pela Organização Mundial de Saúde. Segundo a Fundação Portuguesa de Cardiologia, as estatísticas mostram que, a nível nacio­nal, quase metade da população apresenta excesso de peso e que perto de um milhão de adultos sofre de obesidade. De acordo com o Estudo APCOI (Associação Portuguesa Contra Obesidade Infantil) / ISAMB (Instituto de Saúde Ambiental) / FMUL  (Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa), cujos dados foram recolhidos nas escolas participantes no projeto Heróis da Fruta no ano letivo 2017/2018: 32% das crianças apresenta excesso de peso e 14% obesidade infantil.

Miguel Barbosa, Diretor Geral do Grupo Luís Vicente acrescenta: “Enquanto grupo português de produção e comercialização de fruta, é nossa missão alertar para os benefícios de uma alimentação saudável, na qual a fruta é uma peça fundamental. A Maria, é a nossa nova marca para a fruta portuguesa, com a qual vamos desenvolver ao longo dos próximos meses iniciativas para promover o maior consumo de fruta, começando com este alerta no Dia Mundial da Alimentação.” Um dos exemplos desta missão é o facto do Grupo Luis Vicente, ser parceiro da APCOI, Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil, que através do programa Heróis da Fruta, faz um excelente trabalho junto das escolas, impactando diariamente mais de 50.000 crianças, promovendo o consumo de frutas desde os primeiros anos.
 
Para a nutricionista Zélia Santos, presidente do Conselho Executivo do Movimento 2020, um projeto dedicado à saúde alimentar dos portugueses, “Os princípios básicos da Dieta Mediterrânica deviam estar enraizados na nossa cultura, mas a mudança de hábitos de vida, orçamentos familiares reduzidos, horários curtos e o stress diário, levam-nos a recorrer a refeições menos saudáveis.” E acrescenta ainda: “Por isso, neste dia, pretendemos relembrar o básico, e promover o aumento do consumo diário de fruta. Para isso, basta colocar todos os dias na mala 1 maçã e/ou 1 pera, assim como não o esquecer nas lancheiras para as escolas”.
 
Além de benefícios para a saúde, o consumo de fruta portuguesa está também a apoiar a economia e agricultura nacionais. Pera Rocha e Maçã Gala são exemplos disso, e são ótimos aliados para uma alimentação saudável. A gama Maria é mais do que Pera Rocha e Maçã, é composta por várias outras frutas tais como Ameixa, Pêssego, Nectarina, Dióspiro e Marmelo.
 
Alimentação Saudável, Responsabilidade Social e Sustentabilidade são assim os temas a que Maria se irá dedicar durante a semana que marca o Dia da Alimentação, com o objetivo de colocar os portugueses a consumir mais fruta.
 
Mais informação em:
www.luisvicente.com
https://www.instagram.com/mariafrescuraportuguesa/
https://www.facebook.com/Maria-Frescura-Portuguesa
#MariaFrescuraPortuguesa
#Mariafrutanacional
#FrutaMaria
 
Sobre o Grupo:
O grupo português de comercialização de frutas e legumes nasceu há 50 anos, no Turcifal (Torres Vedras), com a criação da Luís Vicente S.A., empresa responsável pela produção, distribuição e transformação de mais de 70 mil toneladas de frutas e legumes, um pouco por todo o mundo. Da fruta nacional aos frutos tropicais, tem produção própria em geografias tão distintas como Portugal, Angola, Brasil e Costa Rica, contando com presença logística em países como Espanha e Holanda. Exporta para Canadá, Espanha, Holanda, Reino Unido, Rússia, Marrocos, Angola, Dubai, Singapura, Malásia, entre outros. Em Portugal, produz especialmente na região do Oeste e em Ferreira do Alentejo, onde detém uma propriedade de 200 hectares em plena produção, e conta ainda com o empenho de seis dezenas de associados da sua organização de produtores, a GlobalFrut. O Grupo Luís Vicente tem 400 trabalhadores e, em 2018, atingiu uma faturação de 75 milhões de euros.

Tags:

Subscrever

Media

Media