Parceria internacional com a Universidade do Texas em Austin recebe 21,9M€ para financiar projetos com aplicação na saúde, ambiente e nas indústrias automóvel, têxtil e aeroespacial

São 11 os projetos liderados por empresas portuguesas financiados pelo Programa “Go Portugal – Global Science and Technology Partnerships Portugal”, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O programa UT Austin Portugal vai receber 21,9M€ para apoiar o desenvolvimento de projetos e novas tecnologias no domínio das indústrias automóvel e do espaço, da computação avançada, saúde e ambiente, entre outras. Os 11 projetos de I&DT liderados por empresas portuguesas em parceria com entidades do Sistema Científico e Tecnológico Nacional e equipas de investigação da Universidade do Texas em Austin (UT Austin) serão financiados no âmbito do programa “Go Portugal – Global Science and Technology Partnerships Portugal”.

“A parceria UT Austin Portugal é a que tem um maior número de projetos apoiados, que representam também a maior fatia do financiamento atribuído. Isto mostra que conseguimos reunir um conjunto de projetos estruturantes para o país, com forte apoio transatlântico à investigação e inovação de base empresarial na dinamização da economia nacional”, afirma o Diretor Nacional do Programa UT Austin Portugal, José Manuel Mendonça, que acrescenta: “acreditamos que este esforço irá contribuir para acelerar e orientar o regresso à atividade de parte importante do tecido produtivo nacional, que todos desejamos e de que o país necessita com muita urgência”.

Entre os projetos financiados estão o desenvolvimento de nano satélites para observação da terra; a utilização de nano sensores para reabilitação de lesões musculares em idosos; a monitorização das alterações climáticas; o desenvolvimento de novos sistemas de revestimento para melhoria significativa do ciclo de vida e desempenho de ferramentas de cortes para as indústrias automóvel e aeroespacial; de ferramentas para a gestão avançada de infraestruturas HPC e de aplicações de Big Data ou ainda para a monitorização de pacientes com cancro. A lista dos projetos está disponível aqui.

Os projetos financiados mobilizam em Portugal 30 entidades, das quais 10 correspondem a instituições de I&D, 14 a empresas e seis a universidades ou politécnicos. A maior parte dos projetos é liderada por PME nacionais de base científica e tecnológica.
A coordenação dos projetos é feita em parceria com 22 Investigadores Responsáveis de vários departamentos da Universidade de Texas em Austin, sendo a maior parte da Cockrell School of Engineering, onde está baseado o Programa, mas também de laboratórios de investigação e centros de I&D de projeção internacional, integrados na universidade americana, como o Texas Advanced Computing Center (TACC) e ainda de um dos maiores centros de investigação e tratamento avançado de doenças oncológicas a nível mundial - o MD Anderson Cancer Center (MDACC) da Universidade do Texas. “Estes projetos de cariz prática e multidisciplinar, envolvendo instituições de excelência e equipas de investigação de enorme qualidade e reconhecimento internacional e abrangendo diversos setores de conhecimento que são críticos para o desenvolvimento económico, serão benéficos para a sociedade em geral. Esta colaboração transatlântica que visa estudar problemas complexos e gerar soluções inovadoras constitui um raio de sol no contexto mundial atual, fazendo-nos acreditar que o futuro será promissor”, acrescenta Marco Bravo, Diretor Executivo da Parceria na UT Austin.

O financiamento atribuído é válido para os próximos três anos. Do total de 21,9M€, UT Austin contribui com 7,8M€. A participação nacional é cofinanciada por fundos europeus, designadamente através do Programa COMPETE 2020, o PO Norte, o PO Centro, o PO Lisboa, com uma contribuição adicional pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

Sobre UT Austin Portugal: iniciado em 2007, o Programa UT Austin Portugal é uma parceria em Ciência e Tecnologia entre a Fundação Portuguesa de Ciência e Tecnologia (FCT) e a Universidade do Texas em Austin (UT Austin), apoiado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. A parceria foi renovada em 2018 em direção a uma nova década, até 2030. Após dez anos de colaboração conjunta, UT Austin Portugal e as instituições portuguesas continuam a desenvolver um esforço colaborativo para promover uma próspera agenda de investigação, fortemente alinhada com a estratégia nacional do país, em cinco grandes áreas: Computação Avançada; Nanotecnologias; Interações Espaço-Terra; Física Médica e Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo.

Tags:

Sobre nós

O Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência - INESC TEC é um Laboratório Associado que conta com mais de 30 anos de experiência em I&D e Transferência de Tecnologia. Com 6 polos no Porto (sede), Braga e Vila Real, o INESC TEC agrega 13 Centros de I&D e uma Unidade Associada com competências complementares e vocacionadas para o mercado internacional.

Subscrever