Janeiro eleito pelos portugueses como o mês mais complicado do ponto de vista financeiro

  • Homens sentiram mais dificuldades financeiras do que as mulheres
  • 43% dos portugueses já emprestou dinheiro a alguém para ajudar a pagar uma ou mais contas


De acordo com o European Consumer Payment Report 2018, estudo da Intrum, 30% dos inquiridos portugueses e europeus acredita que janeiro é o mês mais complicado do ponto de vista financeiro.

O início do ano é, muitas vezes, uma dor de cabeça para os portugueses – poderão existir despesas do ano anterior ainda por pagar, novas despesas inesperadas, novos projetos e outros gastos que comprometem as economias dos portugueses com compromissos financeiros a cumprir.

Em Portugal, 28% dos homens diz que sente mais dificuldades financeiras durante o mês de janeiro do que as mulheres (21%), a nível europeu são as mulheres que sentem mais dificuldades financeiras 32% e os homens com 27%.

O relatório demonstra que as faixas etárias dos 50-64 anos e 25-34 são as que sentem mais dificuldades financeiras durante o mês de janeiro, com percentagens que se situam nos 34% e 32% respetivamente. Seguindo-se a faixa etária dos 25-49 com o valor de 28%. Na Europa, as faixas etárias mais afetadas situam-se nos 25-34  e 35-49 com uma percentagem 31% e 32% respetivamente.

O European Consumer Payment Report  deste ano apresenta algumas novidades, referindo que 43% dos portugueses já emprestou dinheiro a alguém para ajudar a pagar uma ou mais contas. Do total mencionado, 17% não espera receber de volta o dinheiro que emprestou. A nível europeu os valores são bastante semelhantes, uma vez que, 40% dos inquiridos refere já ter emprestado dinheiro, sendo que 17% não espera recebê-lo de volta.

Os inquiridos portugueses afirmam ter emprestado dinheiro a amigos (36%), irmãos (25%), filhos (22%), pais (16%), namorado/a (13%) e colegas de trabalho (7%). A nível europeu as percentagens situam-se nos 34%, 24%, 23%, 18%, 15% e 8% respetivamente.

O relatório da Intrum refere ainda que o dinheiro é utilizado, essencialmente, para o pagamento de contas de gás, água e eletricidade (21%), rendas (19%), dívidas pendentes (13%) e de cuidados de saúde (médicos e dentistas) (11%).

A nível europeu o pagamento de rendas (19%), gás, água e eletricidade (19%), contas de telemóvel (13%) e pagamento de empréstimos (13%) são os motivos mais mencionados.

Para Luís Salvaterra, “Janeiro é um mês de recomeços e é aconselhável que as pessoas façam um planeamento das suas despesas de forma a evitar o endividamento. Pedir dinheiro emprestado a um mutuário ou a um banco tem um significado diferente para as pessoas. Os empréstimos podem ajudar-nos a alcançar os nossos sonhos, mas não devemos pedir dinheiro emprestado para além das nossas capacidades.”

Sobre o European Payment Consumer Report


O Relatório de Pagamentos Europeu do Consumidor nasceu em 2013. Como "catalisador de uma economia saudável", a Intrum percecionou a necessidade de consultar as opiniões de 24.000 consumidores europeus, a fim de compreender melhor a realidade da economia doméstica e a vida diária nas suas casas. As informações obtidas no European Payment Consumer Report, basearam-se num inquérito conduzido pela empresa de estudos de mercado United Minds.

Sobre a Intrum

A Intrum é a empresa líder na indústria de Serviços de Gestão de Crédito, com presença em 24 mercados na Europa. A Intrum oferece um vasto leque de serviços, incluindo a compra de créditos, tendo como missão melhorar o cash flow e a rentabilidade a longo prazo dos clientes e garantir que pessoas e empresas recebem o apoio que necessitam para não terem dívidas. A Intrum tem mais de 8.000 profissionais experientes que atendem cerca de 80.000 empresas em toda a Europa. Em 2017, a empresa gerou receitas estimadas no valor de 1.269 milhões de euros. A Intrum tem a sua sede em Estocolmo, Suécia, e está cotada na bolsa Nasdaq de Estocolmo. Em Portugal desde 1997, a Intrum tem mais de 220 colaboradores.

Para mais informações, por favor visite www.intrum.com

Tags:

Sobre nós

Empresa propriedade da Intrum Justitia AB. Especializada em serviços de gestão de crédito proporciona soluções de valor acrescentado para as necessidades de recuperação de créditos dos seus clientes.

Subscrever