Lançada a Fundação Biedronka para apoiar idosos carenciados

  • 50 milhões de zlótis (cerca de 11,5 milhões de euros) – este é o valor disponível em 2020 para a Fundação Biedronka, que acaba de iniciar a sua actividade na Polónia.
  • A Fundação pretende apoiar as populações mais idosas e contribuir para a melhoria da sua qualidade de vida.
  • A primeira iniciativa da Fundação Biedronka será um programa de cartões pré-pagos intitulado “Para as Compras do Dia-a-Dia”, que abrange 10.000 seniores carenciados. A Fundação Biedronka vai aplicar quase 15 milhões de zlótis (cerca de 3,5 milhões de euros) neste programa.
“O 25.º aniversário é uma excelente oportunidade para agradecermos à sociedade polaca o facto de acreditar em nós e para reforçarmos compromissos sociais de grande relevo. Ao prosseguirmos actividades que satisfazem necessidades básicas do ser humano e pelo facto de termos uma escala muito grande, temos aqui uma oportunidade única para darmos o nosso contributo na procura de soluções para os desafios que se colocam às comunidades locais e para apoiarmos de forma concreta os mais carenciados. A Polónia permitiu à Biedronka tornar-se grande e estamos bem conscientes da responsabilidade que isto acarreta. É por isso que a Fundação Biedronka é lançada com o foco no grupo da população que enfrenta os desafios mais duros: os idosos.”– declarou Pedro Soares dos Santos, Presidente e Administrador-delegado do Grupo Jerónimo Martins.
De acordo com os dados e previsões do gabinete de estatística polaco (Glówny Urzad Statystyczny), um em cada quatro polacos tem mais de 60 anos de idade[i] e, em 2050, a população idosa representará 40% da sociedade[ii]. A Polónia é um dos países com um ritmo de envelhecimento mais acelerado do mundo, pelo que providenciar aos idosos melhores condições de vida está a tornar-se um grande desafio. A década 2020-2030 foi considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como a “Década do Envelhecimento Saudável” – o objectivo é que os idosos se mantenham saudáveis física e mentalmente, auto-confiantes e aptos para serem autónomos na sociedade o máximo de tempo possível.
 
Objectivos da Fundação Biedronka
A Fundação Biedronka vai apoiar a população sénior para que possa viver de forma digna e com saúde pelo maior período possível. Os objectivos da recém-criada Fundação são, entre outros, combater a pobreza, problemas de nutrição, solidão e exclusão social dos idosos.
Em 2020, a Fundação Biedronka vai ter um orçamento de 50 milhões de zlótis (cerca de 11,5 milhões de euros) e, nos próximos anos, a sua fundadora - Jerónimo Martins Polska – planeia alocar entre 7,5 e 20 milhões de euros para apoiar a Fundação.
 
Conselho da Fundação Biedronka
Os principais eixos de acção estratégicos das actividades desta nova organização serão determinados pelo Conselho da Fundação, composto por autoridades com experiência e conhecimento no campo social. O Conselho da Fundação inclui:
Profª. Anna Giza-Poleszczuk (socióloga e especialista em economia social), Irmã Malgorzata Chmielewska (responsável pelo centro comunitário Chleb Zycia) Professor Jerzy Hausner (defensor da solidariedade social enquanto valor essencial na política económica) – bem como Pedro Soares dos Santos (Presidente e Administrador-delegado), Marta Maia (Directora Corporativa de Recursos Humanos) e Sara Miranda (Directora de Comunicação e Responsabilidade Corporativas), em representação do Grupo Jerónimo Martins.
 
Cartões “Para as Compras do Dia-a-Dia” para combater a subnutrição e isolamento social
O primeiro projecto, que vai ser desenvolvido em cooperação entre a Fundação Biedronka e a Caritas Polska, é o programa “Para as Compras do Dia-a-Dia”. Em 2020, serão abrangidos 10.000 seniores necessitados. Entre Abril deste ano e Janeiro de 2021, irão receber apoio financeiro com um valor mensal de 100 ou 150 zlótis (cerca de 23 ou 35 euros) num cartão pré-pago que pode ser usado para compras na Biedronka.
Os beneficiários deste programa podem contar com o apoio de um voluntário da Cáritas, para os ajudar nas compras ou acompanhar nas suas actividades diárias. Adicionalmente, como parte da colaboração com a Caritas Polska, Diocese Caritas e a Fundação Biedronka, a população sénior vai poder participar em outras actividades, como por exemplo, visitas e excursões com o objectivo de reforçar os laços socais e combater o isolamento. 
 
[i] GUS, https://stat.gov.pl/obszary-tematyczne/osoby-starsze/osoby-starsze/sytuacja-osob-starszych-w-polsce-w-2018-roku,2,1.html

[ii] GUS, https://stat.gov.pl/obszary-tematyczne/ludnosc/prognoza-ludnosci/prognoza-ludnosci-na-lata-2014-2050-opracowana-2014-r-,1,5.html
 

Tags:

Subscrever