JLL quer reduzir emissões de carbono em mais de dois terços

Para assinalar o Dia Mundial da Terra, que se assinala hoje, a JLL tem o prazer de anunciar que a iniciativa Science Based Target (SBTi) aprovou a sua meta científica de redução de emissões de carbono, alinhada com a ambição firmada no Acordo de Paris em manter o aumento médio das temperaturas do planeta abaixo dos 1,5ºC.

A meta compromete a JLL a reduzir as suas emissões de carbono de âmbito 1 e 2 em 68% até 2034, tendo 2018 como ano base. O objetivo abrange as emissões de carbono dos mais de 400 escritórios em 40 países ocupados globalmente pela JLL, bem como as instalações geridas pela consultora e a gestão de frotas e mobilidade, incluindo os carros da empresa. A JLL também se comprometeu a reduzir as emissões de âmbito 3 dos imóveis que gere para os seus clientes em 53% por pé quadrado (sq. foot) no mesmo período.

“À medida que o mundo navega na pandemia do coronavírus, dando resposta a necessidades imediatas e tentando construir um caminho para a recuperação, é vital não perdermos o foco nos riscos globais de longo-prazo trazidos pelas alterações climáticas. Apesar das quedas temporárias nas emissões de carbono, 2020 continua a ser um ano crítico para a ação climática”, disse Christian Ulbrich, CEO da JLL.

E acrescenta: “A JLL está determinada em cumprir o seu papel na íntegra, trabalhando com os clientes na construção de um futuro melhor para as novas gerações, através do imobiliário. A nossa ambiciosa meta é estabelecida com base em princípios científicos e pretende cortar as emissões de carbono geradas nas nossas próprias operações em quase 70%. Além disso, estamos a investir em dar escala às nossas ferramentas, competências e conhecimentos especializados para ajudar os clientes a também reduzirem as suas emissões e cumprirem os objetivos de sustentabilidade”.

A meta será alcançada através de quatro linhas de ação ao nível das emissões de âmbito 1 e 2:

·         Ocupar novos espaços de escritórios altamente eficientes e apostar na eficiência energética no portfólio de escritórios já existentes da JLL;

·         Reduzir as emissões das frotas automóveis da JLL, passando a optar por veículos elétricos, de baixa emissão e combustíveis alternativos;

·         Utilizar energia renovável no portfólio de escritórios da JLL;

·         Sempre que a energia renovável não esteja disponível, adquirir certificados de energia renovável.

No que diz respeito às reduções de âmbito 3 determinadas pela SBT, a meta será atingida através de parcerias com os 50 principais clientes, focando-se na eficiência energética e em programas de redução de emissões.

Através do seu programa global de sustentabilidade Building a Better Tomorrow, a empresa já alcançou - ou está prestes a alcançar – todos as metas de sustentabilidade estabelecidas nos quatro pilares que sustentam a sua estratégia: Clientes, Pessoas, Espaços de Trabalho e Comunidades.

Em 2019, os nossos profissionais da área da sustentabilidade trabalharam com mais de 90% dos 50 maiores clientes para implementar melhorias de sustentabilidade nos seus portfólios.

No ano passado, a JLL alcançou também o primeiro standard de dupla platina em edifícios no seu escritório de Xangai no HKRI Taikoo Hui. A esta distinção seguiu-se uma nova conquista do escritório da JLL em Hong Kong no One Taikoo Place, que recebeu a pontuação mais alta na cidade em design de ambiente e energia.

“Em Portugal estamos mais comprometidos do que nunca em contribuir para a redução das emissões de carbono. Esta é não só uma meta da empresa como também uma causa pessoal dos nossos colaboradores, e isso vê-se até em pequenos gestos no quotidiano. Numa abordagem mais estrutural, estamos já a implementar várias medidas para cortar as emissões geradas na nossa operação e a trabalhar ativamente com vários clientes para que consigam também implementar planos de redução da sua pegada carbónica. Portugal é uma referência positiva para o grupo JLL em muitos indicadores de negócio e dinâmica das equipas. Queremos também conseguir essa discriminação positiva a nível das reduções carbónicas”, comenta Pedro Lancastre, diretor geral da JLL Portugal. 

A JLL continua a disponibilizar aos seus colaboradores locais de trabalho saudáveis e sustentáveis, e é globalmente reconhecida como um empregador de topo pela diversidade e pela liderança na representatividade e progressão das mulheres. Em Portugal, a empresa tem uma equipa de liderança onde 50% são mulheres e 50% são homens. Em termos gerais, 57% dos colaboradores são mulheres.

Também através do programa Building a Better Tomorrow, a JLL encoraja os seus colaboradores a apoiarem as causas que mais gostam, de acordo com os objetivos de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas. No Reino Unido, a JLL apoiou 1.200 pessoas em situação de sem-abrigo a encontrarem uma casa. Em parceria com a Feeding America, a JLL está em condições de fornecer um milhão de refeições para carenciados nos Estados Unidos. Na Índia, os colaboradores da JLL estão a capacitar mulheres entre os 16 e os 21 anos com competências de formação e a permitir que adolescentes em comunidades rurais possam concretizar as suas competências vocacionais. Em Portugal, a equipa escolheu associar-se à ComVidas no apoio ao idoso, fazendo a ponte entre alguns dos seus clientes de retalho (restauração) de forma a fornecer refeições a idosos, entre outras iniciativas. Até ao final de 2020, os colaboradores da JLL estarão em condições de concretizar 15.000 dias de voluntariado, uma contribuição recorde.

Sobre a JLL

A JLL (NYSE:JLL) é uma empresa líder de serviços profissionais especializada em imobiliário e gestão de investimento. A JLL está a construir o futuro do imobiliário para um mundo melhor, utilizando a mais avançada tecnologia para criar oportunidades vantajosas, espaços extraordinários e soluções imobiliárias sustentáveis para os seus clientes, as suas equipas e a comunidade. A JLL é uma empresa que integra o índice Fortune 500 com receitas anuais de $18 mil milhões, operações em mais de 80 países e uma equipa global de 93.000 profissionais (à data de 31 de dezembro de 2019). JLL é a designação e marca comercial registada pela Jones Lang LaSalle Incorporated. Para mais informações, visite www.jll.com

Sobre o SBTi

A iniciativa Science Based Targets (SBTi) é uma parceria entre a CDP, a United Nations Global Compact, a World Resources Institute (WRI) e o World-Wide Fund for Nature (WWF). As metas científicas são objetivos de redução de emissões de carbono em linha com as mais atuais conclusões da ciência climática sobre o que é necessário para prevenir os piores impactos das alterações no clima. A SBTi define e promove as melhores práticas no estabelecimento de metas científicas e avalia as metas das empresas de forma independente. Clique aqui para mais informação.

Tags:

Sobre nós

Empresa de serviços financeiros e profissionais especializada em serviços de imobiliário e gestão de investmento, desenvolvendo a sua atividade nos mercados de escritórios e retalho, nas áreas de agência, investimento, corporate solutions, consultoria e avaliações, gestão de imóveis, arquitectura/obras e research.

Subscrever