Ocupação de escritórios atinge 147.412 m2 a três meses do final do ano

Mercado está em patamares semelhantes aos de 2018. Atividade em setembro soma 11.404 m2, revela Office Flashpoint da JLL

Entre janeiro de setembro de 2019, as empresas ocuparam 147.412 m2 de escritórios na região de Lisboa, um volume que se situa 2% acima dos 144.273 m2 tomados em igual período do ano passado, revela a JLL no seu mais recente Office Flashpoint. A consultora detém uma quota de 36% da área negociada neste período, afirmando a sua liderança no mercado.
 
Em comentário ao desempenho do mercado em 2019, Mariana Rosa, Head of Office / Logistics Agency & Transaction Management da JLL, afirma:É um balanço muito positivo, pois não só 2018 foi um ano histórico para a ocupação, como o mercado tem que lidar com a falta de oferta num momento em que a procura está mesmo muito ativa. Este ano surgiram apenas cerca de 50.700 m2 de novos escritórios, metade dos quais já ficaram concluídos no 1º semestre e com ocupação a 100%”.
 
A responsável acredita que, mesmo neste cenário em que a oferta não acompanha o ritmo da procura, a ocupação em 2019 possa situar-se entre 190.000 e 200.000 m2. “Se considerarmos a ocupação média mensal de cerca de 16.500 m2 registada até setembro, a atividade encerraria 2019 nos 198.000 m2. Fica próximo do valor recorde do ano passado, de 206.000 m2, e muito acima (cerca de 23%) da média dos últimos cinco anos, que se situava nos 159.000 m2. Tudo isto num contexto em que a oferta não consegue dar resposta à procura latente. Assim que começarem a surgir os novos projetos, o mercado vai acelerar e os próximos três anos deverão ser de grande atividade para a ocupação de escritórios”. 
 
De acordo com o relatório mensal agora divulgado, entre janeiro e setembro registaram-se 130 operações de ocupação de escritórios em Lisboa, das quais 29 dizem respeito a áreas superiores a 1.000 m2, impulsionando, assim, a área média por transação para os 1.134 m2.

Tags:

Sobre nós

Empresa de serviços financeiros e profissionais especializada em serviços de imobiliário e gestão de investmento, desenvolvendo a sua atividade nos mercados de escritórios e retalho, nas áreas de agência, investimento, corporate solutions, consultoria e avaliações, gestão de imóveis, arquitectura/obras e research.

Subscrever