Mobility Monitor conclui: recolha de dados dos veículos são grande preocupação dos condutores

  • Condutores portugueses são os mais dispostos a partilhar os seus dados de condução
A LeasePlan, em conjunto com a Ipsos, uma das principais empresas internacionais de research, lançou recentemente a edição “Dados dos Veículos e Privacidade” do seu Mobility Monitor anual.
 
A pesquisa anual revela que a recolha de dados dos veículos são uma das principais preocupações dos condutores, com mais da metade dos entrevistados preocupados com os dados que estão a ser recolhidos dos seus carros e por quem.
 
As principais conclusões da edição “Dados dos Veículos e Privacidade” do Mobility Monitor são:
  • A recolha de dados dos veículos são uma das principais preocupações para muitos entrevistados, com a maioria (53%) preocupada com quem detém os dados recolhidos dos seus veículos. Além disso, 52% estão preocupados com os dados pessoais que ficam nos veículos após serem devolvidos/vendidos, enquanto 49% estão preocupados com os dados que são partilhados com terceiros.
  • A grande maioria dos entrevistados está disposto a partilhar dados (anonimamente) se isso tiver um benefício na sua experiência de condução. Isso é especialmente verdade se a partilha de dados: reduzir o congestionamento do tráfego e o tempo de viagem (70% dos entrevistados dispostos a partilhar), reduzir os custos de combustível e manutenção (70%), reduzir as emissões de veículos (68%) ou melhorar o desempenho do veículo (66%).
  • O anonimato é um requisito essencial para os condutores partilharem os seus dados. Em todos os casos referidos, quase metade dos entrevistados só estaria disposto a partilhar dados do veículo se fossem feitos anonimamente.
  • As principais preocupações dos condutores portugueses são: 49% preocupados com a partilha de dados com terceiros; 50% preocupados com quem detém os dados e 54% preocupados com os dados pessoais que ficam nos veículos após serem devolvidos/vendidos.
  • Os portugueses estão dispostos a partilhar dados para: 83% para reduzir o congestionamento do tráfego e tempo de viagem; 81% para melhorar o desempenho do veículo; 81% para reduzir as emissões dos veículos e 84% para reduzir o consumo e os custos de manutenção.
O Mobility Monitor é uma pesquisa internacional que conta com a participação de mais de 4.000 condutores em 16 países diferentes sobre os grandes problemas enfrentados pelos condutores e pela indústria automóvel.
 
Tex Gunning, CEO da LeasePlan, refere: "Os dados do veículo oferecem uma grande oportunidade para tornar a condução mais segura e sustentável – mas a recolha desses dados deverá realizar-se com o consentimento dos condutores. A indústria automóvel precisa de intensificar e tornar muito mais fácil para os condutores perceberem quais os dados que estão a ser recolhidos e com que objetivo. Os condutores também precisam de uma solução de escolha simples, isto é, se quiserem apagar os seus dados pessoais, deverão poder fazê-lo. Na nossa opinião, só podemos dar tranquilidade aos condutores se criarmos um 'servidor neutro' para os dados do veículo. Isso agregaria dados de cada veículo anonimamente e daria aos condutores muito mais controlo sobre quais os dados que são partilhados, impedindo que uma empresa tenha o monopólio dos dados.”

A edição do “Dados dos Veículos e Privacidade” do Mobility Report deste ano está disponível para download em: https://www.leaseplan.com/corporate/news-and-media/newsroom  
 
Notas aos editores:
  • O LeasePlan Mobility Monitor é uma pesquisa anual da opinião das pessoas sobre os assuntos mais importantes que a indústria enfrenta, produzido em parceria com a Ipsos, a principal. empresa de pesquisa.
  • A pesquisa é realizada em 16 países, incluindo: Bélgica, Dinamarca, França, Alemanha, Grécia, Itália, Luxemburgo, Países Baixos, Polónia, Portugal, Roménia, Espanha, Suécia, Turquia, Reino Unido e Estados Unidos.
  • Na visão da LeasePlan, os dados dos veículos cada vez mais inteligentes não devem acabar numa caixa negra controlada exclusivamente pelo fabricante do veículo. Em vez disso, os dados devem estar num 'servidor neutro'. Esses servidores seriam operados e financiados não pelos fabricantes, mas por uma entidade independente.
  • Com um servidor neutro, os dados individuais podem ser agregados anonimamente e podem ser usados para melhorar a experiência de condução. As autoridades locais poderiam, por exemplo, usar dados dos veículos para descobrir como lidar com o problema de congestionamento nas cidades ou como tornar os chamados "pontos negros" mais seguros. A condição é que o servidor neutro seja independente, supervisionado e garanta a privacidade de todos.
  • A primeira vez que a LeasePlan defendeu um servidor neutro foi num artigo para o Het Financieele Dagblad, que está disponível para leitura em inglês aqui ou em holandês aqui.
  • Em 2019, a LeasePlan divulgou a edição de Veículos Elétricos e Sustentabilidade do seu Mobility Monitor que está disponível para download aqui.

Nota: informação, imagem e estudo em anexo.

Tags:

Sobre nós

Grupo internacional de renting e gestão de frotas, fornecendo soluções de mobilidade para mais de 1,62 milhões de veículos em 33 países. Presente no mercado nacional desde 1993, a LeasePlan Portugal gere cerca de 98 mil veículos, dos quais 47 mil são renting de nossa propriedade.

Subscrever

Media

Media