Cidadãos dos oito municípios da Lipor unidos na aposta pela Reciclagem

No 1º semestre de 2021 a LIPOR recebeu cerca de 30 340,80 toneladas de materiais entregues para reciclagem* nos Ecopontos, Ecocentros e Zonas de Recolha Seletiva Porta a Porta, o que significa um crescimento de cerca de 4% relativamente ao período homólogo de 2020, essencialmente no papel/cartão, plástico e vidro.
 
Estes valores são fruto do forte investimento e da aposta que a LIPOR e os Municípios associados têm desenvolvido, com vista a maximizar e incrementar a quantidade de materiais a enviar para reciclagem.
 
No mesmo período recebemos 19 655,79 toneladas de biorresíduos recolhidos seletivamente, resultado que, comparativamente a 2020, representa um aumento de 5,71%, justificado pela aposta na implementação de mais projetos de recolha porta a porta e do retorno parcial da atividade da restauração (fruto do desconfinamento).
 
Uma excelente notícia é o significativo decréscimo na produção global de lixo. 189 250,34 toneladas rececionadas (-3,80% que no mesmo período de 2020), material que, no entanto, não tem como destino final o Aterro Sanitário. A LIPOR aproveitou todo o seu potencial valorizando-o na sua Central de Valorização Energética o que permitiu, neste 1º semestre de 2021, a exportação para a rede nacional da EDP de 82 312 MWh de energia elétrica.
 
Os produtos LIPOR - nomeadamente os Recicláveis (papel e cartão, plásticos, vidro e metais), o Composto Orgânico Nutrimais® e a Energia Elétrica exportada - tiveram um impacto positivo na redução de emissões para a atmosfera noutros setores económicos na ordem das 55.674 tCO2e (ver Nota 1).
 
O Projeto LIPOR conseguiu, em pouco mais de 20 anos, criar um Sistema de Valorização de resíduos com parâmetros ambientais de excelência internacional, que eliminou todas as lixeiras da região, reduziu o envio de resíduos para Aterro a valores mínimos valorizando, assim, praticamente 100% dos seus resíduos, elevando a qualidade de vida de mais de 1 milhão de habitantes do Grande Porto. A LIPOR quer continuar a apostar na prevenção, na reutilização, na reciclagem, na valorização energética, na descarbonização e no investimento em Sistemas e Infraestruturas cada vez mais modernos de tratamento de resíduos e a consequente eliminação dos Aterros. 
 
Legenda:
* Embalagens de Papel e Cartão + Vidro + Embalagens de Plástico e Metal + Esferovite + Sucatas + Tampinhas
 
BIORRESÍDUOS: Resíduos Verdes + Resíduos Verdes Cemitérios + Resíduos Alimentares
 
Nota 1: Impacto indireto (emissões evitadas) dos produtos LIPOR que concorrem para a substituição de atividades mais intensivas em carbono: 1) Utilização de recicláveis nas atividades económicas (que evitam a produção de materiais virgens indústria); 2) Aplicação do composto Nutrimais (que substitui a produção de fertilizantes sintéticos azotados) e, 3) Produção elétrica por combustíveis fósseis.

Sobre a LIPOR
 
A LIPOR é a entidade responsável pela gestão, valorização e tratamento dos resíduos urbanos produzidos pelos Municípios associados: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde.
 
A LIPOR trata anualmente cerca de 500 mil toneladas de resíduos urbanos produzidos por 1 milhão de habitantes. Sustentada nos modernos conceitos de gestão de RU, a LIPOR desenvolveu uma estratégia integrada de valorização, tratamento e confinamento dos RU, baseada em três componentes principais: Valorização Multimaterial, Valorização Orgânica e Valorização Energética, complementadas por um Aterro Sanitário para receção dos rejeitados e de resíduos previamente preparados.
 
Ao assumir de forma clara que a gestão de resíduos é realizada na ótica do recurso, a LIPOR firma todos os esforços na sua valorização mais adequada, abordagem esta que tem por base a projeção de um modelo circular de negócios, e é sustentada por projetos demostrativos das práticas circulares de suporte. A atuação da Organização permite consolidar um posicionamento que se preconiza pela criação de valor no ciclo produtivo, caracterizado pela reintrodução do “resíduo” como “recurso” na cadeia de valor.
A nível nacional, a LIPOR pretende ser impulsionadora da temática da Economia Circular, através da partilha de novas estratégias e procura de soluções mais eficazes.

Tags:

Media

Media