Congresso Mundial da ISWA (Associação Internacional para a Gestão de Resíduos) apresentado em Lisboa

Decorreu hoje, dia 25 de julho, pelas 11h30, no Hotel Radisson Blu Lisboa, a apresentação oficial, em Portugal, do Congresso Mundial da ISWA, edição 2019.

Fruto da crescente participação de profissionais portugueses em edições anteriores do Congresso, da relação de cooperação que Entidades Nacionais mantém com a ATEGRUS e a própria ISWA, bem como da proximidade geográfica do local de realização do Congresso (Bilbau), Entidades Portuguesas desafiaram a Organização do Evento a apresentar em Portugal o ISWA 2019 World Congress.

O Congresso Mundial da ISWA, International Solid Waste Association, vai realizar-se este ano em Bilbau, Espanha de 7 a 9 de outubro próximo. É um Evento que reúne sempre participantes de cerca de 80 países; abrange as mais importantes áreas da gestão de resíduos e proporciona também uma oportunidade para benchmarking (análise comparativa), conhecimento de novas tendências no Setor e ponto de encontro de profissionais, investigadores e responsáveis políticos.

Desde o seu início, o Congresso da ISWA tem sido considerado como o principal evento na área da gestão de resíduos que se realiza em todo o mundo.

Esta será a 29ª edição do evento e espera-se que atraia mais de 1.200 delegados de todo o mundo. Está a ser organizado pela ATEGRUS, (Membro da ISWA em Espanha). O Congresso será baseado num programa científico focado na gestão sustentável de resíduos, economia circular e eficiência no uso de recursos, destacando, ainda, outras estratégias futuras.

O tema central no qual a ISWA 2019 irá focar-se será a “Economia Circular. O que está a fazer?”, será discutido em torno de seis temas principais, que visam responder às questões que são levantadas no momento atual e cobrir vários tópicos:

1- Cidades Sustentáveis

Limpeza de locais públicos; redução, reutilização e reciclagem; recolha e transporte; fim do ciclo de vida; gestão têxtil; resíduos de embalagens; recuperação de energia; biorresíduos, mineração urbana, etc.

2- Tecnologias em Gestão de Resíduos

IDI, robótica, tratamento biológico, resíduos perigosos, recuperação energética, eficiência

3- Inovação Digital

Big data, inteligência artificial, a internet das coisas, quarta revolução industrial em WM.

4- Mudança Climática

Empregos verdes, novas oportunidades, economia de baixo carbono, problemas de elevada produção de resíduos.

5- Inovação Social

Educação e comunicação; gestão de resíduos sanitários; consumo sustentável; gestão de resíduos em países emergentes; governação e assuntos legais; planeamento de gestão de resíduos; financiamento; Novas cidades de transição.

6- Lixo Marinho

Evitar a descarga descontrolada, tipos de resíduos plásticos que atingem os oceanos, Microplásticos, plásticos reciclados.

O congresso contará com cerca de 300 palestrantes e será realizado em mais de 6 salas paralelas por 3 dias, incluindo, como novidade nesta edição, uma sessão especial na América Latina e no Caribe. As sessões técnicas serão concluídas com debates e reuniões de diferentes grupos de trabalho da ISWA, além de networking, uma das melhores estratégias para fazer negócios e para colocar empresas e entidades em contato. Completando tudo isso com uma área de exposição, um programa social e visitas técnicas.

Sobre a ISWA

O objetivo declarado da ISWA é a promoção e desenvolvimento de uma gestão sustentável e profissional de resíduos em todo o mundo.

A ISWA trabalha para proteger o bem-estar das pessoas e do meio ambiente, bem como para garantir a gestão sustentável dos recursos, facilitando, para isso, diferentes ferramentas científicas, económicas e sociais.

Sobre a ATEGRUS

A ATEGRUS - Associação Técnica para a Gestão de Resíduos e Meio Ambiente - é uma associação sem fins lucrativos criada há mais de 40 anos com o objetivo de assessorar e  prestar serviços a instituições, empresas e técnicos, com o objetivo de melhorar a utilização dos recursos naturais, reduzindo a produção de resíduos e os efeitos do seu tratamento e reduzindo o impacto no meio ambiente através da implementação de procedimentos e soluções eficazes.

Sobre a LIPOR

A LIPOR é a entidade responsável pela gestão, valorização e tratamento dos resíduos urbanos produzidos pelos Municípios associados: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde.

A LIPOR trata anualmente cerca de 500 mil toneladas de resíduos urbanos produzidos por 1 milhão de habitantes. Sustentada nos modernos conceitos de gestão de RU, a LIPOR desenvolveu uma estratégia integrada de valorização, tratamento e confinamento dos RU, baseada em três componentes principais: Valorização Multimaterial, Valorização Orgânica e Valorização Energética, complementadas por um Aterro Sanitário para receção dos rejeitados e de resíduos previamente preparados.

Ao assumir de forma clara que a gestão de resíduos é realizada na ótica do recurso, a LIPOR firma todos os esforços na sua valorização mais adequada, abordagem esta que tem por base a projeção de um modelo circular de negócios, e é sustentada por projetos demostrativos das práticas circulares de suporte. A atuação da Organização permite consolidar um posicionamento que se preconiza pela criação de valor no ciclo produtivo, caracterizado pela reintrodução do “resíduo” como “recurso” na cadeia de valor.

A nível nacional, a LIPOR pretende ser impulsionadora da temática da Economia Circular, através da partilha de novas estratégias e procura de soluções mais eficazes.

Tags:

Sobre nós

Empresa de reciclagem e gestão de resíduos.

Media

Media