Projeto Resíduos Verdes 2020 promove a Recolha Gratuita de Resíduos Verdes na Póvoa de Varzim

No âmbito do Projeto de Recolha Seletiva de Resíduos Verdes, a Lipor e os seus Municípios Associados pretendem a redução da quantidade de resíduos verdes presentes na fração indiferenciada.
Este mês junta-se aos circuitos já implementados nos diferentes municípios da Lipor, o Município da Póvoa de Varzim. Assim, a partir de hoje, os cidadãos podem separar os resíduos verdes que produzem nos seus jardins e encaminhar para recolha através de um sistema complementar, que inclui Serviços Gratuitos de Recolha a Pedido, recolha Porta à Porta para zonas abrangidas ou Sistemas de Proximidade, depositando os resíduos verdes em feixe ou em saco junto ao contentor indiferenciado em dia e horário definido.
 
Os resíduos verdes são matéria-prima! Com o encaminhamento desta tipologia de resíduos para a valorização orgânica, torna-se possível a sua transformação e a produção de um adubo natural de alta qualidade – o NUTRIMAIS.
A implementação deste projeto, permitiu, ainda em 2018 a recolha e valorização orgânica de 26.750 toneladas de resíduos verdes, traduzindo-se num aumento de 14% face aos resultados de 2017.
 
Ao mesmo tempo este projeto permite a redução da quantidade de resíduos verdes e orgânicos presentes na fração indiferenciada dos resíduos urbanos e contribuindo para o atingimento das metas previstas no PAPERSU até 2020, na preparação para a reutilização e reciclagem de resíduos biodegradáveis.
 
Colabore com esta iniciativa e continue a promover a Economia Circular, através do aproveitamento e encaminhamento correto dos resíduos produzidos.
 

Saiba mais sobre o projeto em: https://www.lipor.pt/pt/servicos/projetos-de-recolha/residuos-verdes/

Sobre a LIPOR
 
A LIPOR é a entidade responsável pela gestão, valorização e tratamento dos resíduos urbanos produzidos pelos Municípios associados: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde.
 
A LIPOR trata anualmente cerca de 500 mil toneladas de resíduos urbanos produzidos por 1 milhão de habitantes. Sustentada nos modernos conceitos de gestão de RU, a LIPOR desenvolveu uma estratégia integrada de valorização, tratamento e confinamento dos RU, baseada em três componentes principais: Valorização Multimaterial, Valorização Orgânica e Valorização Energética, complementadas por um Aterro Sanitário para receção dos rejeitados e de resíduos previamente preparados.
 
Ao assumir de forma clara que a gestão de resíduos é realizada na ótica do recurso, a LIPOR firma todos os esforços na sua valorização mais adequada, abordagem esta que tem por base a projeção de um modelo circular de negócios, e é sustentada por projetos demostrativos das práticas circulares de suporte. A atuação da Organização permite consolidar um posicionamento que se preconiza pela criação de valor no ciclo produtivo, caracterizado pela reintrodução do “resíduo” como “recurso” na cadeia de valor.
A nível nacional, a LIPOR pretende ser impulsionadora da temática da Economia Circular, através da partilha de novas estratégias e procura de soluções mais eficazes.

Sobre o Projeto RV 2020
 
A Valorização Orgânica, através da Compostagem dos resíduos constitui uma forma de valorização de grande importância nas políticas de gestão de resíduos sólidos, sendo uma das principais linhas de orientação, referidas pelo PERSU – Plano Estratégico de Resíduos Sólidos Urbanos e na estratégia nacional para a redução de RUB destinados aos aterros.
 
Promover a valorização de todas as componentes dos resíduos, nomeadamente a orgânica, é assim, um objetivo prioritário da LIPOR.
 
No âmbito da estratégia definida, o Projeto Resíduos Verdes 2020 promove o desenvolvimento de ações que contribuem para o atingimento das metas previstas no PAPERSU até 2020, na preparação para a reutilização e reciclagem.
 
As ações promovidas pela Lipor em estreita colaboração com os seus Municípios Associados, no âmbito do Projeto Resíduos Verdes 2020, visam atingir os seguintes objetivos:
 

  • Aumentar os quantitativos da recolha seletiva de resíduos verdes nos 8 Municípios;
  • Reduzir o potencial de recicláveis verdes na fração indiferenciada de resíduos urbanos, enviada para valorização energética;
  • Aumentar a utilização por parte da população dos serviços disponibilizados, nomeadamente, Ecocentros, Parques de Verdes ou Serviços Dedicados de Recolha Seletiva;
  • Criar e manter hábitos de separação de resíduos verdes em nichos caracterizados por uma elevada produção;
  • Sensibilizar o público-alvo levando-o à adoção de práticas equilibradas de gestão de resíduos.

Tags:

Sobre nós

Empresa de reciclagem e gestão de resíduos.

Media

Media