SEMENTE recebe donativo de 50.000,00€ do fundo “Ferrovial Juntos Covid-19”

A Ferrovial, através da Ferrovial Serviços, uma das maiores empresas privadas na área dos serviços urbanos e infraestruturas em Portugal, realizou uma doação de 150.000 euros a quatro instituições do país que lutam contra a Covid-19, nomeadamente a SEMENTE-Associação de Voluntários LIPOR, a Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação da Maia, a Santa Casa da Misericórdia do Porto (SCMP) e o Hospital Distrital de Santarém EPE.

A doação provém do fundo “Ferrovial Juntos Covid-19” que ajuda organizações e governos a combater a pandemia da Covid-19 em todo o mundo.

A SEMENTE prontifica-se a desenvolver e implementar o “Projeto ECO – Educar. Cuidar. Orientar.”, alvo de candidatura, que tem como objetivo o apoio a cerca de 1000 cidadãos e respetivas famílias que venham a passar por graves carências económicas e sociais, fruto da recessão económica que se avizinha no cenário pós-pandémico. O Projeto vai ainda contribuir para a diminuição da taxa de desemprego, combater a taxa de insucesso escolar, diminuir o isolamento social, potenciar o acesso a cuidados de saúde e fomentar a alimentação diversificada e saudável destas famílias.

A SEMENTE – Associação de Voluntários LIPOR, recebeu o donativo de 50.000 euros da Ferrovial, através da Ferrovial Serviços, a 18 de junho, na oportunidade de uma visita às suas instalações. Nesta oportunidade foi ainda assinado o Acordo de Colaboração entre as duas entidades, SEMENTE e Ferrovial, que formaliza os compromissos de ambas as partes.

O evento contou com a presença do CEO da Ferrovial Serviços, Tiago Borges, do CEO da LIPOR, Fernando Leite e da Presidente da Direção da SEMENTE, Susana Abreu.

Sobre a LIPOR

A LIPOR é a entidade responsável pela gestão, valorização e tratamento dos resíduos urbanos produzidos pelos Municípios associados: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde.

A LIPOR trata anualmente cerca de 500 mil toneladas de resíduos urbanos produzidos por 1 milhão de habitantes. Sustentada nos modernos conceitos de gestão de RU, a LIPOR desenvolveu uma estratégia integrada de valorização, tratamento e confinamento dos RU, baseada em três componentes principais: Valorização Multimaterial, Valorização Orgânica e Valorização Energética, complementadas por um Aterro Sanitário para receção dos rejeitados e de resíduos previamente preparados.

Ao assumir de forma clara que a gestão de resíduos é realizada na ótica do recurso, a LIPOR firma todos os esforços na sua valorização mais adequada, abordagem esta que tem por base a projeção de um modelo circular de negócios, e é sustentada por projetos demostrativos das práticas circulares de suporte. A atuação da Organização permite consolidar um posicionamento que se preconiza pela criação de valor no ciclo produtivo, caracterizado pela reintrodução do “resíduo” como “recurso” na cadeia de valor.

A nível nacional, a LIPOR pretende ser impulsionadora da temática da Economia Circular, através da partilha de novas estratégias e procura de soluções mais eficazes.

Sobre a SEMENTE

A SEMENTE – Associação de Voluntários LIPOR, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), cuja atuação passa por promover o bem-estar social da comunidade, através da realização de ações, campanhas e eventos ligados ao Voluntariado, Solidariedade e Apoio Social.

A Associação conta com a participação de cerca de 105 Voluntários, Colaboradores da LIPOR - Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto e respetivos familiares.

A SEMENTE promove a sua atuação nos 8 Municípios associados da LIPOR – Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde.

Sobre o fundo “Ferrovial Juntos Covid-19”

O fundo internacional “Ferrovial Juntos Covid-19” foi criado com o objetivo de fazer doações a instituições de saúde, universidades e centros de investigação ou desenvolvimento; assim como a Organizações não Governamentais para um conjunto de projetos destinados à aquisição de material de saúde e equipamentos médicos, à investigação de soluções farmacológicas ou vacinas, para combater os efeitos da pandemia provocada pela COVID-19. Para além disso, as doações irão, também, ajudar grupos vulneráveis ou em risco de exclusão, consequência da atual crise sanitária.

Com uma contribuição inicial de 5 milhões de euros da Ferrovial, realizou-se uma iniciativa de angariação de fundos entre todos os colaboradores da empresa, administradores, acionistas e fornecedores para aumentar o montante. Para este efeito, foram abertas contas para os donativos em Portugal, Espanha, Chile, EUA e Reino Unido, comprometendo-se a Ferrovial a duplicar o valor angariado até um máximo de 10 milhões de euros.

Tags:

Media

Media