ESTUDO DEMONSTRA SUPERIORIDADE DA DESNERVAÇÃO RENAL EM DOENTES COM HIPERTENSÃO ARTERIAL VERSUS PROCEDIMENTO POR SIMULAÇÃO

Estudo apresentado no ACC.20/WCC e publicado em simultâneo no The Lancet, demonstra reduções significativas da pressão arterial alcançadas com a Desnervação Renal na ausência de medicamentos anti-hipertensivos

Durante o maior congresso mundial de cardiologia, o American College of Cardiology / World Congress of Cardiology – que decorreu de forma completamente virtual pela primeira vez devido ao COVID-19 – foram anunciados os resultados clínicos do Estudo Pivotal SPYRAL HTN-OFF MED.

O estudo prospetivo foi realizado em doentes com hipertensão não-controlada e sem toma de medicação anti-hipertensiva, e atingiu o objetivo de eficácia tanto na monitorização ambulatória da pressão arterial sistólica (MAPA 24h), como na medição em consultório (OSBP, sigla em inglês). Com uma probabilidade de >99,9%, a Desnervação Renal (RDN, sigla em inglês para Renal Denervation) mostrou-se superior no tratamento da hipertensão arterial  versus o procedimento controlado por simulação  (sham control). Dos resultados é ainda de destacar a não-ocorrência de eventos major de segurança durante os três meses da análise.

O Estudo Pivotal SPYRAL HTN-OFF MED  avaliou 331 doentes – 166 dos quais aleatoriamente escolhidos para RDN, um procedimento minimamente invasivo destinado a regular os nervos hiperativos do rim, diminuindo a sua atividade que é considerada a causa de hipertensão. Os resultados demostraram uma redução estatisticamente significativa da pressão arterial medida em consultório e em ambulatório aos três meses, nos doentes submetidos à técnica de RDN (uma redução de 9,2 mm Hg na pressão arterial sistólica medida na consulta e de 4,7 mm Hg na pressão arterial sistólica medida através do MAPA 24 horas). As reduções da pressão arterial foram mantidas de forma consistente durante o dia e a noite, um benefício importante para os doentes com hipertensão arterial  em que o risco de ocorrência de eventos cardiovasculares é maior durante o período noturno. Os medicamentos anti-hipertensivos (se prescritos) foram descontinuados por pelo menos três semanas antes da aleatorização.

"Estes resultados emocionantes demonstram definitivamente que a RDN baixa a pressão arterial ao longo das 24 horas", disse o Prof. Michael Böhm, M.D., Ph.D., Diretor do Serviço de Cardiologia do University Hospital Homburg/Saar, na Alemanha. "Estes novos resultados complementam o Programa SPYRAL, reforçando ainda mais o papel da RDN como uma opção de tratamento para doentes com hipertensão não-controlada".

Aos três meses, o estudo demonstrou que:

§A RDN foi superior ao procedimento por simulação em todas as medições da pressão arterial sistólica e diastólica (MAPA 24 horas e em consultório).

§A RDN teve reduções significativamente maiores da pressão arterial sistólica comparativamente com o procedimento por simulação, tanto na medição através de MAPA 24 horas (4,0 mmHg, p<0,001)>

"A adesão à terapia é uma dificuldade para muitos doentes com hipertensão não-controlada, desta forma  acreditamos que este avanço poderá ajudar os clínicos a trabalhar com os doentes no controlo da sua pressão arterial alta", disse Dave Moeller, vice presidente da divisão Coronary and Renal Denervation, que faz parte do Cardiac and Vascular Group (CVG)  da Medtronic. "A Medtronic está empenhada no desenvolvimento e investigação no campo da RDN e na resposta às necessidades não atendidas na gestão da hipertensão a nível global".

A hipertensão é a patologia que sozinha mais contribui para a morte por doença cardiovascular e aumenta drasticamente o risco de enfarte, AVC, insuficiência cardíaca e insuficiência renal. Estima-se que os custos diretos anuais da hipertensão rondem os 400 mil milhões de dólares em todo o mundo. Estima-se ainda que quase 20% dos doentes não aderem por completo às terapias orais, enquanto cerca de metade não adere parcialmente à toma diária de medicação, dados que vêm destacar a necessidade de opções alternativas de tratamento.

O Pivotal SPYRAL HTN-OFF MED integra o programa global de estudos clínicos SPYRAL HTN e acompanha os estudos SPYRAL HTN-ON MED e SPYRAL DYSTAL. Juntamente com o Global Symplicity Registry, realizado fora dos Estados Unidos da América, o programa de RDN da Medtronic inclui mais de 4 mil doentes, avaliados na presença e na ausência de medicação, e em doentes com alto risco cardiovascular. Aprovado para uso comercial em mais de 60 países em todo o mundo, o sistema Symplicity Spyral é limitado para uso em investigação nos Estados Unidos, Japão e Canadá.

 
Sobre a Medtronic
A Medtronic (www.medtronic.pt) é uma das maiores empresas globais em tecnologia, serviços e soluções médicas, que contribuem para aliviar a dor, restabelecer a saúde e prolongar a vida de milhões de pessoas, todos os anos, em todo o mundo. A nível global a Medtronic emprega mais de 88.000 pessoas, chegando a médicos, hospitais e doentes em aproximadamente 160 países. A empresa está focada numa relação colaborativa com os seus parceiros no sentido de levar os cuidados de saúde Further, Together.

Tags:

Sobre nós

É uma das maiores empresas globais em tecnologia, serviços e soluções médicas, que contribuem para aliviar a dor, restabelecer a saúde e prolongar a vida de milhões de pessoas, todos os anos, em todo o mundo. A nível global a Medtronic emprega mais de 88.000 pessoas, chegando a médicos, hospitais e pacientes em aproximadamente 160 países. A empresa está focada numa relação colaborativa com os seus parceiros no sentido de levar os cuidados de saúde Further, Together.

Subscrever