Monte Verde Festival apresentou ontem o cartaz oficial da sua 8ª edição

Foi ontem apresentado o cartaz oficial do Monte Verde Festival 2019. Em conferência de imprensa realizada no Teatro Ribeiragrandense, foram apresentados os 37 projetos musicais presentes no cartaz, o alinhamento de cada dia e algumas novidades para a 8ª edição do maior festival açoriano

A 8ª edição do Monte Verde Festival decorre de 8 a 10 de agosto na Ribeira Grande, cidade que acolheu ontem a conferência de imprensa de apresentação do cartaz daquele que já é unanimemente considerado como o maior festival dos Açores.

Com a presença do Presidente da Câmara da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, e com a presença de Jacinto Franco, diretor executivo do festival, a conferência de imprensa ficou marcada pela divulgação do alinhamento dos diversos dias do festival e por algumas outras novidades que irão ser implementadas no decorrer da edição de 2019.

Para Alexandre Gaudêncio, a aposta da Ribeira Grande nos eventos é cada vez mais considerável sendo que o próprio afirma que o Monte Verde Festival já é uma marca do concelho: “Percebemos desde a primeira hora o alcance que este festival poderia trazer para a nossa cidade e hoje afirmamos com orgulho que o maior festival dos Açores se realiza na Ribeira Grande”.

Alexandre Gaudêncio destaca ainda todas as medidas que têm sido implementadas para que os Ribeiragrandenses sintam que este é o seu festival. Medidas como a do Cartão Jovem Municipal que resultam em descontos na compra do passe geral para o evento resultam dessa mesma estratégia.

Numa vertente mais ambiental, foi apresentada também pelo Município da Ribeira Grande uma medida que visa incentivar à abolição de plásticos descartáveis em todos os eventos do concelho. Serão produzidos copos reutilizáveis que poderão ser utilizados em todos os eventos realizados na cidade, combatendo desta forma a produção excessiva de resíduos e tornando assim a Ribeira Grande mais amiga do ambiente.

Já Jacinto Franco, diretor executivo do festival, realça o crescimento notório do festival e destaca o apoio e a confiança da Câmara Municipal da Ribeira Grande no projeto.

Ao contrário de outras entidades governamentais, Jacinto Franco salienta ainda a capacidade de visão da autarquia local em apoiar os eventos como meio de promoção e de geração de economia, sendo o Monte Verde Festival um dos principais eventos com a capacidade de levar o nome da Ribeira Grande e dos Açores além-fronteiras.

Com a forte presença de inúmeros colaboradores na plateia, Jacinto Franco evidenciou a importância do Monte Verde Festival para a comunidade local. Ao todo são cerca de 200 os jovens que colaboram na produção e organização do evento: “Ter uma experiência rica em termos culturais e recreativos, certamente trará a todos vós benefícios futuros. O Monte Verde Festival não é só festa, cultura e promoção turística, é também essa troca de informação, de conteúdo e experiência que vocês todos adquirem durante a organização deste evento”.

No que aos artistas diz respeito, foi ontem anunciado o alinhamento para os três dias de festival.

No dia 8 de agosto subirão a palco Steve Aoki, T4X1, Dealema, Tiago Nacarato, Sara Cruz, João Moniz & The Daydreamers, 2Clubbers, Brazil Dub, Fitacola, Macow & Gonga, Souza e Voyagers.

Para dia 9 de agosto ficam guardados os seguintes artistas: Joss Stone, Dillaz, Delta Heavy, Frankie Chavez, Mishlawi, Morbid Death, Flight of Eden, Manolo, Skills And The Bunny Crew, Spliff, Tójó e Urkesta Filarmoka.

No dia 10 de agosto, o último dia do festival, sobem a palco Eagle-Eye Cherry, Vitalic, ProfJam, Vant, Plutonio, Azax Syndrom, Phoenix RDC, D1scofever b2b Mike Tech, Manel The Island Man, Rushrap, Sippinpurpp, Yuzi e Acid Wizard.
Os passes gerais para o festival continuam a 33€, mais 5€ com campismo, e podem ser adquiridos em bol.pt, lojas CTT, Monbike e Galp Laranjeiras.

Tags:

Sobre nós

Festival de Música da Ribeira Grande - Açores.

Subscrever

Media

Media