Riociguat: Infarmed aprova financiamento no tratamento da Hipertensão Pulmonar

A Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, Infarmed, aprovou o financiamento do Riociguat na Hipertensão Arterial Pulmonar (Grupo 1 OMS).
 
O riociguat é o único tratamento aprovado até ao momento para utilização em dois tipos de Hipertensão Pulmonar (doença progressiva e potencialmente fatal):
- Hipertensão Pulmonar Tromboembólica Crónica (HPTEC) inoperável (Grupo 4 OMS) e HPTEC persistente/recorrente após cirurgia para melhorar a capacidade de exercício.
- Hipertensão Arterial Pulmonar (HAP) (Grupo 1 OMS) para melhorar a capacidade de exercício.
Esta aprovação tem por base dois ensaios clínicos: CHEST-1 e PATENT-1 que atingiram os endpoints primários ao demonstrarem uma melhoria estatisticamente significativa na capacidade de exercício medida pelo teste de marcha de 6 minutos (TM6M).
O riociguat é o primeiro da classe dos estimuladores da guanilato ciclase solúvel (GCs) possuindo um mecanismo de ação único com potencial para superar limitações de outras terapêuticas aprovadas na HAP, incluindo a dependência de óxido nítrico (NO).
 
Para além disso, é o primeiro fármaco a demonstrar benefício clínico na HPTEC, onde até à aprovação do Riociguat não existia nenhuma terapêutica com esta indicação.
 
“Esta decisão de financiamento pode trazer um caminho diferente para os doentes com Hipertensão Arterial Pulmonar, melhorando significativamente a sobrevida destas pessoas, sublinhando desta forma o compromisso da MSD em proporcionar mais e melhor vida”, referiu o diretor geral da MSD Portugal, Vitor Virgínia.
 
Sobre o Riociguat

O riociguat é o primeiro de uma classe de fármacos, os estimuladores da guanilato ciclase solúvel (GCs).
A GCs é uma enzima presente no sistema cardiopulmonar e recetora de óxido nítrico. Quando o óxido nítrico/monóxido de azoto (NO) se liga à GCs, esta enzima catalisa a síntese da molécula guanosina monofosfato cíclico (GMPc). O GMPc desempenha um papel importante na regulação do tónus vascular, na proliferação celular, na fibrose e na inflamação.
A hipertensão pulmonar (HP) está associada a disfunção endotelial, comprometimento da síntese de NO e consequente estimulação insuficiente da GCs. O riociguat tem um mecanismo de ação único: sensibiliza a GCs à acão do NO endógeno e estimula também a GCs de forma direta e independente do NO.
 
Sobre a MSD
Por mais de um século, a MSD tem sido líder mundial em cuidados de saúde e tem trabalhado para melhorar a saúde em todo o mundo. A MSD é uma subsidiária da Merck & Co., Inc., com sede em Kenilworth, N.J., E.U.A. Através dos nossos medicamentos de prescrição, vacinas, terapêuticas biológicas e produtos de saúde animal, trabalhamos com clientes e operamos em mais de 140 países para fornecer soluções de saúde inovadoras. Demonstramos também o nosso empenho e compromisso na melhoria do acesso a cuidados de saúde através de políticas, programas e parcerias. Para mais informação, visite www.msd.pt e ligue-se a nós no Twitter e no Linkedin.
 
Merck Sharp & Dohme, Lda. | www.msd.pt | Tel. 214 465 700
Quinta da Fonte, 19 - Edifício Vasco da Gama, 2770-192 Paço de Arcos | NIPC 500 191 360
Copyright©2019 Merck Sharp & Dohme Corp., uma subsidiária de Merck & Co., Inc., Kenilworth, NJ, EUA. Todos os direitos reservados.| PT-ADE-00013 10/2019

Tags:

Sobre nós

Por mais de um século, a MSD tem sido líder mundial em cuidados de saúde e tem trabalhado para melhorar a saúde em todo o mundo. A MSD é uma subsidiária da Merck & Co., Inc., com sede em Kenilworth, N.J., E.U.A. Através dos nossos medicamentos de prescrição, vacinas, terapêuticas biológicas e produtos de saúde animal, trabalhamos com clientes e operamos em mais de 140 países para fornecer soluções de saúde inovadoras.

Subscrever