Comemorar 45 anos da “Revolução dos Cravos”

25 de Abril - 45 anos de liberdade e democracia

 

No dia 25 de Abril de 1974 terminou um período negro da história do nosso país.

Com o “25 de abril”” chegou a democracia, a liberdade e o fim da guerra colonial.

O fim do regime ditatorial foi fundamental para os portugueses, com consequências em diversas situações:

- Na realização de eleições livres e no livre associativismo, bem como na legalização e permissão da existência de partidos políticos, fundamentais para a democratização do país;

- No fim da censura e na restauração da liberdade de expressão, na extinção da polícia política (PIDE) e na libertação dos presos políticos, restituindo a liberdade e a dignidade aos portugueses;

- No reconhecimento aos povos de África colonizados por Portugal do direito à independência e à autodeterminação, como tinha sido aprovado em resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas, em 1963.

Nunca é demais lembrar os que perderam a vida (apenas de acordo com números oficiais mais de oito mil portugueses), bem como os que sofrem até hoje as consequências físicas e psicológica da guerra.

 

No dia 25 de Abril de 1974 nasceu a esperança na igualdade, para criar uma sociedade mais solidária e mais fraterna, onde a fome, a pobreza e a repressão fossem erradicadas para dar lugar a melhores condições de vida a todos os portugueses.

A luta pelos direitos fundamentais do povo português foi reconhecida na Constituição da República Portuguesa, aprovada pela Assembleia Constituinte em 1976.

As transformações em Portugal, só possíveis devido à “Revolução dos Cravos”, trouxeram ao povo português o direito à saúde, à educação, à habitação e ao associativismo, que podemos considerar “conquistas de Abril”.

Entre elas encontramos ainda a implementação do Poder Local Democrático que se revelou essencial para o desenvolvimento do país.

Falta cumprir nesta área com a instituição das Regiões Administrativa, única forma de ultrapassar as inócuas tentativas de transferência de competências para as autarquias, que constituem uma afronta ao Poder Local e ao povo português.

A liberdade, a democracia e o direito ao trabalho constituem motivos justos para manter viva a luta por uma vida digna.

 

No dia 25 de Abril de 2019 vamos comemorar 45 anos da “Revolução dos Cravos” relembrando que é necessário manter vivos “os Valores de Abril no Futuro de Portugal” .

 

A Presidente da Câmara

Sílvia Pinto

Sobre nós

Câmara Municipal de Arraiolos.

Subscrever

Media

Media