Crime + Investigation™ estreia em exclusivo SERIAL KILLERS DO SÉCULO XXI

  • “Serial Killers do Século XXI” entra na mente de alguns dos maiores criminosos deste século para compreender as motivações dos assassinos que têm agora à sua disposição ferramentas modernas para criar o crime perfeito.
  • Especialistas forenses falam com familiares dos criminosos para um relato emocionante sobre o seu comportamento.

O Crime + Investigation™ estreia dia 10 de janeiro, às 22h30, “Serial Killers do Século XXI”, uma emocionante série, que analisa de um ponto de vista forense, as vidas dos assassinos em série com o desejo impulsivo de matar. A entrada no século XXI trouxe novas oportunidades para estes assassinos e influenciou um certo número de homicídios.

Criminologistas, psicólogos, jornalistas e detetives juntam-se a membros das famílias das vítimas, tendo como resultado uma narrativa com uma forte carga emocional.

Esta série inclui o acesso a vídeos e áudios verdadeiros dos assassinos, juntamente com reconstruções estilizadas e entrevistas com quem esteve intimamente envolvido nas suas vidas. Cada história revela o comportamento psicopata que dá início ao caminho homicida de um assassino em série mostrando como a ciência e o século XXI influenciam os crimes reais.

Entre na mente dos Serial Killers e descubra de que forma a entrada no século XXI moldou os seus atos, no Crime + Investigation™!

Jesse Matthew

Quinta-feira, 10 de janeiro, 22h30

Jesse Matthew um taxista de Charlottesville perseguia jovens mulheres nos campus universitários. O ADN ligou um criminoso desconhecido a um rapto, violação e tentativa de homicídio em 2005 e a uma violação e homicídio em 2009. Mas tudo o que a polícia tinha era um retrato robô criado pela primeira vítima e um artista forense. Só em 2014, quando este predador atacou pela terceira vez, é que a polícia o apanhou como suspeito através de videovigilância. Foi então chamado para interrogatório e testado o seu ADN, que revelou uma tripla semelhança genética. O assassino era Jesse Matthew.

Stephen Port

Quinta-feira, 10 de janeiro, 23h15

Stephen Port passava horas a pesquisar pornografia na internet. Depois de perseguir jovens do sexo masculino através da sua conta no Grindr, tirou a vida a quatro. As irmãs de uma das vítimas decidiram enfrentar um desafio: provar que o irmão, Jack, não tinha morrido de uma overdose autoinfligida, como a polícia afirmava, mas que tinha sido assassinado tal como três outros homens.

William Howell

Quinta-feira, 17 de janeiro, 22h30

William Devin Howell manteve um segredo durante 14 anos: era o responsável pelo desaparecimento de algumas mulheres perto de Connecticut. Estas, viciadas em opiáceos ficavam ansiosas pela próxima dose e vendiam-se por sexo ao homem que tinha o seu próprio vício - as mulheres, vulneráveis prostitutas de rua eram o crack de William.

James Fairweather

Quinta-feira, 17 de janeiro, 23h15

James Fairweather, de 15 anos, não é um adolescente vulgar em 2014 - escolhe jogos sombrios e violentos e websites que substituem amigos e escondem a sua solidão. Os sinais não eram promissores e quando foi afastado da escola concentrou-se noutro estudo: aprender os métodos de matar dos assassinos em série. Ansiava por notoriedade e conseguiu-a através da internet, tornando-se num serial killer do século XXI.

Mark Martin

Quinta-feira, 24 de janeiro, 22h30

Mark Martin nunca escondeu que queria ser um assassino em série quando crescesse. Os Kray, Donald Neilson, Ian Brady, todos assassinos em série, eram os heróis da sua infância. Mark Martin também queria ser famoso e ambicionava tornar-se o primeiro assassino em série de Nottingham. Martin infiltrou-se na comunidade dos sem-abrigo da cidade, perseguiu os vulneráveis e assassinou três mulheres antes de ser apanhado.

Shawn Grate

Quinta-feira, 24 de janeiro, 23h15

Shawn Grate cresceu nos subúrbios de Ohio, com uma sensação de legitimidade pela sua boa aparência e popularidade entre as mulheres. Metia-se frequentemente em sarilhos por ser violento - aos 22 anos foi preso por ter estrangulado a namorada grávida e mais tarde por magoar outra namorada. Em 2010 tinha três filhos de três mães diferentes. Quando estas mulheres começaram a desaparecer, nada o ligava aos homicídios, até que em 2016 a polícia recebeu a chamada de emergência de uma mulher que Grate mantinha sequestrada. No mesmo local foram descobertos os corpos em decomposição das outras vítimas. Atualmente, Shawn Grate está no corredor da morte no Ohio.

Donna Perry

Quinta-feira, 31 de janeiro, 22h30

Em Spokane três prostitutas foram assassinadas com violência. O ADN do suspeito correspondia a um homem que os agentes da polícia não faziam de quem era. Em 2012, em Spokane Valley, Donna Perry é reconhecida por um agente a comprar munições, quando está legalmente proibida de possuir armas. É presa e o seu ADN corresponde com o do suspeito de homicídios de Spokane. Um assassino que anteriormente era um homem, era agora uma mulher. A defesa de Donna foi que Douglas Perry cometeu aqueles crimes, logo não a podiam condenar porque era a Donna.

Sobre o Crime + Investigation 

Crime + Investigation é o primeiro canal de TV em Portugal dedicado à investigação de crimes reais.

Produzido pelo The History Channel Iberia, uma joint-venture entre a AMC Networks International Southern Europe e A+E Networks, o Crime + Investigation convida os espectadores a mergulhar na apaixonante busca pela verdade através da investigação criminal. Na sua ampla programação, o canal conta impactantes histórias que transportam o espectador até ao mais profundo mundo do crime e leva-o para além do ‘quê’ e ‘como’ para entender o ‘porquê’ e aumentar o seu conhecimento sobre a natureza humana e sua tenacidade na procura da verdade.

O Crime + Investigation é uma marca de referência no género da investigação criminal. O CI está presente em mais de 85 países, tendo sido traduzido em 13 línguas e chega a mais de 61 milhões de famílias. Em Portugal, é distribuído na NOS e na MEO.

Tags:

Sobre nós

Grupo empresarial que oferece soluções fixas e móveis de última geração, de televisão, internet, voz e dados para todos os segmentos de mercado.

Subscrever

Media

Media