NOS TEM VONTADE DE FUTURO E DESAFIA A FAZER O QUE NINGUÉM FEZ

01 / 04 / 2021

O que aí vem é uma página em branco. É o princípio de tudo”. Assim começa a nova história da NOS, que se escreve com a chegada da tecnologia mais disruptiva do século e com as infinitas possibilidades que o futuro reserva.
A NOS lança hoje uma campanha que é um desafio para abraçar o futuro e fazer pela primeira vez, tudo o que ninguém fez. Para a NOS, o futuro é uma página em branco, pronta a ser preenchida. É uma estimulante viagem para a qual levamos o melhor que conquistámos como sociedade - a ciência, a coragem, a arte, o engenho, o génio humano. 
O último ano trouxe desafios nunca imaginados. As comunicações mostraram-se absolutamente essenciais para garantir que tudo e todos continuavam ligados. A NOS tem uma visão otimista sobre o futuro e sobre a tecnologia em torno da qual tudo se pode reinventar – o 5G.
“Hoje há um grande desejo de virar a página, um desejo de futuro. O desejo de uma sociedade melhor, mais ágil, mais inteligente, mais ligada, mais sustentável. Esse futuro pede uma tecnologia possibilitadora”, afirma Rita Torres Baptista, Diretora de Marca e Comunicação da NOS.
Com esta campanha, a NOS quer inspirar e mobilizar todos para a conquista de novas possibilidades. Um mosaico composto por pessoas reais, que representam as mais diversas áreas da sociedade, mostra-nos que entre o sonho e a concretização, entre o frio na barriga e a adrenalina de dar o primeiro passo, está a coragem e a vontade de fazer pela primeira vez. E tudo começa com uma página em branco.
A NOS apresenta um manifesto que se revela em 180 planos carregados de simbolismo, e que conta com a participação da cientista Elvira Fortunato, do astrofísico André Moitinho, do virologista Pedro Simas, do médico Gustavo Carona, do arquiteto Álvaro Siza Vieira, dos músicos Dino d'Santiago e Branko, da atriz Alba Batista, da poetisa Matilde Campilho, entre muitas outras pessoas que simbolizam coragem, inovação e paixão.
“Estas pessoas representam o melhor que cada um de nós pode ser, e mostram que, apesar do amanhã ser incerto, há vontade de avançar e fazer pela primeira vez, aquilo que ninguém fez”, reforça a responsável de comunicação da NOS.
NOS apresenta: “O Amanhã”
A campanha da NOS, ‘O Amanhã’, foi desenvolvida pela Havas Different e produzida pela Ministério dos Filmes, com realização de Marco Martins.
Filmada entre Porto e Lisboa, os 180 planos da campanha remetem para um estado latente de conceptualização e exploração do conhecimento e criatividade. Os ambientes transformam-se com a libertação das personagens no momento da criação, e todo o universo conceptual do filme reage a esta mudança. 
Para dar rosto a esta campanha, a NOS convidou mais de vinte pessoas, talentos nacionais em diversas áreas e de diferentes gerações. Em comum têm uma enorme vontade de futuro, de criar, avançar e deixar a sua marca.

  • Ciência - Elvira Fortunato (cientista), André Moitinho (astrofísico), Pedro Simas (virologista)
  • Medicina - Gustavo Carona
  • Arquitetura - Álvaro Siza Vieira, Diogo Aguiar 
  • Design têxtil - Constança Entrudo
  • Design de moda - Joana Duarte
  • Calçado ecológico - Adriana Mano (Zouri Shoes)
  • Música - Filipe Raposo, Dino d'Santiago, Branko, Primeira Dama e Sua Banda
  • Literatura - Afonso Cruz, Matilde Campilho
  • Artes Plásticas - Adriana Progranó (pintora), Regg Salgado (muralista) e Vitor Agostinho/Samuel dos Reis (projeto Cerne Mutante)
  • Cozinha - Hugo Brito
  • Cinema - Alba Batista
 
E porque esta vontade de futuro é intemporal e a confiança nas pessoas de hoje também nos é dada pelos grandes génios do passado, o filme integra personalidades e imagens históricas que nos marcaram e ainda hoje nos inspiram, como Einstein, Marie Curie ou a primeira viagem espacial.
São todas estas pessoas, juntamente com excertos de passado e presente, que dão vida ao Manifesto, e que pretendem inspirar cada um de nós em tudo o que fazemos, hoje e sempre.
...
 
O que aí vem
é uma página em branco
É o princípio de tudo
Começar de novo
Começar a fazer sentido
O que aí vem
é uma página em branco.
É tudo o que queremos.
Mesmo quando surge
aquele frio na barriga,
aquele nó na garganta.
Temos vontade de futuro
De voltar a sonhar,
de ter um brilho no olhar.
A ideia do amanhã faz-nos estremecer
mas faz-nos também querer.
E, então, abraçamos esta viagem,
Esta possibilidade completa
E avançamos sem amarras,
sem olhar para trás,
com a mente aberta.
Temos vontade de futuro
Vontade de mudar o mundo
E sempre que for preciso,
podemos ir ao nosso fundo
e relembrar: De que somos feitos?
De coragem, liberdade e coração
Levamos na bagagem
Toda a inteligência,
Toda a ciência,
Toda a emoção.
Da descoberta, da conquista
De navegar sem ver a terra à vista
O que aí vem
é uma página em branco
E nós vamos escrevê-la
Com toda a nossa força, arte e engenho
Hoje, mais do que nunca,
Temos vontade de futuro
De virar a página
De fazer pela primeira vez
Tudo o que ninguém fez
 
NOS. Faz o que ninguém fez.

 

Tags:

Subscrever

Media

Media