Jornadas juntam centenas de médicos para falar sobre inovações e necessidades na diabetes em Portugal

Nas 9as Jornadas de Diabetologia Prática para a Medicina Familiar da Região Sul, que decorrem entre 15 e 16 de fevereiro no Hotel Vila Galé na Ericeira, mais de 300 médicos vão discutir os temas mais disruptores na área da diabetes, ligados ao presente e futuro desta patologia. Entre as inovações e novidades estarão em destaque as vantagens da monitorização continua da glicémia, as mais-valias dos tratamentos inovadores, as novas insulinas mas também as multipatologias associadas à diabetes e as novas propostas de classificação da Diabetes Mellitus Tipo 2.

Na sua 9ª edição as jornadas, que são hoje um marco na formação pós-graduada na diabetes no nosso país, juntam médicos de medicina geral e familiar, internistas e endocrinologistas de todo o país para se debruçarem sobre as mais recentes inovações e prioridades na área da diabetes. “A diabetes é uma doença que afeta mais de 1 milhão de portugueses, tratando-se de uma verdadeira epidemia do nosso século.  Temos a obrigação de nos dedicar à procura de melhores soluções tanto para os médicos, como para os doentes, que nos permitam acompanhar a evolução do conhecimento científico. Temos hoje ao nosso dispor opções no tratamento e na monitorização da glicémia que nos permitem ir cada vez mais ao encontro das necessidades particulares de cada doente. Hoje, o doente com ou em risco de desenvolver doenças cardiovasculares, complicações frequentes da diabetes, tem felizmente opções que lhes permitem melhorar a qualidade e aumentar a esperança de vida. Também hoje os fármacos disponíveis são mais seguros, permitindo a obtenção dos objetivos terapêuticos com muito menor risco de hipoglicémias”, explica o presidente das jornadas, Jácome de Castro.

Esta iniciativa visa ainda discutir novas propostas de classificação da Diabetes Mellitus Tipo 2 e a sua aplicabilidade na prática clínica, sendo apresentados dados recém divulgados de um estudo desenvolvido no Hospital das Forças Armadas.

Outros temas debatidos serão o impacto das infeções urinárias e disfunção sexual muito frequentes nos doentes que vivem com diabetes, a importância da alimentação na terapêutica do doente e a insulinoterapia enquanto marco incontornável na terapêutica dos doentes com diabetes. Estes assuntos serão apresentados e discutidos com base em casos clínicos, permitindo uma aproximação às necessidades diárias dos doentes e dos profissionais de saúde.

As orientações terapêuticas da diabetes tipo 2, atualizadas no final do ano passado pela Sociedade Europeia para o Estudo da Diabetes, e revistas pela Sociedade Portuguesa da Diabetes este mês, estarão também no centro da discussão.

O endocrinologista Jácome de Castro acrescenta “É de extrema relevância que os médicos estejam próximos dos doentes conhecendo bem as suas necessidades e tratamentos disponíveis.

Tags:

Sobre nós

Empresa global na área da saúde com mais de 90 anos em inovação e liderança nos cuidados para a diabetes. Esta herança deu-lhe a experiência e capacidade que possibilitam ajudar as pessoas a vencer esta doença crónica grave. A Novo Nordisk, empresa sediada na Dinamarca, é o produtor de metade da insulina usada a nível mundial. A Novo Nordisk emprega mais de 40 mil pessoas em 75 países e comercializa os seus produtos em mais de 180 países. A Novo Nordisk está em Portugal desde 1986.

Subscrever