Dar sangue é seguro durante a pandemia e mais necessário do que nunca

No dia 14 de junho assinala-se o Dia Mundial do Dador de Sangue. Em Portugal, a Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue – FEPODABES - vai homenagear todos os dadores numa cerimónia simbólica, a realizar no dia 14 de junho, em Fátima, e quer e lembrar  aos portugueses que doar sangue pode ser feito com toda a segurança durante a pandemia de COVID-19 e que, neste período que antecede as férias de verão, reforçar as reservas de sangue é fundamental.

Alberto Mota, presidente da FEPODABES explica que “este ano, mais do que nunca, precisamos de todos os dadores pois devido à pandemia as universidades e empresas que até aqui organizavam recolhas de sangue, não podem fazê-lo e as unidades móveis não podem circular. No entanto é possível doar sangue nos Centros de Sangue e Transplantação de Lisboa, Porto e Coimbra, serviços hospitalares com recolha de sangue e nas recolhas organizadas pelas associações de dadores benévolos de sangue”.

Para apelar à dádiva a FEPODABES vai ainda promover uma ação de sensibilização nas praias portuguesas nos seguintes locais e datas:

·         30 de Julho - Praia da Vieira -15h/20h

·         4 e 19 de Agosto – Costa da Caparica – 15h/20h

·         13 e 17 de Agosto – Peniche– 15h 20h

·         11 e 18 de Agosto – Foz do Arelho - 15h/20h

·         12 de Agosto – Almeirim – 15h/20h

A cada dois segundos alguém precisa de uma transfusão de sangue e todos os dias são necessárias mil unidades de sangue em Portugal. Podem doar sangue todas as pessoas com bom estado de saúde, com hábitos de vida saudáveis, peso igual ou superior a 50 kg e idade compreendida entre os 18 e 65 anos. A dádiva de sangue é benévola e não remunerada.  A doação de sangue pode ser feita de quatro em quatro meses pelas mulheres e de três em três meses pelos homens. Será sempre efetuada em todas as dádivas uma triagem clínica, prévia, onde poderá esclarecer todas as dúvidas.

O Dia Mundial do Dador de Sangue foi instituído pela Organização Mundial da Saúde, em maio de 2005. A escolha da data da efeméride, 14 de junho, tem por objetivo homenagear Karl Landsteiner, nascido na mesma data. Karl Landsteiner foi um médico e biólogo norte-americano, de origem austríaca, precursor da transfusão sanguínea e agraciado com o Nobel de Fisiologia/Medicina de 1930, pela classificação dos grupos sanguíneos, sistema AB0, e descobriu o fator RH.

Tags:

Sobre nós

Empresa especializada na pesquisa, desenvolvimento, fabrico e comercialização de proteínas humanas. A sua história começou com a evolução dos processos de fracionamento de plasma humano, sendo atualmente um dos principais fraccionadores de plasma a nível mundial.

Subscrever