Samsung Wildlife Watch convida-nos a ser um guarda florestal virtual e cuidar de animais em vias de extinção da savana africana

 

  • A tecnologia do sistema de câmaras e vídeo do Samsung Galaxy S20 FE será utilizada para vigiar ao vivo 24 horas por dia, 7 dias por semana animais selvagens na Reserva Natural Balule, parte do Parque Nacional Kruger
  • A Samsung tem uma parceria com a Africam, para aumentar o alcance da sua infraestrutura de streaming na savana
  • Apoiar o trabalho da Black Mamba - Unidade Anti-Caça Furtiva, uma tropa exclusivamente feminina que usa métodos não violentos para prevenir a caça furtiva, que aumentou durante a pandemia
  • A DJ e apaixonada por animais, Peggy Gou convoca todos para liderarem esta vigilância e trazerem os olhos do mundo de volta à causa animal que a pandemia deixou esquecida
 
Lisboa, Portugal – 25 de fevereiro de 2021 - A Samsung anunciou hoje o lançamento do Wildlife Watch, um novo e ambicioso projeto piloto que através da tecnologia irá ajudar na luta contra a caça ilegal na Savana Africana. As câmaras do Samsung Galaxy S20 Fan Edition (FE) irão captar imagens em direto a partir da Reserva Natural Balule, situada na África do Sul, e parte integrante do Kruger National Park, que serão transmitidas 24 horas por dia, 7 dias por semana. Os interessados podem tornar-se em verdadeiros vigilantes virtuais através do site do projeto, e ajudar a proteger animais em vias de extinção dos caçadores furtivos, monitorizando as várias espécies no seu habitat natural e desfrutando de avistamentos espetaculares a partir de casa.
 
A Samsung juntou-se à Africam, empresa africana pioneira em tecnologia, e uniram esforços para reinventar um dos seus mais recentes dispositivos móveis Galaxy numa iniciativa que pretende utilizar a tecnologia para ajudar a tornar o mundo um lugar melhor.  O modelo sem fins lucrativos da Africam traduz-se no apoio solidário à Black Mamba - Unidade Anti-Caça Furtiva; uma tropa feminina que utiliza métodos não violentos para prevenir a caça furtiva, um flagelo que aumentou durante a pandemia com os caçadores ilegais a aproveitarem a queda repentina do turismo. Através da iniciativa Wildlife Watch, os telespectadores ficarão mais próximos do trabalho dos guardas florestais da região, verão os animais que eles protegem e terão a oportunidade de fazer doações para apoiar a sua missão.
 
Nascida na Coreia do Sul, a DJ, produtora e estilista em Berlim, Peggy Gou, que adora animais - especialmente girafas - está a liderar a iniciativa para defender e incentivar as pessoas a participar, assistir e aumentar a consciencialização.
 
Quatro dispositivos Samsung Galaxy S20 FE foram instalados como câmaras adicionais no meio da vegetação, aumentando assim o alcance da infraestrutura existente da Africam na Reserva Natural de Balule. As câmaras de nível profissional, os sensores de imagem de grandes dimensões e o poderoso zoom espacial de 30X de cada dispositivo permitem que estes sejam utilizados para captar a vida animal em direto e apoiar os guardas nas suas tarefas diárias. A capacidade em condições de pouca luz e os muitos pixéis do sistema de câmaras também melhora a qualidade das fotos que a Black Mambas envia para o HQ, e que podem ser utilizadas como evidência para investigações sobre a atividade de caça furtiva.
 
Um jipe camuflado equipado com um Samsung Galaxy S20 FE também será utilizado pelos guardas florestais para ações de vigilância, que serão transmitidas ao vivo para colocar o telespetador no centro da ação dos guardas florestais e das suas experiências diárias.
 
O programa de upcycling Galaxy da Samsung visa responder às necessidades sociais, prolongar o ciclo de vida do produto e reduzir o desperdício, reinventando os telefones para novas funções. Reaproveitar produtos existentes para dar resposta a uma nova função crítica é uma ótima forma de evitar a necessidade de criar novos produtos. Como parte da iniciativa Wildlife Watch, os dispositivos Samsung estão a ser redistribuídos pelos guardas florestais como câmaras CCTV para colocarem nas cercas em todo o perímetro do parque, além de adicionar suporte técnico crucial para melhorar as patrulhas diárias dos próprios guardas florestais.
 
Ao tornar-se um guarda florestal virtual e ficar de vigilância em wildlife-watch.com, o utilizador pode alertar os guardas florestais se vir animais em perigo ou sinais de caça furtiva, partilhar o que vê nas redes sociais para encorajar outros a participar e fazer doações para a Unidade The Black Mamba. Com diferentes visualizações de câmara, nunca é o mesmo relógio duas vezes, e podemos ver elefantes, leões e até girafas no seu habitat natural sem sair do sofá.
 
A DJ, produtora e estilista Peggy Gou, que adora animais, disse: "Todos nós amamos estes animais magníficos, mas a dura realidade é que a caça furtiva está a aumentar pela África inteira. É incrível pensar que um dispositivo que usamos todos os dias pode ajudar a enfrentar uma questão tão importante. A capacidade de nos tornarmos um guarda florestal virtual e apoiar os incríveis guardas florestais da vida real que lutam contra a caça furtiva é realmente emocionante."
 
Mark Notton, Senior Director IM Category Management da Samsung, afirmou: "À medida que as nossas vidas se tornaram mais virtuais, foi ficando cada vez mais claro o poder que a tecnologia tem de reunir as pessoas para fazer algo de bom e para benefício de todos. O Wildlife Watch é um projeto piloto verdadeiramente entusiasmante, e, ao redirecionar um dos nossos mais recentes aparelhos desta forma, esperamos que o aumento da atenção sobre estes animais incríveis não só apoie a vigilância existente e aumente a consciencialização, mas também traga prazer ao deixar as pessoas verem e aprenderem mais sobre a vida selvagem em casa".
 
Comprometida a utilizar a tecnologia como um instrumento para o bem, o Wildlife Watch apoia a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, um plano adotado por 193 membros das Nações Unidas, abordando a Meta de Desenvolvimento Sustentável 15 - Vida na Terra - das Metas de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. A Samsung colaborou com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) para lançar uma aplicação móvel baseado em educação e donativos - Samsung Global Goals. Atualmente em mais de 100 milhões de smartphones Galaxy em todo o mundo, angariou mais de 1,5 milhões de dólares em doações  - cerca de 829 mil euros - para o PNUD e oferece a milhões de pessoas a oportunidade de tornar o mundo um lugar melhor e atuar de forma a atingir os 17 objetivos globais.
 
O Wildlife Watch estará no ar durante dois meses (de 25 de fevereiro a 8 de abril de 2021). Durante esse período, a Samsung espera trazer a atenção de muitas pessoas de volta aos animais que foram esquecidos durante a pandemia. Para assistir à transmissão ao vivo e ajudar a proteger os animais vulneráveis, visite wildlife-watch.com.
FIM 
 
Notas para os editores 
Para obter mais informações sobre o compromisso da Samsung em alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e como pode contribuir para fazer a diferença, visite https://www.samsung.com/global/galaxy/apps/samsung-global-goals/
 
Sobre a Samsung Electronics Co., Ltd.:
A Samsung Electronics Co., Ltd. inspira o mundo e molda o futuro, através do desenvolvimento de tecnologias e ideias inovadoras. A empresa está a redefinir o universo das televisões, smartphones, equipamentos wearable, tablets, eletrodomésticos, sistemas de rede, memórias e soluções LED.  Para aceder às notícias mais recentes, visite a Sala de Imprensa em http://news.samsung.com
 
Sobre a Africam
A Africam foi fundada em 1999 com o principal objetivo principal de ligar um público global às imagens e sons ao vivo da selva Africana. Somos um grupo apaixonado de entusiastas da vida selvagem que têm a ambição coletiva de proteger a nossa maravilhosa vida selvagem e os ecossistemas primitivos que habitam. Com a nossa rede de câmaras ao vivo, localizada nos locais mais remotos de África, transmitimos as nossas live streams para mais de 200 países. Para saber mais ou para fazer parte da comunidade Africam, visite: www.africam.com
 
Sobre a Unidade Anti Caça-Furtiva Black Mamba
A Unidade Anti-Caça Furtiva Black Mambas foi fundada em 2013 pela Transfrontier Africa NPC para proteger a Reserva Natural da Região Oeste dos Olifants de Balule. No primeiro ano de operação, as Black Mambas foram convidadas a expandir-se para outras regiões e proteger todos os limites da Reserva Natural Balule de 62.000 hectares, parte integrante da Grande Área do Kruger na África do Sul. As suas equipas trabalham com base na filosofia “Broken Window”, esforçando-se para tornar a sua área de influência o local mais indesejável, mais difícil e menos lucrativo para a caça ilegal de qualquer espécie. Com uma paixão pela vida selvagem e conservação de rinocerontes, estas mulheres são a voz na comunidade através do seu trabalho de conservação.
 
Os objetivos do projeto Black Mamba não são apenas a proteção da vida selvagem através do seu trabalho no terreno, mas também ser um modelo para as suas comunidades. Elas querem que as suas comunidades compreendam que os benefícios são maiores a partir da conservação em vez da caça furtiva, invocando a decadência social e moral que é um produto da caça ilegal nas suas comunidades. Elas estão preocupadas com o bem-estar dos seus filhos, pois a falsa economia trouxe o espírito negativo e narcóticos para as suas comunidades.
 
A doação da Samsung para as Black Mamba e as doações através do site trarão receita adicional e olhos para esta tão necessária situação global.

Tags:

Subscrever

Media

Media