O que têm um astrofotógrafo e um engenheiro automóvel em comum?

 

  • Reunimos um astrofotógrafo e um especialista em fotometria da SEAT sob um dos céus mais escuros da Europa, na reserva Dark Sky no Alqueva, em Portugal
  • A equipa de iluminação da SEAT passou 800 horas no escuro para testar os novos dispositivos óticos do Novo Leon
  • Ambos os mundos recorrem à mesma luz envolvente para iluminar sem distrair do foco principal, a estrada e as estrelas
 
Cada pôr-do-sol nas margens do Lago Alqueva em Portugal é o prelúdio de um espetáculo como poucos outros na Europa. É o momento em que o astrofotógrafo Miguel Claro vai ao observatório preparar telescópios e câmaras para capturar, ao anoitecer, o imenso manto de estrelas. A 1.100 quilómetros, em Martorell, Carlos Elvira, Responsável do Desenvolvimento de Iluminação da SEAT, e a sua equipa também trabalham na escuridão mais profunda para testar os sistemas de iluminação de cada veículo. Dois mundos, astronomia e fotometria (análise da intensidade da luz) aplicados ao automobilismo, com uma ligação estreita.
 
Nota: Ver comunicado completo em anexo.
 
Vídeo disponível em: https://youtu.be/7fjyvY2fbOs
  
Fotografias de alta resolução estão disponíveis em SEAT Media Center.

Tags:

Subscrever

Media

Media