SEAT Art Cities: Aveiro revela última obra do roteiro

  • Aveiro é a última paragem deste roteiro de arte urbana portuguesa, que dá a conhecer 5 cidades, pelos olhos de 5 artistas nacionais
  • André da Loba desvenda mural de homenagem a Aveiro, a sua cidade natal  
Lisboa, 15/10/2020.  Amanhã, o SEAT Art Cities dará a conhecer a cidade dos Moliceiros, através dos olhos e da criatividade do artista André da Loba.
 
Na última paragem deste roteiro da arte urbana, que passou pelas cidades de Braga, Carvoeiro, Lisboa e Matosinhos, é possível ficar a conhecer Aveiro — a cidade da Ria, dos canais, da Arte Nova e dos moliceiros —através do olhar do artista aveirense André da Loba. As suas obras são conhecidas pelo registo minimalista e marcadas pelo uso da cor e pela estilização da geometria e formas de contornos simples.
 
Ao volante de um SEAT Ateca a atriz e apresentadora Madalena Brandão irá acompanhar o artista pelas ruas de Aveiro para descobrir os locais mais emblemáticos e inspiradores da cidade e os seus principais murais de arte urbana. O SEAT Ateca trouxe uma nova dimensão ao mercado dos SUV compactos, na medida perfeita de uma vida urbana: um SUV espaçoso, versátil e com um estilo único.
 
"Foi um prazer voltar a Aveiro com a SEAT ART CITIES e o Vhils. Neste mural tentei capturar a essência da cidade que cresceu e vive à volta da ria e ao mesmo tempo fazê-la dialogar com a SEAT. Para a minha intervenção, escolhi como temas a onda e o nevoeiro tão característicos de Aveiro. O desenho é uma onda em movimento vigoroso a rasgar nuvens tonais da neblina matinal como se, apressada, fosse acordar a cidade para mais um dia de vida líquida nos canais da memória” sublinha André da Loba.
 
“O SEAT Art Cities curated by Vhils é a oportunidade perfeita para conhecer o património de arte urbana nacional. A arte urbana transformou as nossas cidades em verdadeiras galerias a céu aberto onde artistas notáveis dão cor e vida a locais por vezes esquecidos. Aveiro é a quinta e a última cidade que vamos explorar juntamente com André da Loba que nos irá apresentar a sua obra localizada na rua Carlos Aleluia, a bordo de um Ateca” afirma Teresa Lameiras, Diretora de Marketing & Comunicação da SEAT Portugal.  
 
André da Loba artista e poeta relutante, nasceu em Aveiro em 1979 e formou-se em Ilustração na School of Visual Arts, em Nova Iorque. Publicou mais de uma dezena de livros em Portugal, Espanha e Brasil e o seu trabalho tem sido reconhecido internacionalmente. Foi considerado pela revista Lürzer’s Archive um dos melhores 200 ilustradores do mundo.
 
Em seatartcities.com é possível fazer esta mesma viagem, sem sair do lugar: no website encontram-se disponíveis todos os conteúdos relativos às cidades, aos artistas, às suas paredes e às suas inspirações e referências. São disponibilizados vídeos documentais e de “making-of” de cada cidade, num percurso mapeada em versões desktop e mobile.
 
Para mais informações consultar: seatartcities.com
 
SEAT é a única companhia no seu setor com capacidade total para desenhar, desenvolver, fabricar e comercializar automóveis em Espanha. Membro do Grupo Volkswagen, a multinacional tem a sua sede em Martorell (Barcelona) e vende veículos com as marcas SEAT e CUPRA, enquanto SEAT MÓ abrange produtos e soluções de mobilidade urbana, exportando 81% dos seus veículos, estando presente em mais de 75 países. Em 2019, a SEAT vendeu 574.100 automóveis e alcançou um lucro após impostos de 346 milhões de euros e um volume de negócios recorde de mais de 11 mil milhões de euros.
 
A SEAT emprega mais de 15.000 profissionais e conta com três centros de produção: Barcelona, El Prat de Llobregat e Martorell, onde fabrica o Ibiza, Arona e o Leon. A empresa também produz o Ateca na República Checa, o Tarraco na Alemanha, o Alhambra em Portugal e o Mii electric, o primeiro veículo 100% elétrico da SEAT, na Eslováquia. A estas instalações juntam-se SEAT:CODE, o centro de desenvolvimento de software localizado em Barcelona.
 
A SEAT irá investir 5 mil milhões de euros até 2025 em projetos de I&D para desenvolver veículos, especialmente para eletrificar a gama, em equipamento e instalações. A empresa pretende fazer da Martorell uma fábrica de impressão com zero emissões de carbono até 2050.

Tags:

Sobre nós

Empresa automóvel.

Subscrever

Media

Media