SEAT poupa 12,6 milhões de euros graças ao Programa ‘Ideias para Melhorar’

  • A iniciativa consiste em ouvir as propostas dos trabalhadores
  • Durante 2017 foram recebidas 11.200 ideias, das quais 6.850 recompensaram os seus autores em 2.123.000 euros
  • Na primeira metade de 2018 já surgiram 7.381 propostas
  • A empresa quer incentivar ainda mais todos os seus empregados, dando início ao novo programa ‘Always Learning’
 
Martorell, 16/08/2018. - O Programa Ideias para Melhorar criado pela SEAT, que incentiva há quase duas décadas os seus empregados a desenvolverem ideias de poupança e de melhorias nos processos, resultou no passado ano numa economia de 12,6 milhões de euros para a empresa. O construtor automóvel obteve este valor graças às propostas dos empregados, que entregaram 11.200 ideias para melhorar a atividade.
 
Os empregados da SEAT propuseram as suas ideias para contribuir e otimizar os processos e, dessa forma, partilhar a sua visão de como tornar mais eficiente a empresa. Cerca de metade das iniciativas foram premiadas pela sua originalidade, capacidade de aplicação ou vantagem para a empresa. No total, a SEAT distribuiu 2.123.000 euros em prémios para os seus empregados, repartidos nas seguintes categorias: Produto, Instalações, Ergonomia, Poupança Energética, Easy Ideas, Melhoria de Processos, Qualidade, Meio Ambiente e Inovação.
 
Entre as mais singulares, destaque para as iniciativas que estão relacionadas com a poupança energética e as destinadas a melhorar a eficiência das instalações. Por exemplo, na aplicação das colas que se utilizam para vedar os vidros dos veículos. A ideia apresentada por um dos trabalhadores da linha de montagem conseguiu que se aplicassem duas geometrias diferentes, válidas tanto para a última versão do SEAT Ibiza como para a anterior. Graças a isto, evitou-se a realização de um investimento adicional nas instalações durante o tempo de convivência das duas versões na cadeia de montagem.
 
O programa Ideias para Melhorar incentiva a participação dos empregados na apresentação de formas de poupança económica ou energética, e ouve as propostas que visem melhorar as funções laborais num âmbito geral. Além da poupança, tem o objetivo de inspirar a criatividade como uma das competências essenciais. Durante os seis primeiros meses de 2018, foram recebidas 7.381 ideias, o que traduz uma maior participação face a igual período de 2017. O programa está a evoluir no sentido de integrar conceitos de inovação, gamificação e colaboração social. Chamar-se-á IDEIAS SEAT e verá a luz do dia em 2019.
 
O vice-presidente de Recursos Humanos da SEAT, Xavier Ros, destacou o índice de participação e “a nova mentalidade que estamos a desenvolver entre os empregados da SEAT, que não só sentem que as suas opiniões são importantes, como também se consciencializam para a necessidade de participarem na melhoria do meio ambiente e na evolução dos processos”.
 
Compromisso da SEAT com os seus trabalhadores
Além de contar com a opinião dos seus empregados, a SEAT desenvolve atividades para aperfeiçoar funções e inspirar os seus trabalhadores para uma aprendizagem contínua. Um exemplo disso é o programa “Always Learning”, que a marca colocará em ação brevemente.
 
Num momento de profundas transformações tecnológicas, que mudam as necessidades na forma de trabalhar, os diferentes departamentos da empresa estão a identificar as suas necessidades para o futuro, e dessa forma desenvolver propostas de formação que proporcionem aos seus empregados o conhecimento necessário.
 
Todos os trabalhadores terão a oportunidade de escolher a ação de formação, esteja ou não relacionada diretamente com o seu posto de trabalho. Será uma formação remunerada, lecionada fora do horário de trabalho e em modo presencial ou online. O curso que cada um completar será integrado automaticamente no seu perfil profissional, num processo de benefício mútuo: o trabalhador recebe formação numa área à sua escolha e a SEAT terá à disposição esta informação para localizar e promover o talento interno.
 
 
SEAT é a única companhia no seu setor com capacidade total para desenhar, desenvolver, fabricar e comercializar automóveis em Espanha. Membro do Grupo Volkswagen, a multinacional tem a sua sede em Martorell (Barcelona), exportando 80% dos seus veículos, estando presente em mais de 80 países dos cinco continentes. Em 2017, a SEAT obteve 281 milhões de euros de lucros depois de impostos, vendeu perto de 470.000 veículos e alcançou um volume de negócios recorde superior a 9.500 milhões.
 
O Grupo SEAT emprega mais de 15.000 profissionais nos seus três centros de produção: Barcelona, El Prat de Llobregat e Martorell, onde fabrica o Ibiza, o Leon e o Arona. Adicionalmente, a companhia produz o modelo Ateca e o Toledo na República Checa, o Alhambra em Portugal e o Mii na Eslováquia.
 
A multinacional espanhola tem um Centro Técnico que se configura um “núcleo de conhecimento” que integra cerca de 1.000 engenheiros que têm como objetivo impulsionarem a inovação do maior investidor industrial I&D em Espanha. A SEAT disponibiliza a mais recente tecnologia de conetividade na sua gama de veículos e está empenhada num processo de digitalização global da empresa para impulsionar a mobilidade do futuro.
 
 
SEAT Media Center (http://seat-mediacenter.com) 107/2018

Tags:

Sobre nós

Empresa automóvel.

Subscrever

Media

Media