SEAT realizará testes PCR a 15.000 funcionários para o seu regresso ao trabalho

  • Estes testes são definidos como uma amostra representativa da sociedade e os seus resultados, anónimos e confidenciais, serão a base de um estudo científico 
  • A empresa reiniciará gradualmente a produção a 27 de abril e realizará mais de 3.000 testes semanais
  • A atividade da SEAT será reativada com um turno de trabalho e o ritmo de produção aumentará nas semanas seguintes
  • SEAT fabrica máscaras cirúrgicas na sua fábrica de Martorell
A SEAT vai realizar testes PCR aos seus 15.000 funcionários para garantir a sua saúde e evitar o contágio de COVID-19. A empresa automóvel decidiu reiniciar de forma gradual a atividade no próximo dia 27 de abril e, entre as medidas de saúde e segurança, concordou com os representantes sindicais em realizar testes PCR para a deteção da SARS-CoV-2. Os testes PCR são o diagnóstico mais fiável para identificar se as pessoas avaliadas contraíram o vírus COVID-19.
 
Nota: Ver comunicado completo em anexo.
 
Imagens de alta resolução disponíveis em SEAT Media Center.
 
Vídeo disponível em: https://youtu.be/_giogBNxra4
 
Footage disponível em: https://youtu.be/xFEgL6H-GGw

Tags:

Sobre nós

Empresa automóvel.

Subscrever

Media

Media