Massificação do uso da fatura eletrónica em Portugal aumenta com obrigatoriedade alargada às empresas não residentes já a partir de 1 de julho - SERES

A Autoridade Tributária e Aduaneira está a impulsionar com determinação e sucesso a massificação da fatura eletrónica em Portugal. A partir do dia 1 de julho de 2019 a obrigação de faturar eletronicamente passará também a abranger as empresas não residentes no nosso país.

A SERES, que possui um serviço global que permite às empresas, independentemente do seu país de origem, faturar eletronicamente tanto em Portugal, como em qualquer outro país do mundo,  identificou 10 razões que fazem da fatura eletrónica um dos melhores aliados de qualquer empresa: redução em mais de 65 % nos custos de faturação; redução em cerca de 70 % em custos de gestão; poupança de mais de 80 % em custos de armazenamento; redução dos tempos de tratamento; eliminação de 99 % dos erros; eliminação de tarefas de rotina para realizar outras mais produtivas; poupança ambiental; aumento exponencial da segurança; melhoria da imagem financeira da empresa e melhoria dos resultados comerciais.

Mais informação no comunicado de imprensa em anexo.

Tags:

Sobre nós

A SERES é uma empresa internacional pioneira e especialista em Soluções de Transação Eletrónica Segura de Documentos que atua no mercado há mais de 30 anos. A SERES pertence a uma organização multinacional com presença através de filiais em França, Espanha, Alemanha, Portugal, México, Colômbia, Equador, Argentina e Perú. A empresa está também presente, através da sua rede de parceiros, no Canadá, na América do Norte, na América Latina, na Ásia, no Reino Unido, na Bélgica, na Suíça, em Itália, etc.

Subscrever