Arquitectos Diogo Aguiar e João Jesus responsáveis pelo Museu Temporário de “Roy Lichtenstein e a Pop Art”

Diogo Aguiar Studio e João Jesus Arquitectos são os responsáveis pela conceção do espaço que recebe a Exposição Roy Lichtenstein e a Pop Art” que estará patente até dia 23 de setembro na Praça Central do Centro Colombo. Com um projeto que pretende aproximar a arte das pessoas, os arquitectos responsáveis pelo Museu Temporário procuraram desenvolver um espaço que criasse uma relação muito próxima entre o público e o trabalho exposto, aproveitando, ao mesmo tempo, para criar uma zona de exibição menos convencional, uma vez que a exposição decorre num espaço diferenciador.

Para receber as obras de Roy Lichtenstein, Diogo e João afastaram-se da lógica do cubo branco e abstrato, criando uma maior relação entre o contentor e o conteúdo, de forma a criar um maior envolvimento com o público e um melhor entendimento das obras expostas. Para os arquitetos, “esta não é, de facto, uma exposição convencional, e tal condição permite-nos levar alguns conceitos ao limite. Sabemos à partida que esta estrutura deve ser diferenciadora e convidativa e, neste caso, existem múltiplas referências ao trabalho de Roy Lichtenstein no espaço que desenvolvemos: da estética pop à materialidade em chapa perfurada, passando pelas opções cromáticas em que sobressaem o amarelo-limão e o preto”. Acrescentam ainda que “as curvas que desenham a tridimensionalmente do espaço expositivo foram «extraídas» dos desenhos de Roy Lichtenstein, sendo estas mais visíveis nas varandas dos pisos superiores do Centro Colombo”.

O espaço que recebe a 8ª edição do projeto “A Arte Chegou ao Colombo” é uno, acessível através de três pontos, e definido por três planos em continuidade. As obras estão expostas em paredes curvas de chapa ondulada e perfurada preta, que se tornam transparentes a uma maior distância mas que conseguem definir o espaço e revelar alguma opacidade quando há uma maior proximidade.

A perfuração na chapa remete para a imagética do artista e, ao mesmo tempo, a tonalidade escura destaca as obras artísticas de Roy Lichtenstein, colocando-as em maior evidência pelo forte contraste cromático. A cor amarelo-limão do pavimento em linóleo e das luminárias, inspirada nas cores utilizadas nas obras do artista, foi escolhida para oferecer uma estética Pop ao espaço de exibição temporário, reforçando o tema da exposição que termina dia 23 de setembro.

Este ano, a 8ª edição do projeto “A Arte Chegou ao Colombo” apresenta uma seleção das obras mais emblemáticas de Roy Lichtenstein, um dos criadores do movimento Pop Art, que transformou imagens da cultura popular e de massas provenientes da publicidade, da banda desenhada e do quotidiano. Crying Girl, Whaam! e As I Opened Fire são alguns dos trabalhos mais conhecidos do espólio do artista que já foram vistos por 106 mil visitantes no Centro Colombo.

A exposição “Roy Lichstentein e a Pop Art” pode ser visitada até 23 de setembro, todos os dias, das 10H00 às 24H00. A entrada é gratuita.

Tags:

Sobre nós

Especialista internacional em centros comerciais.

Subscrever

Media

Media