GARANTIA RENOVADA: TRIGO DO ALENTEJO ABASTECE PADARIAS DO CONTINENTE

  • Sonae MC adquire mais de 4 mil toneladas de cereais do Alentejo, entre trigo e triticale, para produção de padaria nas lojas Continente de todo o país;
  • Este fornecimento corresponde a 80% do total dos cereais usados para a marca “Cereais do Alentejo”;
  • ANPOC reconhece a renovação do contrato como essencial para minimizar “os efeitos da volatilidade dos preços do cereal, fazendo com que mais agricultores voltem a produzir cereais”;
  • O envolvimento do INIAV como parceiro científico da iniciativa permitiu o melhoramento das variedades de trigo, resultando num pão com elevado valor proteico.

A SONAE MC e a ANPOC - Associação Nacional dos Produtores de Oleaginosas e Cereais renovaram o contrato de parceria para o fornecimento de Trigo e Triticale com a marca "Cereais do Alentejo".

“Continuamos, de uma forma estratégica, a apostar na produção regional e, ao mesmo tempo, no estudo e avanço científico que nos permitem dinamizar um setor adormecido, mas muito importante para a sustentabilidade local e nacional”, afirma Ondina Afonso – Presidente do Clube de Produtores Continente, após o fecho das negociações comerciais com cinco organizações de produtores do Alentejo.

O contrato prevê o fornecimento de 4.000 toneladas de trigo e 50 toneladas de triticale, o que significa que a SONAE MC adquiriu 80% do total dos cereais que estão a ser comercializados com a marca "Cereais do Alentejo".

“O setor dos cereais é para Portugal de vital importância, não só para a manutenção da atividade agrícola em vastas áreas do nosso território sem grandes alternativas culturais, promovendo uma maior coesão territorial e fixando as populações no interior do País, mas também para a nossa independência alimentar. Com esta parceria com a SONAE MC é valorizada a enorme qualidade, sustentabilidade e total rastreabilidade dos cereais com o selo “Cereais do Alentejo”, minimizando os efeitos da volatilidade dos preços do cereal, fazendo com que mais agricultores voltem a produzir cereais”, afirma José Pereira Palha da ANPOC.

Desta parceria resulta também o melhoramento das variedades de trigo, que permitem obter um pão de elevado valor proteico, indispensável a uma alimentação saudável e equilibrada.

A investigação e a inovação, a cargo dos investigadores do Campus Experimental de Elvas do INIAV - Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária tem sido um outro pilar importante nesta parceria que reúne o conhecimento, a produção e a distribuição.

Nuno Canada, Presidente do INIAV considera que “este é um exemplo de como um projeto de fileira, assente na incorporação de conhecimento e na diferenciação, pode ser um sucesso. A diferenciação dos produtos nacionais, a valorização da qualidade, a promoção dos sistemas agrícolas mediterrânicos são o caminho que maior garantia nos dá para enfrentarmos os desafios que Portugal tem pela frente e, desta forma, promover a sustentabilidade do setor e o desenvolvimento dos meios rurais. Por outro lado, este tipo de iniciativas permite levar aos consumidores o que de melhor Portugal tem”, afirma Nuno Canada.

Tags:

Sobre nós

Empresa de retalho.

Subscrever