SONAE APRESENTA CRESCIMENTO E RENTABILIDADE

PRINCIPAIS DESTAQUES DOS PRIMEIROS NOVE MESES DE 2018:

  • Volume de negócios da Sonae aumentou 7% para 4.236 M€, com crescimento de todos os negócios
  • Melhoria da rentabilidade, com subida de 3,5% do EBITDA subjacente
  • Resultado líquido cresceu de 133 M€ para 200 M€
  • Investimento aumentou para 480 M€

Ângelo Paupério, Co-CEO da Sonae, afirma: “Nos primeiros nove meses de 2018, a Sonae continuou a apresentar resultados sólidos em todo o seu portfólio de negócios. O volume de negócios consolidado cresceu 7% face ao ano anterior, com contribuições positivas de todas as unidades de negócio, e o EBITDA subjacente aumentou 3,5% para 233 milhões de euros. O resultado líquido cresceu 50% para 200 milhões de euros, impulsionado por um forte aumento dos resultados indiretos.

No 3º trimestre a Sonae MC continua a merecer destaque, quer pelo forte crescimento do volume de negócios quer pela estabilização da rentabilidade a níveis de referência. Neste período ficou concluída a reorganização de participações e reestruturação do novo perímetro desta unidade de negócio, assegurando os objetivos de autonomia e agilidade definidos e permitindo que passe a operar com um modelo de governo totalmente alinhado com as melhores práticas de empresas cotadas. Infelizmente, já em outubro, a Sonae optou por decidir retirar a sua intenção de admitir à negociação as ações da Sonae MC, que se ficou a dever a condições de mercado particularmente adversas.

Igualmente relevante e também neste trimestre, a Sonae concluiu a aquisição de 20% da participação na Sonae Sierra, um importante marco no aumento do perfil internacional do grupo, através do reforço da sua participação e influência neste operador de referência no setor imobiliário de retalho. Não obstante esta aquisição e a consolidação do balanço da Sonae Sierra, a Sonae continuou a reforçar a sua estrutura de capitais e a reduzir os seus níveis de alavancagem.”

ANÁLISE CONSOLIDADA

Todos os negócios aceleram crescimento

Numa perspetiva estatutária, o volume de negócios consolidado da Sonae cresceu 7,0% nos 9M18 face ao mesmo período do ano passado, para 4.236 M€, impulsionado por mais um trimestre positivo (+7,7% de crescimento do volume de negócios no 3T18) de todos os negócios consolidados.

O EBITDA da Sonae ascendeu a 270 M€ nos 9M18, +1,7% em termos homólogos, beneficiando de um aumento de 3,5% do EBITDA subjacente juntamente com uma evolução ainda melhor do resultado obtido pelo método de equivalência patrimonial, que cresceu 29,6% para 47 M€.

O resultado indireto atingiu 114 M€ nos 9M18, sendo de salientar no 3T18 um ganho de capital de 46 M€ resultante da aquisição da participação de 20% da Sonae Sierra.

O resultado líquido atribuível a acionistas aumentou de 133 M€ para 200 M€ nos 9M18, traduzindo o aumento de vendas e da rentabilidade, bem como dos resultados indiretos.

O investimento ascendeu a 480 M€, devido à aquisição de 20% na Sonae Sierra e ao plano de expansão e remodelação de lojas. 

Redução de 144 milhões de euros da dívida em base comparável

A Sonae reforçou a sua solidez financeira, com a dívida líquida da Sonae a situar-se em 1.539 M€ no final dos 9M18, incluindo a aquisição de 20% da Sonae Sierra por 256 M€ e a consolidação da dívida da empresa. Tendo em conta os valores reexpressos (pro-forma), ou seja, incluindo a consolidação integral da dívida líquida da Sonae Sierra no final dos 9M17, a dívida líquida da Sonae teria diminuído €144 M (ou 10,1%) em termos homólogos, para €1.283 M. 

O gearing médio contabilístico situou-se em 0,6x, uma ligeira melhoria quando comparado com o 3T17, e a estrutura de capitais foi uma vez mais reforçada, sendo atualmente composta por 67% de capital próprio (incluindo a dívida da Sonae Sierra integralmente consolidada), um aumento de 4,0 p.p. face ao ano passado.

A Sonae foi capaz de manter um custo médio das linhas de crédito utilizadas baixo (1,0% nos 9M18) com uma maturidade média da dívida de 3 anos.

Criação de mais de 2.000 postos de trabalho e apoio a mais de 900 instituições

O crescimento das várias áreas de negócios, dentro e fora de Portugal, tem contribuído para um reforço das equipas e competências das diversas áreas de negócio. Assim, a Sonae criou mais de 2.000 postos de trabalho nos últimos 12 meses, tendo terminado os primeiros nove meses do ano com mais de 45 mil colaboradores.

A Sonae também reforçou o seu compromisso com a comunidade, tendo apoiado cerca de 900 instituições em todo o país, através de bens materiais, competências e recursos financeiros. Entre as áreas de atuação beneficiárias dos apoios da Sonae estiveram a Solidariedade Social, a Cultura, a Educação, a Sensibilização ambiental e a Saúde e Desporto.

ANÁLISE OPERACIONAL E FINANCEIRA POR NEGÓCIO

Sonae MC cresce 7% e reforça posição de liderança

No retalho alimentar, a Sonae MC continua a apresentar um desempenho sólido, com o volume de negócios a crescer 7,0% em termos homólogos, para 3.012 M€, e a margem EBITDA subjacente estável nos 5,2%. Esta evolução beneficiou de um aumento de vendas no universo comparável de lojas de 2,5% e do contínuo plano de abertura de lojas, em particular com 8 novas lojas Continente Bom Dia e 1 Continente Modelo. Ao longo dos últimos trimestres, a evolução do volume de negócios demonstra a consistência dos esforços contínuos da Sonae MC para melhorar a oferta de frescos e a perceção de preço, bem como no desenvolvimento de produtos de marca própria. Além disso, e uma vez mais, a Sonae MC foi capaz de aumentar a quota de mercado e assim reforçar a sua liderança num ambiente tão desafiante.

Por último, o 3T18 foi também um trimestre importante para o segmento de Health & Wellness, com o anúncio do acordo para a aquisição de uma participação de 60% na Arenal, empresa de retalho de parafarmácias e perfumarias com uma rede de 41 lojas no norte de Espanha. Com este acordo, a Sonae MC será capaz de reforçar ainda mais a sua posição num dos seus principais pilares estratégicos que apresenta grande crescimento.

Worten acelera crescimento e prossegue expansão no online

Nos 9M18, a Worten atingiu um volume de negócios de 752 M€, 7,3% acima do registado no ano passado, e continuou a reforçar a sua liderança de mercado em Portugal. No 3T18, o volume de negócios da Worten cresceu 7,8%, consolidando a tendência ascendente dos trimestres anteriores. Esta sólida evolução continua a ser sobretudo suportada por uma variação de vendas no universo comparável de lojas de 5,5% nos 9M18 e de 4,2% no 3T18, e também pelo crescimento de dois dígitos do e-commerce tanto em Portugal como em Espanha. Na frente digital, a Worten deu um importante passo com o lançamento do Marketplace em Portugal.

No que diz respeito à rentabilidade, o EBITDA subjacente no 3T18 melhorou 0,6 M€, atingindo 14,3 M€ nos 9M18 e uma margem estável de 1,9%.

Sonae Sports & Fashion cresce vendas em contraciclo com mercado

Tal como no primeiro semestre do ano, o setor da moda continua a enfrentar um contexto desafiante. O consumo em retalho de fashion registou valores negativos no trimestre, tanto em Portugal como em Espanha, devido a condições meteorológicas atípicas. Apesar deste cenário, o volume de negócios da Sonae Fashion cresceu 0,4% em termos homólogos para 269 M€.

Na área do desporto, o volume de negócios do Iberian Sports Retail Group (ISRG) atingiu 262 M€ no período de seis meses entre 1 de fevereiro a 4 de agosto, um aumento de 9,8% em termos homólogos, devido sobretudo ao desempenho de vendas da Sprinter e JD.

Sonae FS com aumento superior a 30% do volume de negócios

A atividade da Sonae FS continua a apresentar um bom desempenho, com a produção e o volume de negócios a aumentarem 23,4% e 31,9% em termos homólogos para 707 M€ e 22 M€, respetivamente. Este desempenho continua a ser impulsionado pela operação do cartão Universo, que durante o 3T18 ganhou cerca de 30 mil subscritores adicionais, tendo já ultrapassado os 700 mil em outubro. Ao mesmo tempo, a quota de mercado em pagamentos continuou a níveis elevados, atingindo os 12,4% em setembro.

Imobiliário de retalho com portefólio de mais de 900 milhões de euros

O volume de negócios da Sonae RP, unidade responsável pela gestão do portefólio de imobiliário de retalho da Sonae, aumentou 2,8% em termos homólogos nos 9M18, para 71 M€, impulsionado pela expansão de rede de lojas. No final de setembro, o portefólio da Sonae RP apresentava um valor contabilístico bruto de 1.303 M€ e um valor contabilístico líquido
de €932 M.

Sonae IM cresce e beneficia do retorno dos investimentos realizados

O volume de negócios da Sonae IM ascendeu a 112 M€ nos 9M18, crescendo 18,1% em termos homólogos, impulsionado por todas as empresas do portefólio, mas principalmente pela integração da Nextel e pelo desempenho da Bizdirect. O EBITDA subjacente melhorou 1,9 M€, para 4,5 M€ nos 9M18, e a margem foi de 4,0% impulsionada por uma melhoria de eficiência em todas as empresas e pelo impacto positivo do aumento de vendas de licenças de software.

No 3T18, além do reforço em algumas das empresas do portefólio e de alguns investimentos em fase inicial, foram adicionados dois investimentos minoritários no capital social da Reblaze (tecnologia de cibersegurança para proteção de ativos) e a ciValue (plataforma cloud de marketing segmentado e portal de fornecedores para retalhistas), ambas sediadas em Israel.

Forte expansão de serviços e investimento

A 12 de setembro foi concluído o acordo com o grupo Grosvenor para a aquisição de uma participação adicional de 20% da Sonae Sierra pelo valor total de 255,9 M€. Com esta transação, a Sonae passará a consolidar integralmente a Sonae Sierra na sua demonstração de resultados a partir do 4T18.

Numa base proporcional, o volume de negócios da Sonae Sierra situou-se em 159 M€ e o resultado direto ascendeu a 50 M€ nos 9M18, uma melhoria de 9,7% em termos homólogos beneficiando de um melhor desempenho operacional da divisão de serviços em conjunto com uma melhoria dos resultados financeiros.

A área de serviços da Sonae Sierra registou um desempenho positivo nos 9M18, tendo continuado a crescer o seu portefólio de contratos de serviços de desenvolvimento, gestão de investimentos e gestão de centros comerciais. A área de serviços de gestão de investimentos, especificamente a ORES Socimi, continuou a registar um bom ritmo de crescimento, tendo atualmente 30 ativos no seu portefólio com um valor de mercado de 328 M€.

A Sonae Sierra continua a progredir na execução do seu plano de desenvolvimentos, nomeadamente: Designer Outlet McArthurGlen em Málaga (Espanha) e Jardín Plaza em Cúcuta (Colômbia), assim como a expansão do NorteShopping e Colombo (Portugal).

NOS cresce a nível operacional e financeiro

Nos 9M18, as receitas operacionais da NOS totalizaram 1.167 M€, um aumento de 0,7% face ao ano passado. Relativamente à rentabilidade, o EBITDA melhorou 2,9% em termos homólogos para 462 M€ e a margem EBITDA aumentou 90 pontos base, para 39,6%, nos 9M18. O resultado líquido disparou 17,0% em termos homólogos, atingindo 123 M€ nos 9M18.

No que diz respeito aos indicadores operacionais, o número total de RGUs aumentou 2,2% na comparação homóloga, para 9.570 milhares nos 9M18, enquanto o número de RGUs convergentes situou-se em 3.843 milhares, +5,8%. O investimento aumentou 6,5% para 280 M€ nos 9M18.

(Comunicado integral em anexo)

Tags:

Sobre nós

Empresa de retalho.

Subscrever