Nove dias com o melhor da música clássica e do jazz

Entre 19 e 27 de Julho, o Festival das Artes QuebraJazz apresenta a estreia absoluta da obra Momentos, do Trio Paulo Bandeira com Cristina Branco, e, pela primeira vez em Coimbra, o concerto Our Secret World, que junta o guitarrista Kurt Rosenwinkel à Orquestra Jazz de Matosinhos.

Sob o tema Outros Mundos, esta 12.ª edição retoma como palco principal o anfiteatro ao ar livre Colina de Camões, na Quinta das Lágrimas, em Coimbra, programando concertos diários que, entre a música clássica e o jazz, dão continuidade à parceria estabelecida com o QuebraJazz, produzido pela Associação Cultural Quebra Costas, que desde 2019 colabora com a organização do Festival.

Além da programação musical, o Festival das Artes QuebraJazz promove ainda teatro para a infância, um workshop de gastronomia para pais&filhos, um jantar temático no Hotel Quinta das Lágrimas, conferências e a exposição Japão e Portugal: Fusão das Artes e das Letras no Século XVI.

A inauguração da exposição marca a cerimónia oficial de abertura desta 12.ª edição, a 19 de Julho, na Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, às 17h00, a que se segue, às 21h00, o concerto inaugural Our Secret World, de Kurt Rosenwinkel, um dos melhores guitarristas de jazz do mundo, com a Orquestra Jazz de Matosinhos, considerada uma das melhores orquestras de jazz da Europa, para a apresentação do seu disco conjunto.

O concerto decorre no Anfiteatro Colina de Camões, na Quinta das Lágrimas, onde, no dia seguinte, também às 21h00, se apresentam os Músicos do Tejo com a soprano Sandra Medeiros, num programa intitulado In furore, com obras de Händel, Carlos Seixas, Pedro António Avondano, Carl Philipp Emanuel Bach, Francisco António de Almeida e Vivaldi.

Na quarta-feira, 21 de Julho, às 11h00, os Jardins da Quinta das Lágrimas acolhem a obra de teatro para a infância Pelo espaço fora até… Uups!, pela Camaleão, que repete a 23 de Julho, sexta-feira, à mesma hora.

O encontro de culturas é também central no concerto Música do Mundo, que pode ser escutado nesse dia às 21h00, no Anfiteatro Colina de Camões, pelas mãos dos Aga Khan Master Musicians, um ensemble de renome internacional que toca instrumentos asiáticos e ocidentais e explora a forma como a inovação ajuda a revitalizar o património cultural.

A programação prossegue a 22 de Julho com uma viagem gastronómica por várias cozinhas do mundo, no workshop Sabores daqui e dali, para pais e filhos, orientado pelo Chef Vítor Dias, às 11h00, no Hotel Quinta das Lágrimas.

À noite, pelas 21h00, a Jovem Orquestra Portuguesa, com o maestro Pedro Carneiro, apresenta Variações românticas no Anfiteatro Colina de Camões, acompanhada pelo violoncelo de Pedro Cruz. O programa inclui obras de Tchaikovsky e Robert Schumann.

A Jovem Orquestra Portuguesa integra jovens músicos de todo o país, entre os 14 e os 24 anos, seleccionados pela sua excelência, talento e potencial.

E antes do dia terminar, às 22h00, é ainda possível assistir à conferência Outros Mundos que o físico, professor universitário e ensaísta português Carlos Fiolhais profere no Hotel Quinta das Lágrimas.

Na sexta-feira, 23 de Julho, a Orquestra Gulbenkian regressa a Coimbra para um concerto em torno d’A elegância clássica, conduzida pelo maestro José Eduardo Gomes, e com o violinista Francisco Lima Santos como solista. O programa percorre Samuel Barber, Joseph Haydn e Wolfgang Amadeus Mozart.

No fim-de-semana, a programação do 12.º Festival das Artes Quebrazz traz ao Grémio Operário de Coimbra, no sábado, às 18h30, o CPJazz Sexteto, à qual se segue, às 20h30, no Hotel Quinta das Lágrimas, o jantar Gourmet promovido pelo Chef Vitor Dias e Chefs convidados, em torno do tema Coimbra - Região Europeia da Gastronomia.

No domingo, 25 de Julho, o jazz volta ao Anfiteatro Colina de Camões, pelas 21h00, para celebrar 15 años do CMS Trio. Javier Colina, Marc Miralta, Perico Sambeat constituem um dos mais aclamados trios de jazz em Espanha, que apresenta agora em Coimbra um programa que reúne jazz, flamenco, música latina e ritmos de todo o mundo.

No dia seguinte, segunda-feira, Mário Laginha, Julian Argüeles e Helge Norbakken, o LAN Trio, apresenta às 21h00, no Anfiteatro Colina de Camões, o seu novo disco Atlântico, considerado como um dos melhores discos de jazz do ano 2020 por Matt Fripp na conceituada Jazzfuel.com.

A 27 de Julho, o último dia do Festival das Artes QuebraJazz traz a Coimbra a estreia absoluta da obra Momentos, pelo Trio Paulo Bandeira (João Paulo Esteves da Silva, Bernardo Moreira e Paulo Bandeira) com uma das vozes mais aclamadas internacionalmente da música portuguesa, a cantora Cristina Branco.

O concerto de encerramento desta 12.ª edição do Festival das Artes QuebraJazz acontece às 21h00, no Anfiteatro Colina de Camões, e apresenta uma fusão do jazz com vários quadrantes da música portuguesa, e não só, de uma forma sublime

Tags:

Subscrever

Media

Media