NOVO VEÍCULO DE DEMONSTRAÇÃO COM CONSUMO DE COMBUSTÍVEL E EMISSÕES DE CO2 MAIS REDUZIDOS

A redução do consumo de combustível está no centro do desenvolvimento dos veículos Renault Trucks, concebidos com o objetivo de serem centros de lucro para os transportadores. Em linha com o Optifuel Lab 1 e o Optifuel Lab 2 e, mais recentemente, o projeto Urban Lab 2 envolvendo veículos de distribuição, a Renault Trucks está neste momento a desenvolver uma nova combinação experimental concebida para consumir 13% menos combustível do que um reboque com engate standard ligado a um Renault Trucks T.
 
O projeto FALCON (Flexible & Aerodynamic Truck for Low CONsumption - Camião Flexível e Aerodinâmico de Baixo Consumo), liderado pela Renault Trucks, conta com a participação de um consórcio constituído pelos seguintes parceiros: Faurecia, Michelin, Total, Fruehauf, Wezzoo, Benomad, Styl'Monde, Polyrim, Enogia, o IFPEN, a École Centrale de Lyon (LMFA) e o IFSTTAR (LTE; LESCOT). O projeto recebe apoio financeiro estatal através do fundo FUI Regions. 
 
Os desenvolvimentos tecnológicos têm a finalidade de obter um ROI máximo para o cliente de dois anos em condições normais de operação, e o objetivo é iniciar a produção no médio prazo. Os desenvolvimentos centram-se na aerodinâmica otimizada da combinação trator-semi-reboque, pneus de baixa resistência ao rolamento, funções de auxílio à condução e de gestão de combustível e de poupança de energia, combinadas com um grupo motopropulsor mais evoluído que utiliza um sistema de recuperação de calor Rankine de nova geração e formulações de lubrificantes otimizadas. Prevê-se que, à exceção do sistema Rankine, esta tecnologia seja integrada num veículo de demonstração e testada em condições reais em finais de 2018.
 
O projeto Falcon, com data de conclusão prevista para 2020, proporciona à Renault Trucks um novo laboratório sobre rodas, não só para avaliar a tecnologia conducente a reduzir ainda mais o consumo de combustível de camiões com semi-reboque, mas também como preparação para as exigências de regulamentos futuros na UE relativos a emissões de CO 2 de veículos pesados de mercadorias, em conjunto com volumes, dimensões e pneus.

Tags:

Sobre nós

Comércio automóvel.

Subscrever

Media

Media