NOVO MOTOR ELÉTRICO PARA CAMINHÕES DE TRANSPORTE DE LEITE REDUZ EMISSÕES

Grandes quantidades de dióxido de carbono são emitidas desnecessariamente quando os caminhões-tanque chegam às fazendas para coletar o leite. Isso ocorre porque os caminhões utilizam seus enormes motores a diesel para acionar a bomba que enche o tanque. A empresa de tecnologia Semcon desenvolveu um sistema elétrico que reduzirá o consumo de diesel de um único caminhão em até 5.000 litros por ano. Além disso, os níveis de ruídos e as emissões nas fazendas também serão reduzidos.

Cada caminhão-tanque bombeia leite por cerca de 1.000 horas por ano, um processo que é dispendioso para a indústria de laticínios. A instalação de um motor elétrico alimentado por bateria reduziria o consumo de diesel e o desgaste do motor a diesel.

“Um dos pontos fortes da solução da Semcon é que os produtores de laticínios não precisariam comprar caminhões novos — a tecnologia pode ser implementada nos veículos existentes, afirmou Hans Peter Havdal, chefe de divisão da Semcon.

A Tine, uma empresa norueguesa responsável por grande parte do transporte de leite da Noruega, planeja instalar as novas bombas em todos os seus 250 veículos.

“Quando todas as nossas bombas de leite na Noruega operarem alimentadas por eletricidade, nós reduziremos o consumo de diesel em 1,25 milhão de litros por ano. Isso significa que o nível de emissões de CO2 será reduzido em 3.200 toneladas/ano. Esse investimento no nosso clima também trará recompensas financeiras. Nossos custos serão reduzidos em vários milhões de coroas”, declarou Frode Eggan, da produtora de laticínios norueguesa Tine.

Mais de 120 milhões de litros de diesel poderiam ser economizados todos os anos se todas as produtoras de laticínios da União Europeia adotassem essa solução. Além disso, a tecnologia também pode ser transferida para outras áreas.

“Nesse caso, nós nos concentramos nos laticínios, mas a tecnologia pode ser aplicada ao manuseio de qualquer produto bombeado para tanques: grãos, péletes, ou mesmo outros líquidos, como a cerveja. É incrível o volume de diesel que podemos economizar”, disse Havdal.

A Semcon, a Tine e a Enova estão trabalhando em parceria nesse projeto.

Como funciona o motor elétrico
A bateria do motor elétrico é carregada enquanto o veículo está em movimento, como uma bateria de carro comum. As baterias fornecem energia suficiente para alimentar desembaçadores, luzes e limpadores de para-brisa, entre outros itens que ajudam a garantir o conforto e a segurança do motorista. Praticamente nenhum ruído é emitido durante o bombeamento elétrico, o que significa que ruídos prejudiciais podem ser consideravelmente reduzidos durante a coleta de leite nas fazendas.

“Os caminhões-tanque para coleta de leite chegam à fazenda a cada dois dias. Qualquer solução que reduza os ruídos e as emissões teria um impacto extremamente positivo para o nosso ambiente de trabalho, e também garantiria um produto mais ecológico”, declarou o produtor de leite Ove Nättorp.

Imagens, etc. podem ser baixadas aqui.

Saiba mais sobre a oferta da Semcon em Eletrificação.

Para obter mais informações, entre em contato com: 

Per Nilsson, chefe de comunicações e marketing da Semcon
Tel.: +46 (0) 739 737 200
E-mail: per.nilsson@semcon.com

A Semcon é uma empresa de tecnologia internacional que desenvolve produtos a partir das necessidades e dos comportamentos humanos. Nós fortalecemos a competitividade dos nossos clientes ao começarmos sempre pelo consumidor final, pois a pessoa que mais entende as necessidades do consumidor é a que cria os melhores produtos e os benefícios mais evidentes aos humanos. A Semcon colabora principalmente com empresas nos setores automotivo, industrial, de energia e de biociências. Com mais de 2000 funcionários especializados, a Semcon tem a habilidade de ser responsável por todo o ciclo de desenvolvimento de produtos, desenvolvimento estratégico e tecnológico ao design e informações sobre o produto. A Semcon foi fundada na Suécia em 1980 e tem escritórios em mais de 30 locações em oito países diferentes. Em 2017, o Grupo relatou uma venda anual de 1,8 bilhões de coroas suecas (SEK). Leia mais em semcon.com

Tags: