Parto de quadrigêmeos é realizado com segurança no Hospital Regional Especializado em Wroclaw

Recentemente, Grażyna Ohia e seus colegas do Hospital Regional Especializado, em Wroclaw, na Polônia, realizaram o primeiro parto de quadrigêmeos na história do local. Os ventiladores Servo da Getinge deram a Adam, Alan, Kaj e Noe o suporte respiratório durante suas primeiras semanas de vida na unidade de cuidados intensivos neonatal.

O parto de quadrigêmeos é algo raro. Embora este não tenha sido o primeiro nascimento múltiplo desde a abertura do Hospital Regional Especializado em Wroclaw, Polônia, este é o primeiro parto de quadrigêmeos realizado no local. Grażyna Ohia, chefe do departamento de neonatologia, e seus colegas passaram semanas se preparando para este momento histórico.

“Foi um desafio, pois nunca havíamos realizado um parto de quadrigêmeos em nosso hospital. Um parto prematuro é sempre uma situação delicada, na qual várias coisas podem ocorrer, por isso realizamos um planejamento detalhado para estarmos altamente preparados. Trabalhamos em conjunto com ginecologistas, obstetras e um perinatologista, para definir a data mais adequada para o nascimento dos quadrigêmeos. ”

Na trigésima semana de gravidez, Grażyna Ohia e a equipe seguiram o seu planejamento e realizaram a cesariana que trouxe ao mundo quatro meninos saudáveis. O maior pesava 1550 gramas, o menor 1270 gramas e os outros dois cerca de 1300 gramas cada. Cada criança foi designada a um neonatologista e a uma enfermeira parteira, já que foram transportados em incubadoras para a unidade de terapia intensiva neonatal, onde passariam as primeiras semanas de vida.

“Nós os conectamos aos ventiladores não invasivos Servo da Getinge. Trabalhamos com este equipamento há anos, que é apreciado por nossa equipe, especialmente pela facilidade em usá-lo. Em uma situação em que você tem quatro bebês que necessitam de cuidados simultaneamente, não há espaço para problemas técnicos. Você deve saber que pode confiar no equipamento. ”

A mãe dos quadrigêmeos se recuperou rapidamente após o parto e não teve quaisquer complicações obstétricas. Juntamente com o pai e o irmão mais velho da família, ela conseguiu voltar para casa após alguns dias, ansiosa pelo momento em que os recém-nascidos receberiam alta.

Cinquenta dias depois, os meninos - Adam, Alan, Kaj e Noe - receberam alta e puderam ir para casa.

“Para nossa equipe, essa foi uma experiência emocionante que permanecerá em nossos corações para sempre. Este parto é o resultado da combinação entre bom planejamento e trabalho em equipe, apesar de já trabalharmos em plena capacidade. A mãe visitou os meninos todos os dias e apoiou seu desenvolvimento antes de receberem alta. Foi algo maravilhoso de se ver. Trabalhar com recém-nascidos é algo empolgante, eu amo meu trabalho. ”

Clique aqui e saiba mais sobre os ventiladores mecânicos da Getinge

Subscrever

Media

Media