Office Flashpoint: Corredor Oeste continua a liderar e gera 70% da ocupação de setembro

No mês de setembro, as empresas ocuparam 5.659 m2 de escritórios em Lisboa, dos quais 68% situados no Corredor Oeste, eixo que se situa na zona da A5, que liga a capital a Cascais. No acumulado do ano (janeiro a setembro), esta mantém-se como a zona mais dinâmica, concentrando 30% dos 133.504 m2 ocupados neste período.

Esta zona tem-se revelado como a mais ativa, sobretudo porque conjuga dois fatores: concentra a maioria da área disponível na região de Lisboa, cerca de 45%, e oferece, ao mesmo tempo, rendas muito competitivas quando comparadas com outras zonas”, explica Mariana Rosa, diretora de Office Agency da JLL.

Em setembro, a representatividade do Corredor Oeste foi influenciada pela ocupação de 3.150 m2 na Torre Zenith pela Mapfre, operação que corresponde a mais de metade do volume transacionado no mês. A ocupação registada em setembro foi a mais baixa do ano, evidenciando um decréscimo de 58% face ao mês anterior e de 75% face a igual mês de 2017. Não obstante, o volume anual de janeiro a setembro mantém um crescimento de 18% face ao ano anterior, superando já os 133.500 m2. A JLL mantém-se como uma das empresas que mais contribuem para a atividade ocupacional do mercado de escritórios, tendo sido responsável por 64% da ocupação só em setembro, garantindo um acumulado de cerca de 23% da área tomada desde início do ano.

Tags:

Sobre nós

Empresa de serviços financeiros e profissionais especializada em serviços de imobiliário e gestão de investmento, desenvolvendo a sua atividade nos mercados de escritórios e retalho, nas áreas de agência, investimento, corporate solutions, consultoria e avaliações, gestão de imóveis, arquitectura/obras e research.

Subscrever