TAP CELEBRA 50 ANOS DA ROTA LISBOA – NOVA IORQUE

Companhia continua a promover Portugal nos Estados Unidos e inaugura hoje mural em Brooklyn com campanha Portugal Stopover. Jornal New York Times elogia Programa Stopover da TAP: https://nyti.ms/2JOxGzL Companhia investe em força no mercado americano, cujo volume de receitas triplicou desde a abertura de novas rotas, em 2016, numa aposta vencedora dos acionistas da TAP. TAP já transportou nas suas rotas nos Estados Unidos mais de 1,3 milhões de passageiros desde 2016. Vídeo comemorativo da TAP nos Estados Unidos: https://youtu.be/uWb3578GF7o Para celebrar o 50º aniversário da abertura da sua primeira rota para os Estados Unidos, a rota Lisboa – JFK, a TAP inaugura hoje, em Brooklyn, Nova Iorque, um mural de promoção do Programa Stopover Portugal. Esta campanha acontece no mesmo momento em que a TAP divulga Portugal em 800 painéis publicitários e em 400 táxis na cidade de Nova Iorque.     TAP CELEBRA 50 ANOS DA ROTA LISBOA – NOVA IORQUE   Companhia continua a promover Portugal nos Estados Unidos e inaugura hoje mural em Brooklyn com campanha Portugal Stopover. Jornal New York Times elogia Programa Stopover da TAP: https://nyti.ms/2JOxGzL Companhia investe em força no mercado americano, cujo volume de receitas triplicou desde a abertura de novas rotas, em 2016, numa aposta vencedora dos acionistas da TAP. TAP já transportou nas suas rotas nos Estados Unidos mais de 1,3 milhões de passageiros desde 2016. Vídeo comemorativo da TAP nos Estados Unidos: https://youtu.be/uWb3578GF7o   Para celebrar o 50º aniversário da abertura da sua primeira rota para os Estados Unidos, a rota Lisboa – JFK, a TAP inaugura hoje, em Brooklyn, Nova Iorque, um mural de promoção do Programa Stopover Portugal. Esta campanha acontece no mesmo momento em que a TAP divulga Portugal em 800 painéis publicitários e em 400 táxis na cidade de Nova Iorque.     Desde a privatização, a TAP abriu três novos destinos na América do Norte: Boston, Nova Iorque-JFK e Toronto e passou a diárias as suas frequências para Miami e Newark, totalizando atualmente 35 frequências semanais para a América do Norte.   Em resultado desse investimento, o mercado dos Estados Unidos mais do que triplicou a sua importância para a TAP em termos de volume de receitas. Desde a abertura das rotas de Boston e de JFK, em 2016, e até maio de 2018, a TAP já transportou nas suas rotas nos Estados Unidos mais de 1,3 milhões de passageiros. Um crescimento de 155% comparando com os passageiros transportados nas rotas norte-americanas, em 2015, antes da privatização.   E este mercado continua a crescer. No passado mês de maio, a TAP transportou 62 mil passageiros nas suas rotas nos EUA, o que corresponde a mais 10,4% do que os passageiros transportados em maio do ano passado.   Com os novos aviões a chegar a partir do final deste ano, a TAP prevê um crescimento ainda maior de passageiros e destinos na América do Norte. Os novos A330neo e A321neo além de garantirem mais qualidade e conforto aos passageiros, vão permitir uma economia de custos que possibilitará  à Companhia ter um produto mais competitivo.   Por outro lado, o desenvolvimento de um acordo comercial com a JetBlue, uma das principais companhias norte-americanas é também uma ferramenta decisiva para abrir as portas à companhia portuguesa. No âmbito desse acordo a TAP liga já os seus voos em Boston e JFK a 34 destinos da JetBlue nos Estados Unidos, entre os quais: S. Francisco, Los Angeles, Washington, Chicago, Las Vegas, Orlando, Detroit, New Orleans, Savannah, San Juan, Richmond e Tampa. Ao abrigo deste acordo de code share a TAP já transportou cerca de 72 mil passageiros.   Constatada a apetência do mercado pelo destino Portugal, a TAP está a investir na divulgação do seu novo produto Stopover no mercado norte-americano. Este é um instrumento fundamental para a estratégia de conquista dos Estados Unidos. O Stopover permite que um passageiro em viagem dos EUA para um destino na Europa usufrua de um a cinco dias em Portugal, sem custos acrescidos. Essa estada em Portugal, onde terá oportunidade de conhecer uma ou mais cidades, funciona como um estímulo para uma nova viagem com destino a Portugal. O programa tem sido sucessivamente reconhecido por prestigiados meios internacionais. A edição norte-americana da revista Conde Nast Traveler considerou-o o melhor programa de Stopover do mundo. E o jornal New York Times faz hoje também um elogio ao Portugal Stopover: https://nyti.ms/2JOxGzL.   Acerca da TAP Air Portugal   A TAP Air Portugal é a companhia aérea Portuguesa líder de mercado, e membro da Star Alliance, a maior aliança verdadeiramente global do mundo, desde 2005. A operar desde 1945, a companhia viu o seu processo de privatização concluído em 2015, ano em que celebrou 70 anos, com o consórcio Atlantic Gateway como novo acionista. Com Hub em Lisboa, plataforma privilegiada de acesso na Europa, na encruzilhada com África, América do Norte, Central e do Sul, a TAP é líder na operação entre a Europa e o Brasil. Desde o Verão 2017, a Rede TAP cobre 84 destinos em 35 países a nível mundial. Operando em média cerca de 2.500 voos por semana, a TAP dispõe de uma frota de 90 aeronaves: 67 aviões Airbus e 21 ao serviço da TAP Express, a nova marca comercial da companhia para a sua rede regional. No âmbito do vasto plano de transformação da TAP em curso, na sequência da sua privatização, a companhia reestruturou a Rede, lançou novos produtos tarifários e anunciou, entre outras novidades, a renovação da sua frota de médio e longo curso a partir de 2018, a atualização e reconfiguração da frota presentemente em operação e o lançamento da TAP Express, que tomou o lugar da PGA e está equipada com uma frota integralmente renovada de 21 aviões ATR 72 e Embraer 190. Prosseguindo uma orientação prioritariamente direcionada para o Cliente, a TAP investe continuamente em inovação e na utilização das novas tecnologias, oferecendo um produto e serviços de elevada qualidade, segurança e fiabilidade.  A TAP foi eleita a Melhor Companhia Aérea na Europa em 2011, 2012, 2013 e 2015, pela prestigiada revista “Global Traveller” dos EUA, e foi distinguida pela UNESCO e pela International Union of Geological Sciences com o Prémio Planeta Terra IYPE 2010, na categoria Produto Sustentável Mais Inovador. Foi também eleita pela revista britânica Business Destinations como a Companhia Aérea com melhor Classe Executiva – América do Sul, em 2013 e considerada a Melhor Companhia Aérea pela revista “Condé Nast Traveller” em 2010. Foi ainda eleita a Melhor Empresa Portuguesa na área do Turismo em 2011 e também a Companhia Aérea com Melhor Reputação em Portugal, pelo Reputation Institute em 2014. A TAP tem também vindo a ser distinguida pelos prestigiados prémios World Travel Awards: Eleita a Companhia Aérea da Europa Líder para África e Companhia Aérea da Europa Líder para a América do Sul em 2017, 2016, 2015 e 2014 e Companhia Aérea Líder Mundial para África em 2011 e 2012. Detém igualmente o título de Companhia Aérea Líder Mundial para a América do Sul, dos WTA, em 2009, 2010, 2011 e 2012. A UP, revista de bordo da TAP foi também premiada pelos WTA em 2017, 2016 e 2015 como a Revista de Bordo Líder na Europa.   Comunicação Corporativa | Relações com os Media E-mail: corpcom@tap.pt | Tel.: 218 416 017 | Fax: 218 415 881

mytaxi e CARRIS com match perfeito para o Rock in Rio Lisboa

A mytaxi e a CARRIS anunciam uma parceria para a realização de um projeto piloto de transporte público na cidade de Lisboa para a edição deste ano do Rock in Rio, numa iniciativa que conta com os empresários de táxi e promovido pela Câmara Municipal de Lisboa, enquadrado pelo regime jurídico do serviço público de transporte de passageiros, na figura do transporte público flexível.   Este projeto vai concretizar-se via plataforma mytaxi através da funcionalidade mytaximatch que será lançada especificamente para os dias em que decorre o Rock in Rio Lisboa, e que sob a designação “mytaximatch CARRIS” irá permitir a partilha de viagens de táxi até dois utilizadores distintos (no máximo quatro passageiros) que tenham como origem ou destino o recinto do festival no Parque da Bela Vista. Além disso, dentro do município de Lisboa esta viagem partilhada terá um preço máximo de 5€ por utilizador.   O lançamento deste projeto piloto tem como principal objetivo proporcionar aos participantes do festival mais uma alternativa de mobilidade, garantindo um fluxo constante e uma resposta eficiente à necessidade de transporte num evento com a grande dimensão que tem o Rock in Rio. A existência de soluções alternativas ao transporte individual, mas também menos rígidas que o transporte regular de passageiros, são cada vez mais relevantes para garantir alternativas de qualidade para os cidadãos.   “Estamos muito orgulhosos com esta parceria com a CARRIS, que nos vai permitir disponibilizar pela primeira vez em Portugal a funcionalidade match naquele que é um dos maiores eventos realizados no nosso país. Graças a este projeto piloto vai ser possível testar o transporte flexível em táxis, uma vez que ao acederem à mytaxi os utilizadores vão poder optar por utilizar o “mytaximatch CARRIS”, desde que tenham como ponto de partida e/ou chegada o recinto do Rock in Rio. Para além de permitir aos utilizadores a dividir a viagem e os respetivos custos, esta funcionalidade será também uma mais-valia para o descongestionamento do trânsito e para uma maior mobilidade dentro da cidade”, afirma Pedro Pinto, Diretor Geral da mytaxi Portugal.   “A CARRIS tem orgulho em estar associada a este projeto piloto com a mytaxi, sendo um projeto que se insere numa visão de procura intensa de soluções, de vários tipos, com outros parceiros de mobilidade urbana, que levem as pessoas a deixar o transporte individual em casa e a optar pelo transporte público. A CARRIS pretende integrar-se com os vários ‘players’ do ecossistema de mobilidade, para oferecer soluções sustentáveis e confortáveis, que permitam operar uma mudança de mentalidade, para que Lisboa seja uma cidade que oferece melhor qualidade de vida e melhor ambiente”, António Pires, Vice-Presidente do Conselho de Administração da CARRIS.   Para Miguel Gaspar, vereador da mobilidade e Segurança da Câmara de Lisboa, “esta será a primeira oportunidade de mostrar em Lisboa as vantagens do táxi partilhado, uma solução flexível, porta-a-porta, que oferece total conforto para os utilizadores. São iniciativas como a mytaximatch CARRIS, bem como outras soluções de mobilidade partilhada também apoiadas pela Câmara de Lisboa, como o car sharing ou o scooter sharing que, cada vez mais, constituem uma alternativa ao uso do automóvel particular.”   Esta iniciativa, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, pretende também demonstrar o potencial de inovação no mercado do transporte público, assim como a vontade e a adesão do sector do táxi para a inovação.   O piloto será realizado durante os dias do festival, não excluindo a CARRIS e a mytaxi a possibilidade de vir a aplicar esta solução em situações futuras.   Como funciona na prática este serviço?   Este serviço de partilha de táxi permite dividir os custos do táxi até duas contas de passageiro mytaxi dividir, desde que a direção seja a mesma. Para realizar um pedido mytaximatch, o passageiro deverá: Abrir a aplicação Selecionar o pedido Match e introduzir o endereço ou a referência para onde deseja ir (por exemplo Rock in Rio Lisboa ou Parque da Bela Vista) Por fim, só precisa de aguardar uns minutos até à chegada do seu motorista.   A aplicação mytaxi permite que os custos da viagem sejam repartidos pelos dois passageiros, conforme a distância percorrida por cada um deles. Apenas dois clientes podem fazer Match e no máximo cada cliente só pode levar um acompanhante consigo. Depois do segundo cliente sair, a viagem termina. Caso não encontre um 2º passageiro até ao seu destino o preço da viagem nunca passa dos 5€!     Sobre a Carris: A missão da CARRIS é a prestação do serviço de transporte público urbano de superfície de passageiros, orientada por critérios de Sustentabilidade, contribuindo para um desenvolvimento que atenda às necessidades do presente sem comprometer a possibilidade de as gerações futuras satisfazerem as suas próprias necessidades. A CARRIS assume, de forma consciente, a sua responsabilidade como agente económico e social que atua no domínio da mobilidade urbana, contribuindo para o desenvolvimento e sustentabilidade de Lisboa e da sua área metropolitana, ajustando a sua atividade às necessidades do mercado, otimizando a utilização dos recursos com vista ao aumento da sua eficiência empresarial e à permanente melhoria da qualidade do serviço que presta.   Sobre a mytaxi: A mytaxi foi fundada em junho de 2009, tendo sido a primeira aplicação de táxis do mundo a estabelecer uma ligação direta entre o taxista e o passageiro. Com mais de 13 milhões de downloads e 160.000 taxistas registados, a mytaxi é líder de mercado entre as aplicações para táxis na Europa. Desde setembro de 2014 que a mytaxi é uma subsidiária da Daimler Mobility Services GmbH (parte do grupo Daimler). Em julho de 2016 a mytaxi anunciou a fusão com a Hailo, a principal aplicação de táxis no Reino Unido e na Irlanda, um passo importante para se tornar a principal aplicação de táxis na Europa. Em fevereiro de 2017 a mytaxi divulgou a aquisição da Beat (antiga Taxibeat), aplicação líder de táxis na Grécia, disponível também no Peru e no Chile. Em junho de 2017 a mytaxi adquiriu a Clever Taxi, aplicação de táxis líder na Roménia. Com mais de 700 colaboradores em todo o mundo, a mytaxi está presente em países como a Reino Unido, Alemanha, Irlanda, Áustria, Polónia, Espanha, Itália, Portugal, Suécia, Grécia, Peru e Chile (com a Beat) e Roménia (com a Clever Taxi). A nível global, atualmente o Grupo está presente em mais de 70 cidades em onze países europeus e em dois países da América do Sul. O CEO da mytaxi é Marc Berg. Mais informações em www.mytaxi.com Inês Andrade – 917 778 379 ines.andrade@carris.pt  

HISTÓRIA estreia TRUMP: O CAMINHO PARA A CASA BRANCA

Especial de duas horas analisará o percurso do 45º Presidente dos Estados Unidos: os seus negócios, política, e casamentos na qualidade de um homem que não conhece limites, e que assumiu, literalmente, o controlo até chegar à Casa Branca. HISTÓRIA estreia TRUMP: O CAMINHO PARA A CASA BRANCA, no dia 25 de junho, pelas 22h45.   Confiante. Impetuoso. Excêntrico. E agora, o 45º Presidente dos Estados Unidos. Donald J. Trump chocou a nação inteira quando venceu as eleições presidenciais dos EU em novembro de 2016.   Neste episódio especial de duas horas, iremos analisar o largo espetro que é a vida de Donald J. Trump, desde o seu início de vida em Queens, Nova Iorque, à sua ascensão ao mundo dos negócios e das comunicações sociais, e, por fim, à sua entrada para a política, ao tornar-se o Presidente dos Estados Unidos. Mas como é que ele fez isso? Para compreendermos melhor o caminho de Trump até à Casa Branca, temos de entender a história por trás do homem e da marca.   Analisaremos os seus negócios, política, e casamentos na qualidade de um homem que não conhece limites, e que assumiu, literalmente, o controlo.   HISTÓRIA História é o único canal de documentários com produção própria em Portugal, que procura despertar a curiosidade do espectador, levando-o à profundidade das histórias que definem o esforço humano. Um novo ponto de vista que inclui provas e teorias que podem mudar o nosso pensamento, proporcionando conhecimento e sentido, aos feitos que têm transformado o mundo. As melhores produções próprias de séries como “Portugal Desconhecido”, “As Faces de Fátima” ou “Templários”, e produções internacionais de grande sucesso como “World Wars”, “A Maldição de Oak Island”ou “Barbarians Rising”, fazem parte da oferta de conteúdos que o História emite no nosso país.  Produzido por The History Channel Iberia, uma joint-venture entre a AMC International Southern Europe e a A+E Networks, o HISTÓRIA é uma marca de prestígio internacional que está disponível em mais de 160 países e que chega a mais de 330 milhões de espectadores em todo o mundo. O canal é distribuído em Portugal na Meo, NOS, NOWO e Vodafone. ATREVIA – Tel.: 21 324 02 27 Neuza Farinha – nfarinha@atrevia.com | Filipa João – fjoao@atrevia.com

Refundos atribui comercialização de edifício Cidade de Córdova 2 à JLL e B. Prime

Imóvel misto de armazém e escritórios situa-se no centro empresarial de Alfragide, junto à sede da editora Leya. A Refundos, sociedade gestora de activos e fundos imobiliários, confiou à JLL e à B. Prime o processo de comercialização, em regime de co-exclusividade, do Cidade de Córdova 2, em Alfragide, num dos principais pontos de entrada em Lisboa. Este edifício composto por um piso de escritórios, com entrada independente e dois pisos destinados a armazém, beneficia de uma localização privilegiada, por se situar no núcleo industrial, comercial e empresarial, que se desenvolve no eixo da EN117. Mariana Rosa, diretora do departamento de Office Agency da JLL, comenta: “Ao reunir as valências de escritórios e de armazéns, o edifício Cidade de Córdova 2 é uma opção muito vantajosa para empresas cujas necessidades de espaço passam também por áreas de armazenamento, além do escritório para apoio administrativo; permitindo-lhes obter ganhos operacionais significativos”. Paulo Henriques, Partner da B. Prime, sublinha que: “Os edifícios de utilização mista serão sempre a solução mais equilibrada para empresas que necessitam de ter num mesmo espaço atividades tão díspares como apoio operacional e administrativo e atividades de indústria ou logística ligeira.” Nuno Cunhancunha@llorenteycuenca.com

Do compasso ao desenho digital

/          As mesas de até 6 metros repletas de esboços deram lugar a sketches em 3D na criação de um automóvel/          O Centro Técnico da SEAT conta com mais de mil engenheiros, cinco vezes mais do que há 40 anos /          A eletrónica e os novos assistentes de condução são os protagonistas de novos testes extremos com os protótipos O compasso, a borracha e o papel vegetal como principais ferramentas para desenhar um automóvel deram lugar à era digital. Os engenheiros da SEAT que participaram no lançamento de modelos emblemáticos acompanham-nos na descoberta da evolução do processo de criação e de desenvolvimento de um automóvel nos últimos 40 anos: -Até seis metros de papel: agora desenha-se diante de um monitor com recurso à última tecnologia em 3D, mas há quatro décadas os projetistas reuniam-se à volta de uma enorme mesa para traçar as linhas de um automóvel à escala real. “Fazia-se tudo com papel, régua e compasso na mão e, claro, nada de programas de edição de imagem”, recorda Ángel Lahoz. Nos anos 80, uma das dificuldades era a de projetar diferentes secções do modelo desenhado, umas sobre as outras, no mesmo plano. -Do lápis de carvão à caneta digital: “Havia um único computador por departamento, para a assistente da direção, e os restantes trabalhavam em mesas cheias de planos e de lápis de cor. Parecia um atelier de artistas”, recorda Lahoz. Hoje, esta imagem foi substituída por tablets interativos e canetas digitais. Os desenhadores podem agora fazer correções instantâneas com um só click, fazendo com que desaparecessem “as mil e uma modificações feitas à custa da borracha de apagar”, acrescentou. -Duas toneladas de gesso face a 5.000kg de argila: na fase de criação de um novo modelo, os esboços convivem com as reproduções de protótipos em tamanho real. É desta forma que se definem as formas finais. Nos anos 80, para a primeira geração do SEAT Ibiza, utilizava-se o gesso. Em contraste, hoje, recorre-se à argila, um material de mistura de aspeto semelhante ao barro “muito mais moldável”, explica Lahoz. Agora, graças à tecnologia, é também possível alcançar “uma precisão à décima de milímetro”. Este processo, mais manual, é combinado com protótipos virtuais. -Desenhadores com óculos HD: “Se, quando comecei na SEAT, me tivessem descrito como trabalharíamos hoje, teria dito que estavam a fazer ficção científica”, compara Lahoz.  Atualmente, não só é possível desenhar um modelo virtual como também experimentar, em primeira mão, as sensações ao volante. Estas novas ferramentas de trabalho permitem garantir em cerca de 90% a viabilidade dos primeiros esboços.                                                                                                              -O dobro das simulações graças à realidade virtual: a realidade virtual tornou-se, nos últimos anos, um elemento chave em todo o processo de desenvolvimento de um modelo. Outro exemplo é o dos testes de colisão. Para o novo Ibiza foram realizadas 95.000 simulações, duplicando as que foram feitas na geração anterior. Além disso, esta nova tecnologia é capaz de analisar até 3 milhões de elementos de um automóvel, número que não passava dos 5.000 há 30 anos. -A evolução dos testes ao limite: antes de ser comercializado, os automóveis devem completar uma série de testes em condições extremas. “Os testes mudaram muito ao longo dos anos”, garante Jaume Camps, o engenheiro responsável pelos testes em condições extremas. Há três décadas já se sujeitavam os protótipos a provas dinâmicas no calor, em zonas desérticas, e no frio extremo no Círculo Polar Ártico. A diferença, esclarece Camps, é que hoje há muito mais coisas a testar devido “à incorporação de toda a eletrónica e aos sistemas de ajuda à condução” presentes nos automóveis atuais. -Uma equipa cheia de engenheiros, multiplicada por cinco: o Centro Técnico da SEAT nasceu em 1975 com 211 engenheiros a trabalhar numa superfície de 130.000 m2. Quatro décadas mais tarde, este hub de conhecimento desenvolve-se num espaço de 200.000 m2 e conta com mais de 1.000 profissionais.  SEAT é a única companhia no seu setor com capacidade total para desenhar, desenvolver, fabricar e comercializar automóveis em Espanha. Membro do Grupo Volkswagen, a multinacional tem a sua sede em Martorell, Barcelona, exportando 80% dos seus veículos, estando presente em mais de 80 países. Em 2017, a SEAT obteve 281 milhões de euros de lucros depois de impostos e vendeu perto de 470.000 veículos. O Grupo SEAT emprega 14.700 profissionais nos seus três centros de produção: Barcelona, El Prat de Llobregat e Martorell, onde fabrica o Ibiza, Leon e Arona. Adicionalmente, a companhia produz o modelo Ateca e o Toledo na República Checa, o Alhambra em Portugal e o Mii na Eslováquia. A multinacional espanhola tem um Centro Técnico que se configura um “núcleo de conhecimento” que integra cerca de 1.000 engenheiros que têm como objetivo impulsionarem a inovação do maior investidor industrial I&D em Espanha. A SEAT disponibiliza a mais recente tecnologia de conetividade na sua gama de veículos e está empenhada num processo de digitalização global da empresa para impulsionar a mobilidade do futuro. SEAT Portugal T  / +351 21 891 89 32 press@seatportugal.pt Edif. Expo 98, Av D.João II Lote 1.07.2.1 – R/C 1998-014 Lisboa www.seat.pt

A prova dos dez volta aos Açores

Juntem-se os melhores ingredientes açorianos ao sabor e saber dos melhores chefs e o resultado são 10 dias com 10 jantares inesquecíveis. Entre 21 e 30 de Junho, o 10 Fest Açores, organizado pela Escola de Formação Turística e Hoteleira (EFTH) dos Açores, convida mais uma vez para 10 dias de experiências gastronómicas únicas, em que se reinventam os produtos regionais. «Tirar partido dos produtos açorianos e explorar as suas potencialidades, tendo em conta o receituário tradicional é o lema e a inspiração. A EFTH pretende continuar a liderar um movimento de atualização da cozinha açoriana, que sirva de motivação às empresas, aos profissionais e aos jovens, apostando sempre na inovação», afirma a diretora da EFTH, Graça Teixeira. Assim, serão criados momentos únicos entre os formandos da escola e os chefs participantes para celebrar com o público a riqueza gastronómica dos Açores. Jessica Carreira e David Costa (Adega, San José, California), Justa Nobre (O Nobre, O Nobre Estoril, À Justa, Lisboa), Roberto Sihuay (Ceviche 103, La Turuleka, Nikkei 103, Barcelona), Luís Gaspar (Sala de Corte, Lisboa), Nuno Mendes (Chiltern Firehouse, Taberna do Mercado, Londres) e Tiago Bonito (Largo do Paço, Amarante) são alguns dos chefs convidados para este evento. A 30 de junho, o 10 Fest encerra com um after party, onde terão destaque os cocktails que serão dados a conhecer ao público e que foram pensados e trabalhados pelos chefs, durante o ano letivo, com os formandos de mesa e bar da EFTH. Um (re)encontro com o tanto que os Açores têm de único e a oportunidade de tirar a Prova dos Dez a uma iniciativa que, numa altura em que o arquipélago é um dos destinos mais procurados tanto a nível nacional como internacional, se revela cada vez mais revelante. E venham mais 10! Nuno Nobre | 351 962 922 466 | nn@nunonobre.com 

“EFICIÊNCIOCULTURA” NA AGRICULTURA

O novo paradigma na gestão das culturas agrícolas, a “Eficiênciocultura”, é o tema da 10ª Conferência da VIDA RURAL, que acontece amanhã, 19 de junho, no Porto Palácio Hotel. A cultura da eficiência assenta no princípio de que é possível produzir mais e melhor com menos recursos. Ou seja, ter uma melhor gestão para obter uma maior rentabilidade. Fernando Alves da Symington, Susana Carvalho da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, Avelino Balsinhas da Bayer Crop Science,  José Boaventura da UTAD/INESC TEC, Rui Pinto da Cooperativa Agrícola de Felgueiras,  Isabel Valin do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, Ana Meireles da Private Smile, Firmino Cordeiro da Associação dos Jovens Agricultores de Portugal e Catarina Pinto Correia da Vieira de Almeida Sociedade de Advogados são os oradores convidados.   A eficiência deve ser uma aposta estratégica para todos os agricultores, que procuram com menos recursos produzir cada vez mais e melhor. Este é o foco da 10ª Conferência da VIDA RURAL, que se realiza amanhã, dia 19 de junho, no Porto Palácio Hotel. O dia será marcado pelas intervenções de Fernando Alves, da Symington, que falará sobre “Viticultura de precisão e sustentabilidade”, de Avelino Balsinhas, da Bayer CropScience, que irá apresentar a “app Bayer para agricultura”, de Susana Carvalho, da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, que explicará “Qual o contributo das culturas protegidas para o aumento da eficiência em agricultura?” e de José Boaventura, da UTAD/INESC TEC, que falará sobre como “Gerir informação: o ponto crítico”. No final haverá uma mesa redonda sobre os “Desafios da eficiência na pequena dimensão” que contará com intervenções de Rui Pinto, da Cooperativa Agrícola de Felgueiras, de Isabel Valin, do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, de Ana Meireles, da Private Smile, Firmino Cordeiro da Associação dos Jovens Agricultores de Portugal e Catarina Pinto Correia da Vieira de Almeida Sociedade de Advogados são os oradores convidados. O programa completo do evento pode ser consultado no site oficial. Pure – Rita AscensoTl: +351 918 028 101Email: rita.ascenso@pure.pt

Projeto internacional liderado pela UC recebe 3,8 milhões de euros para estudar doenças neuropsiquiátricas

O Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) da Universidade de Coimbra (UC) recebeu 3.885.000 euros da Comissão Europeia para coordenar o projeto internacional «Syn2Psy», uma rede europeia de formação avançada no estudo dos processos celulares e moleculares em doenças neuropsiquiátricas. O «Syn2Psy» foi aprovado no âmbito das Ações Marie Curie do Horizonte 2020, o único projeto liderado por uma instituição portuguesa num concurso internacional com mais de 1600 candidaturas apresentadas, tendo-se registado uma taxa de sucesso de aprovação de apenas 7,4%. Esta rede vai apostar em 14 jovens cientistas para investigar as alterações no desenvolvimento cerebral, plasticidade sináptica e na conectividade dos circuitos neuronais em doenças como autismo e esquizofrenia. Ana Luísa Carvalho, coordenadora do projeto e docente no Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), sublinha que «este estudo internacional contribuirá para identificar e sinalizar mecanismos celulares e moleculares associados a doenças neuropsiquiátricas e, a partir daí, abrir a possibilidade para o desenvolvimento de novas terapias.» A equipa portuguesa conta com a participação dos investigadores Carlos Duarte, João Peça, Luísa Cortes, Paulo Pinheiro e Ramiro Almeida, do CNC. No consórcio participam também cientistas do Instituto do Cérebro e da Mente da École Polytechnique Fédérale de Lausanne (Suíça), do Instituto Interdisciplinar de Neurociências de Bordéus e do Instituto de Biologia Paris-Seine do Centre National de la Recherche Scientifique (França), do Centro de Fisiologia Integrativa da Universidade de Edimburgo e do Imperial College London (Reino Unido). A rede inclui parcerias com o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), a clínica PIN – Progresso Infantil e com as empresas Lundbeck, Eurotrials e Zeiss. A companhia de teatro Marionet também integra o projeto com a proposta inovadora de promover o treino de jovens cientistas em comunicação ao público. As redes europeias de formação avançada apoiam programas de formação e investigação com uma abordagem inovadora, internacional e intersectorial, com a perspetiva de melhorar a empregabilidade de cientistas no espaço europeu e no mundo. Cristina Pintocristina.pinto@uc.pt Assessoria de Imprensa Universidade de Coimbra• Reitoria Telefone: 239 242788 | Telemóvel:  91 7575022 | 96 7654006 https://www.facebook.com/#!/mediaUChttp://www.uc.pt/governo/reitoria/gbreitor/

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DO GRUPO TAP REÚNE-SE NA MADEIRA

Conselho de Administração da TAP SGPS reunido esta segunda-feira, dia 18, no Funchal Companhia assina Protocolo estratégico com Governo Regional da Madeira Programa Taste Madeira reforça a promoção do arquipélago no mundo O Conselho de Administração da TAP SGPS está hoje reunido, no Funchal, pela primeira vez. A deslocação do órgão máximo do Grupo TAP à ilha da Madeira incluirá reuniões com entidades regionais públicas e privadas. “Esta reunião na fantástica ilha da Madeira, a segunda de um conjunto de reuniões itinerantes que se pretende levar a cabo durante este mandato, demonstra o comprometimento da TAP para com a Região Autónoma e todos os madeirenses”, referiu Miguel Frasquilho, Presidente do Conselho de Administração do Grupo TAP.  A descentralização das reuniões do Conselho de Administração do Grupo TAP iniciou-se em Março, com a primeira reunião realizada no Porto e vai repetir-se noutras regiões do País, visando uma maior aproximação e conhecimento da Companhia às realidades e necessidades das principais cidades e regiões portuguesas. Recorde-se que a TAP voa para a Madeira desde 1964, ano de inauguração do Aeroporto do Funchal, e desde 1960 para o Porto Santo. Atualmente, a TAP voa 70 vezes por semana para o Funchal e seis vezes por semana para o Porto Santo, durante o verão IATA. Só este ano, até Maio, a Companhia já transportou para o Funchal mais de 290 mil passageiros provenientes de todas as rotas internacionais em que a TAP opera, o que significa um acréscimo de 18% face ao mesmo período do ano passado. Destaque para o aumento registado no número de passageiros oriundos da Europa (+41%) e dos Estados Unidos (+15%). O Programa Stopover, que no ano passado foi estendido à ilha da Madeira, deu um forte contributo para este crescimento, incentivando os turistas a conhecer dois destinos portugueses na mesma viagem. No âmbito dos 600 anos do Descobrimento da Madeira e do Porto Santo, o CEO da TAP, Antonoaldo Neves, assina também hoje um protocolo estratégico entre a TAP e o Governo Regional da Madeira. “O objetivo é reforçar a participação da TAP no crescimento do arquipélago da Madeira enquanto destino turístico. Queremos trazer para este paraíso ainda mais pessoas, para conhecerem a hospitalidade dos madeirenses e porto santenses, e levar ainda mais longe a arte e a cultura da Madeira”, afirma Antonoaldo Neves. Nesse sentido, a TAP, em parceria com o Governo Regional, preparou um programa específico para o efeito, o Taste Madeira, que inclui parcerias estratégicas com várias empresas e entidades culturais regionais. Dessa parceria resultará, entre diversas outras ações, uma ainda maior presença dos produtos regionais a bordo dos aviões da TAP, não só nos voos TAP para a Madeira, como também nos voos para o resto do mundo.   Acerca da TAP Air Portugal   A TAP Air Portugal é a companhia aérea Portuguesa líder de mercado, e membro da Star Alliance, a maior aliança verdadeiramente global do mundo, desde 2005. A operar desde 1945, a companhia viu o seu processo de privatização concluído em 2015, ano em que celebrou 70 anos, com o consórcio Atlantic Gateway como novo acionista. Com Hub em Lisboa, plataforma privilegiada de acesso na Europa, na encruzilhada com África, América do Norte, Central e do Sul, a TAP é líder na operação entre a Europa e o Brasil. Desde o Verão 2017, a Rede TAP cobre 84 destinos em 35 países a nível mundial. Operando em média cerca de 2.500 voos por semana, a TAP dispõe de uma frota de 90 aeronaves: 67 aviões Airbus e 21 ao serviço da TAP Express, a nova marca comercial da companhia para a sua rede regional. No âmbito do vasto plano de transformação da TAP em curso, na sequência da sua privatização, a companhia reestruturou a Rede, lançou novos produtos tarifários e anunciou, entre outras novidades, a renovação da sua frota de médio e longo curso a partir de 2018, a atualização e reconfiguração da frota presentemente em operação e o lançamento da TAP Express, que tomou o lugar da PGA e está equipada com uma frota integralmente renovada de 21 aviões ATR 72 e Embraer 190. Prosseguindo uma orientação prioritariamente direcionada para o Cliente, a TAP investe continuamente em inovação e na utilização das novas tecnologias, oferecendo um produto e serviços de elevada qualidade, segurança e fiabilidade.  A TAP foi eleita a Melhor Companhia Aérea na Europa em 2011, 2012, 2013 e 2015, pela prestigiada revista “Global Traveller” dos EUA, e foi distinguida pela UNESCO e pela International Union of Geological Sciences com o Prémio Planeta Terra IYPE 2010, na categoria Produto Sustentável Mais Inovador. Foi também eleita pela revista britânica Business Destinations como a Companhia Aérea com melhor Classe Executiva – América do Sul, em 2013 e considerada a Melhor Companhia Aérea pela revista “Condé Nast Traveller” em 2010. Foi ainda eleita a Melhor Empresa Portuguesa na área do Turismo em 2011 e também a Companhia Aérea com Melhor Reputação em Portugal, pelo Reputation Institute em 2014. A TAP tem também vindo a ser distinguida pelos prestigiados prémios World Travel Awards: Eleita a Companhia Aérea da Europa Líder para África e Companhia Aérea da Europa Líder para a América do Sul em 2017, 2016, 2015 e 2014 e Companhia Aérea Líder Mundial para África em 2011 e 2012. Detém igualmente o título de Companhia Aérea Líder Mundial para a América do Sul, dos WTA, em 2009, 2010, 2011 e 2012. A UP, revista de bordo da TAP foi também premiada pelos WTA em 2017, 2016 e 2015 como a Revista de Bordo Líder na Europa. Comunicação Corporativa | Relações com os Media E-mail: corpcom@tap.pt | Tel.: 218 416 017 | Fax: 218 415 881

BILHETES PARA O ROCK IN RIO COM DESCONTO CONTINENTE PRESTES A ESGOTAR

Últimos bilhetes com 20% de desconto em Cartão Continente, para o dia 29 de junho. Ainda é possível aceder a bilhetes, sem desconto, para os dias 23 e 30 de junho. O Continente revela que os bilhetes com 20% de desconto em Cartão Continente para o dia 29 de junho (The Killers, The Chemical Brothers, Xutos & Pontapés e James) estão praticamente esgotados, acompanhando a tendência dos restantes dias (23, 24 e 30 de junho) já esgotados nos últimos meses. Boas notícias para os fãs de Muse (23 de junho) e Katy Perry (30 de junho) que ainda podem adquirir bilhetes, pois o Continente volta a disponibilizar entradas (sem desconto) para estes dias. Recorde-se que a presença do Continente na edição de 2018 do Festival está a ser assinalada pela oferta de uma edição limitada de bilhetes com 20% de desconto em Cartão Continente, em lojas selecionadas*. Uma iniciativa que tem por objetivo facilitar o acesso das famílias a novas experiências e formas de entretenimento, que contribuiu para aprofundar a ligação da marca ao território da música. Para mais informações sobre a edição limitada de bilhetes Continente consulte: rockinrio.continente.pt *Lojas selecionadas Continente: Colombo Telheiras Vasco da Gama Amadora Matosinhos GaiaShopping Santarém Cascais Oeiras LoureShopping Loures - Santo António dos Cavaleiros Montijo Leiria Barreiro Seixal Braga – Minho Center Braga – Nova Arcada Continente Modelo Braga Continente Online GCISilvia Correiascorreia@gci.pt

Passeio de Bicicleta Dia 1 de Portugal (Guimarães, 24 de junho)

Realiza-se no dia 24 de junho, em Guimarães, o Passeio de Bicicleta “Dia 1 de Portugal” promovido pela Associação de Ciclismo do Minho. A iniciativa é de participação gratuita (oferta de t-shirt oficial e do seguro), havendo a possibilidade de inscrição no Passeio, Mini Passeio e Trilho de BTT. A concentração está marcada para as 9 horas, junto ao Estádio D. Afonso Henriques. As inscrições (gratuitas) podem ser efetuadas online (www.acm.pt) A 10ª edição do Passeio de Bicicleta Dia 1 de Portugal terá dois percursos de dificuldade baixa (passeio e mini passeio) e um trilho de BTT (promovido em parceria com a Erdal), procurando-se assim incentivar a participação de todos os interessados, independentemente da idade e da condição física. O Passeio de Bicicleta Dia 1 de Portugal pretende incentivar a prática desportiva e a utilização da bicicleta como opção de mobilidade, para além de assinalar uma importante data histórica, a Batalha de São Mamede (24 de Junho de 1128) que viria a ser designada como "a primeira tarde portuguesa". Este ano a iniciativa associa-se às atividades locais a realizar no âmbito do projeto "SW-UP Sport for Women in Urban Places" que tem como propósito aumentar a participação das mulheres no desporto e atividades físicas ao ar livre em áreas urbanas de vários estados membros da União Europeia. A inscrição é gratuita e os participantes no Passeio de Bicicleta Dia 1 de Portugal terão direito a uma t-shirt oficial, oferecida pela Liberty Seguros, habilitam-se ao sorteio de prémios oferecidos pelos diversos parceiros da iniciativa e estarão cobertos pelo seguro desportivo. A participação de figuras públicas e de referências do desporto tem sido uma das características do Passeio Dia 1 de Portugal, proporcionando-se assim momentos de interação e de convivência no contexto de uma autêntica "festa do ciclismo de lazer" em que pode participar toda a família. Com partida e chegada junto ao Estádio D. Afonso Henriques (início às 10 horas), a iniciativa terá três percursos (Passeio, Mini Passeio e Trilho de BTT), sendo o trajeto inicial (no Centro Histórico de Guimarães) efetuado em conjunto por todos os grupos de participantes. À passagem pelo local da partida, depois do trajeto inicial no Centro Histórico, termina o Mini Passeio. O Trilho de BTT, uma das três opções de participação, é promovido em parceria com a ERDAL - Escolas de Referência de Desportos de Ar Livre. O percurso do Trilho de BTT terá uma extensão de cerca de 20 kms mas que se alonga para cerca de 25 kms (acumulado positivo de 750 metros) com o passeio inicial pelo Centro Histórico de Guimarães e com o acesso final ao local de partida/chegada. Na preparação do percurso do trilho houve uma particular atenção em proporcionar aos participantes paisagens únicas e deslumbrantes, muitas delas até agora inacessíveis em percursos de BTT. O Passeio de Bicicleta Dia 1 de Portugal conta, entre outros, com os seguintes apoios: Câmara Municipal de Guimarães, Federação Portuguesa de Ciclismo, Liberty Seguros, Cision, Arrecadações da Quintã, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design, Tempo Livre / Centro de Medicina Desportiva de Guimarães, Vitrus Ambiente, AFAcycles, Salvaggio, Controlsafe, Eyemotion, Guimarpeixe, Hotel ibis - Guimarães, Enfcare - Serviços de Enfermagem, Lda., Interfios, Pevigel, FNAC - Guimarães, Odisseias, Junta de Freguesia da Costa e Remax GO (Azurém - Quintã / Guimarães).Nas edições anteriores a iniciativa integrou a programação de Guimarães 2012 - Capital Europeia da Cultura, de Guimarães 2013 - Cidade Europeia do Desporto, foi o evento escolhido pelo Comité Olímpico de Portugal para assinalar o Dia Olímpico (2013), integrou o programa oficial das Comemorações dos 8 Séculos da Língua Portuguesa (2014), fez parte do programa do Centenário do Centro Juvenil de São José (2015) e do projeto de inclusão social desenvolvido em parceria pela CERCIGUI e o CNE - Corpo Nacional de Escutas (2015). ACM - Associação de Ciclismo do Minho Rua das Violetas, nº 600 Urb. Atouguia, Bl. A, 2ª fase - 4810-059 Guimarães Telefone: 253 416946 - Telefax: 253 408839www.acm.pt - geral@acm.pt

CONTINENTE DESAFIA FESTIVALEIROS A CANTAREM AO VIVO

Depois de ter facilitado o acesso dos portugueses ao Rock in Rio, através da venda de bilhetes com descontos em Cartão, o Continente revela agora que vai marcar presença no recinto do Festival, através de um espaço exclusivo para os festivaleiros, a que chama “Estúdio Rock”. Neste “Estúdio”, os festivaleiros vão ser desafiados a cantar ao vivo com o suporte de uma banda, bastando para isso que os interessados selecionem a música desejada a partir de uma lista pré-definida. A performance será gravada em formato áudio e vídeo, para que possa depois ser partilhada nas redes sociais. Desta forma, os festivaleiros vão poder colocar-se, por alguns momentos, “nos sapatos” de uma verdadeira estrela de rock e partilhar com a família e amigos a experiência de gravar uma faixa de música, em ambiente de estúdio, e sentir na pele a reação dos seguidores e, quem sabe, até conquistar fãs. O espaço é de acesso livre e vai ser enriquecido pela presença de personagens responsáveis pela mobilização dos festivaleiros e pela concretização das diferentes atividades previstas, nomeadamente, concertos e performances musicais. Destaque para o “Produtor Musical” e a “Cantora”. Com esta ativação, o Continente pretende proporcionar aos visitantes uma experiência imersiva no mundo da música, levando-os a experimentar algumas das sensações vividas, no dia-a-dia, pelos artistas. O objetivo é transmitir a mensagem de que o “Rock Vive de Geração em Geração”, uma ideia que serve de mote para os brindes que a marca vai igualmente oferecer no recinto, nomeadamente, patches, t-shirts e pins, com essa mensagem. Recorde-se que o Rock in Rio Lisboa vai realizar-se no Parque da Belavista, nos dias 23, 24, 29 e 30 de junho, e tem confirmados artistas como Muse, Bastille, The Killers, Bruno Mars, Katy Perry e Ivete Sangalo, entre muitos outros. Para mais informações, consultar o site: rockinrio.continente.pt . GCISilvia Correiascorreia@gci.pt

Aliar a saúde à beleza através de uma rotina diária de Cuidados do Rosto e bem-estar é o intuito do conceito Beleza Total by Oriflame, para o Melhor Verão de Sempre!

Hoje em dia o conceito de beleza não se resume apenas à nossa aparência, mas também ao nosso estado de espírito, à forma como nos sentimos e agimos! E como nos cuidamos de “dentro para fora”! Se nos sentimos bem, confiantes e poderosos, isso reflete-se na nossa beleza natural. O corpo humano é uma máquina magnífica onde tudo está interligado. Se o equilíbrio interno for perturbado, isso reflete-se a nível externo na nossa pele. Portanto, se quisermos uma beleza verdadeira e duradoura, temos de contribuir para o equilíbrio total e atuar também desde o interior. Os atuais rituais de beleza vão muito para além dos conhecidos cuidados de rosto. Constituem hoje uma experiência que combina produtos de várias categorias, onde os suplementos alimentares assumem um papel fundamental. A Oriflame tem o privilégio de ter no seu portfólio três gamas de produtos que podemos destacar: NovAge, Wellness e Love Nature, todas eleitas como “Produto do Ano 2018” nas suas categorias (cuidados do rosto, suplementos alimentares e cosmética sustentável, respetivamente). Em conjunto, oferecem rituais de beleza completos, necessários para melhorar a beleza verdadeira, saudável e total, que vem de dentro, e isso… reflete-se por fora. Beleza Total by Oriflame vai fazer deste verão o melhor de sempre! ?(Comunicado integral em anexo) Creative PressSofia FarinhaTel.: +351 217 210 078Telm.: +351 919 909 280Email: sfarinha@creativepress.pt OriflameAna Carina BarrinhoTel.: +351 308 807 500Telm.: +351 939 911 009Email: ana.barrinho@oriflame.com

Exploratório promove observação noturna na Figueira da Foz

No âmbito do projeto “Quando o Céu quiser”, a próxima sessão prevê a observação do céu no dia mais longo do ano, no Solstício de Verão A sessão de observação noturna “Quando o Céu quiser” decorre na próxima quinta-feira, 21 de junho. A sessão pretende celebrar a chegada do verão e observar o céu noturno no dia mais comprido do ano, o Solstício de verão. A sessão decorre a partir das 21h00 na Figueira da Foz.  O ponto de encontro é o pavilhão multiusos da Figueira da Foz. A sessão é gratuita e aberta a toda a população interessada em temáticas relacionadas com astronomia, não sendo necessária inscrição prévia. “Quando o Céu quiser” decorre em diversas datas, sempre que existam fenómenos astronómicos de relevância. programa semestral desta iniciativa está disponível em www.exploratorio.pt. Comunicação e ImagemExploratório Centro Ciência Viva de Coimbrainfo@exploratorio.pt>Parque Verde do Mondego3040-255 CoimbraTel: 912395682 | 239 703 897

FAMOSOS SIC ENFRENTAM-SE NAS WORTEN GAME RING ‘SLIME WARS’

Estes duelos acontecem no Worten Game Ring Arena, o maior palco de gaming no festival Rock in Rio-Lisboa. Carolina Patrocínio e João Maneira, entre outras caras da SIC, irão jogar 1-2 Switch e quem ganhar terá o “prémio” de virar o balde com slime sobre o derrotado, que estará vestido a preceito e dentro de uma banheira. Não acreditam? É aparecer para crer. Além de Carolina Patrocínio e João Maneira, que estarão no Worten Game Ring Arena no dia 24 de junho, estão também confirmados para estas ‘Slime Wars’ Cláudia Borges e João Arrais (23 de junho), Carolina Loureiro e Diogo Lopes (29 de junho) e Inês Folque e João Baptista (30 de junho). Oito caras bem conhecidas da SIC, que aceitaram este desafio da Worten e irão participar ativamente nesta original iniciativa, que irá acontecer todos os dias, à tarde, no Worten Game Ring Arena. Estes duelos poderão ser acompanhados em direto na SIC Radical, nos quatro dias do Rock in Rio-Lisboa. As ‘Slime Wars’, concebidas para divertir (e muito) o público presente no Worten Game Ring Arena, são também a dinâmica prevista para os finalistas do Worten Game Ring Quests, ativações pré-festival, que se realizaram, num espaço físico, ao longo dos meses de maio e junho e de onde saíram vários finalistas. Por dia, oito deles que irão aparecer no palco da Arena, vestidos com um fato protetor. Isto porque o slime não perdoa e os vencedores também não terão misericórdia. Cada vencedor, além de despejar o balde de slime sobre o derrotado, levará para casa, como prémio, uma consola Nintendo Switch. Todos os participantes terão direito a merchandising Worten Game Ring e a rings extra (moeda virtual, que permite comprar produtos na store do site) na plataforma www.wortengamering.pt. BANJoão Santos Pereira | Liliana Ferreira jsp@ban.pt | lf@ban.pt

“TERRITÓRIO DAS MOTAS” CHEGA AO BLAZE

“Território das Motas” acompanha o dia-a-dia de construtores profissionais de motas de quatro oficinas rivais, que lutam pelo seu negócio da forma mais ambiciosa. Os “Bad Boys of the Business” chegam ao BLAZE a 3 de Julho, pelas 23h, e prometem mostrar a realidade americana de alguns dos mais talentosos construtores de motas do país.  ‘Território das Motas’ é uma série que acompanha um grupo de gente talentosa de quatro oficinas rivais, aspirantes a ‘Bad Boys Of The Business’.  Com egos maiores do que o seu talento, estes homens vão mostrar que o seu talento pode ser capaz de reinventar uma cultura. Quando paixões e egos colidem, a explosão ouve-se por toda a cidade. As motas são um pilar da cultura norte-americana, e Território das Motas explora não só o mundo moderno do motor e da construção de motas, mas também a riquíssima preparação que o envolve. ‘Território das Motas’… o cocktail de egos, paixões e muito talento que não vai querer perder. EM JULHO… Ep. 01: Desafio Aceite Tem início a batalha, na capital do mundo das motas artilhadas. O grande construtor Paul Yaffe é atacado por quatro fortes rivais que afirmam que já passou à História. Terça 3 às 23:00h   Ep. 02: Corrida até Daytona Pode ser tudo ou nada, quando John Shope arrisca tudo para redesenhar a New Indian, uma mota que mal conhece. Todos os construtores (à exceção de Jenkins) participam no “Bike Builders Showcase”. Mais tarde, Kody e Len metem prego a fundo para construir motas para uma muito esperada estreia na famosa Semana das Motas de Daytona. Terça 10 às 23:00h   Ep. 03: Projetos Arriscados A Azzkikr Customs corre para o ouro, em Daytona, e revela a sua primeira mota feita nos EUA. Confrontado com as críticas de estar a ficar batido, Yaffe anuncia ter tido uma ideia brilhante para uma nova mota, e fará algo sem precedentes: irá desvelar a dita num palco do espetáculo da Semana das Motas do Arizona. Kody lida com as consequências de ter falhado o prazo para Daytona, mas tem mais uma oportunidade de provar o que vale a um importante cliente. Terça 17 às 23:00h   Ep. 04: Sobe a Parada A pressão aumenta para três dos construtores, ao prepararem-se para a Semana das Motas do Arizona. Kody e o seu forjador, Ricardo, iniciam o ambicioso projeto de construir uma bagger toda artilhada. A questão é que a mota tem de ser montada em 72 horas perante uma multidão de espectadores. E Kody não diz a Ricardo que, depois de concluída, a mota será para ele. Terça 24 às 23:00h   Ep. 05: Respeito Quando o caos se instala na Semana das Motas do Arizona – uma das maiores exposições de construtores de motas do país – Yaffe, Kody e Jenkins colocam em risco as respetivas reputações. Terça 31 às 23:00h   Sobre o BLAZE BLAZE, o canal de televisão ‘para quem se atreve’ BLAZE desafia o convencional e presta homenagem a pessoas que conseguiram êxitos extraordinários graças à sua determinação, coragem e uma pitada de rebeldia. Americano por natureza, com espírito português, o canal celebra homens e mulheres que vivem à sua maneira e conseguem os objetivos sem perder o que os torna únicos. Apostamos no diferente e autêntico com uma oferta com conteúdos originais como Pickups & Furious, Operação Tuning ou Norte Selvagem e produções de qualidade como Quem dá mais, Desafio Abaixo de Zero, Alone ou Battlebots. Produzido pelo The History Channel Iberia, uma joint venture entre AMC International Southern Europe e A+E Networks, BLAZE é distribuído em Portugal nas principais plataformas pagas de televisão: Meo, Nos, Nowo, Vodafone. ATREVIAInês MigueisConsultora | Departamento de Marcasimigueis@atrevia.com

Os grandes problemas que ameaçam os sistemas de água doce vão estar em debate no XIX Congresso da Associação Ibérica de Limnologia

A problemática dos microplásticos no ambiente - a sua monitorização, os seus efeitos em espécies aquáticas e as possíveis interações com fatores ambientais - é um dos temas a discutir no XIX Congresso da Associação Ibérica de Limnologia, a ciência que estuda as águas interiores, como os rios, lagoas, lagos e até as zonas estuarinas, que vai decorrer entre os dias 24 e 29 de junho, no auditório da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC). A sessão de abertura do congresso, que junta 340 participantes de 22 países, realiza-se às 9 horas do dia 25 de junho, seguida da palestra proferida por Margaret Palmer, da Universidade de Maryland, EUA, uma das especialistas mundiais na área de restauração ecológica de rios e que é conhecida pelos seus depoimentos no Senado Americano relativamente a práticas de mineração que poluem os lençóis freáticos, deixando um legado de contaminação por muitas décadas após a cessação das atividades mineiras. Organizado por investigadores do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE) da FCTUC, este encontro científico conta também com a participação de Cedo Maksimovic, do Imperial College, Reino Unido, que irá falar sobre Blue Green Dream project, isto é, trazer o verde para as cidades. Particularmente, como os rios e os seus ecossistemas podem ser integrados na paisagem urbana, com impactos positivos para as cidades, como mitigar as alterações climáticas e eventos extremos (seca, cheias), melhorar a qualidade do ar, melhorar a saúde e a qualidade de vida dos cidadãos e simultaneamente constituir locais para a preservação da biodiversidade. Ao longo do congresso serão apresentadas 360 comunicações, divididas por 25 sessões que «tratam de assuntos emergentes ou de grande atualidade relacionados, por exemplo, com o efeito das atividades humanas sobre os sistemas aquáticos ou a gestão dos recursos hídricos. Entre as sessões, uma é dedicada aos rios temporários, rios que secam durante algum período. Estes rios têm sido negligenciados mas, segundo alguns cálculos, correspondem a metade dos rios do mundo, número que deverá aumentar no contexto do aquecimento global em curso. No entanto, a informação sobre a ecologia destes rios, a qualidade das suas águas quando começam a correr e o transporte de sedimentos e poluentes é ainda bastante escassa», explica Manuel Graça, presidente da comissão organizadora do congresso. «Iremos também discutir os microplásticos no ambiente, um tema de grande relevância já que há uma preocupação crescente com a presença de plásticos no ambiente, que atingem níveis bastante dramáticos em várias regiões do planeta por ser um material bastante resistente e não biodegradável», avança. O investigador do MARE destaca ainda uma sessão que vai abordar a «utilização de técnicas de biologia molecular para conhecer a biodiversidade. Numa analogia a uma série televisiva, poderíamos dizer que é um caso de CSI Limnologia. Investigar as espécies no ambiente (mesmo sem as ver) é um trabalho de detetives onde se utilizam técnicas muito avançadas.» Apesar de representarem apenas uma pequena fração do volume total de água no nosso planeta, as águas doces interiores contemplam uma grande variedade de sistemas, incluindo lagos, lagoas, águas subterrâneas, ribeiros e rios e albergam um número desproporcionalmente elevado de espécies. Historicamente, nota Manuel Graça, «alguns dos piores desastres ambientais estão relacionados com uma má gestão da água (p.e. o colapso do Mar Aral). A má gestão da água ocorre presentemente, com grandes rios a secarem (p.e. Colorado, Indus, Yellow) e planos hidrológicos duvidosos que ameaçam a biodiversidade e marginalizam sociedades humanas (p.e. delta interior do Níger). Água de má qualidade mata mais pessoas que todas as guerras; estima-se que 1,7 milhões de pessoas morram todos os anos devido a problemas relacionados com a água.» As águas interiores «providenciam serviços às pessoas, incluindo água de boa qualidade para consumo e irrigação, energia hidroelétrica, alimento e valores culturais e espirituais. No entanto, o aumento da população humana e das suas necessidades, as alterações climáticas, a fertilização e a poluição estão a colocar em risco a quantidade e a qualidade das águas interiores», alerta. Além das sessões e comunicações científicas, o congresso, dirigido a cientistas, decisores políticos, gestores ambientais, indústria e todos os interessados nas águas interiores, engloba outras atividades. No dia 25 de junho é inaugurada a exposição “Mulheres na Ciência” sobre o papel das mulheres na Limnologia Ibérica, que pretende dar continuidade aos esforços da Associação Ibérica de Limnologia para promover a igualdade de género na investigação em limnologia. O dia 27 de junho será dedicado a visitas a locais de interesse histórico ou natural na região, como por exemplo uma descida do Mondego em kayak, uma caminhada na Serra da Lousã, uma caminhada no Baixo Mondego, uma visita às ruínas romanas em Conímbriga ou um passeio por locais históricos em Coimbra (este último oferecido pela Divisão de Cultura e Turismo da Câmara Municipal de Coimbra). O congresso encerrará com a atribuição de prémios de melhor comunicação oral e melhor painel (três primeiros lugares) a jovens investigadores. O programa completo do XIX Congresso da Associação Ibérica de Limnologia está disponível: aqui. Cristina PintoCristina.pinto@uc.pt Assessoria de Imprensa Universidade de Coimbra• Reitoria Telefone: 239 242788 | Telemóvel:  91 7575022 | 96 7654006 https://www.facebook.com/#!/mediaUChttp://www.uc.pt/governo/reitoria/gbreitor/

“Roy Lichtenstein e a Pop Art” chegam a Lisboa

Está a chegar mais uma edição de “A Arte chegou ao Colombo”, este ano dedicada à Pop Art. A partir de 19 de junho, vai estar patente uma seleção das obras mais emblemáticas de Roy Lichtenstein, um dos criadores deste movimento artístico, que transformou imagens da cultura popular e de massas provenientes da publicidade, da banda desenhada e do quotidiano. Crying Girl, Whaam! e As I Opened Fire são alguns dos trabalhos mais emblemáticos do espólio do artista, que vão poder ser vistos até setembro no Centro Colombo. Roy Lichtenstein foi um dos artistas mais influentes e inovadores da segunda metade do século XX. A sua obra é classificada como Pop Art, um movimento artístico que ajudou a criar, e é influenciada pela cultura de massas e pela emergente sociedade de consumo. Atingiu o maior reconhecimento na década de 60 tendo-se tornado um dos mais bem-sucedidos artistas a nível mundial com as suas obras a constarem do top 10 das mais valiosas vendidas em leilões de arte em todo o mundo. O record está nos 165 milhões de dólares, com a obra Masterpiece. “Roy Lichstentein e a Pop Art” vai estar patente na Praça Central e é composta por 41 obras, que levam o visitante a percorrer as várias etapas criativas da carreira de Lichtenstein, desde o sucesso da sua primeira exposição enquadrada no movimento ao qual viria a ficar associado, na década de 60, até à data da sua morte, em 1997. Dividida em quatro secções organizadas cronologicamente - Pop, Paisagens, Homenagens e Cartazes - esta exposição exibe as diferentes etapas do trabalho do artista. A 8ª edição de “A Arte chegou ao Colombo” tem como Embaixadora a artista plástica portuguesa Rueffa, cujo trabalho, inserido no universo da Neo Pop Art, tem uma ligação natural ao tema da exposição deste ano. “Sou uma grande fã de Roy Lichtenstein e fiquei muito satisfeita com o convite para ser Embaixadora desta exposição. Para mim, é um dos grandes artistas da segunda metade do século XX e incontornável referência neste campo estético que tanto admiro”, afirma. “Continuo muito empenhada em explicar às pessoas o que é a Pop Art e de que forma ela pode enriquecer as suas vidas. A arte serve para nos emocionar e a Pop Art consegue cumprir esse papel na perfeição. Tenho a certeza que ninguém ficará indiferente à obra de Lichtenstein”, remata. A iniciativa “A Arte chegou ao Colombo” foi lançada em 2011 e contou, no primeiro ano de arranque, com a parceria do Museu Coleção Berardo na exposição dos trabalhos de quatro artistas nacionais – Joana Vasconcelos, Miguel Palma, Susana Anágua e Isaque Pinheiro. Seguiram-se depois o MNAA – Museu Nacional de Arte Antiga (2012), a Exposição “Andy Warhol – Icons” (2013), a instalação interativa “The Pool” da artista norte-americana Jen Lewin (2014), a “A Divina Comédia de Salvador Dalí” (2015) e a exposição Terry O’Neill – “Faces of the Stars”. No ano passado, a iniciativa recebeu “O Mundo Fantástico de Paula Rego”, um verdadeiro sucesso com 224.500 visitantes em três meses. Para Paulo Gomes, diretor do Centro Colombo, o projeto “A Arte chegou ao Colombo” já é um cartão de visita deste espaço e uma iniciativa que gera muito interesse por parte do público. “É com enorme satisfação que vemos este projeto crescer, já vai na 8ª edição, e gera cada vez maior interesse por parte das pessoas. Sentimos que estamos a dar um contributo decisivo na democratização do acesso à arte ao proporcionar aos nossos visitantes exposições com esta qualidade”, afirma. A Exposição “Roy Lichtenstein e a Pop Art” pode ser visitada até ao dia 23 de setembro, na Praça Central do Centro Colombo, todos os dias, das 10H00 às 24H00. A entrada é gratuita. A curadoria e produção da Exposição é da responsabilidade da State of the Art e o projeto de arquitetura é da autoria da dupla de arquitetos, Diogo Aguiar e João Jesus. Imagens da Exposição “Roy Lichtenstein e a Pop Art”, no âmbito de A Arte Chegou ao Colombo. Lift ConsultingSofia Lareirosofia.lareiro@lift.com.ptSenior Communication Consultant Tel. +351 934 847 492

“1001 COISAS QUE NUNCA TE DISSE”

De Catarina Rodrigues  Catarina Rodrigues tem uma voz muito forte, muito intensa, muito humana. Pedro Chagas Freitas A Oficina do Livro acaba de editar o livro de estreia de Catarina Rodrigues, 1001 Coisas que Nunca te Disse.  Com sinceridade e simplicidade, Catarina fala-nos de um tema que nos toca a todos - o grande desgosto de amor. Fá-lo recorrendo a cartas, as cartas que a narradora escreve a David, o ex-namorado. A autora apresenta uma escrita ritmada, cheia de acção, sonhos, sexo, paixão e desilusões. Um estilo absolutamente novo, que surpreendeu muito a editora que assim aposta nesta jovem e promissora autora portuguesa. A sessão de apresentação do livro 1001 Coisas que Nunca te Disse, de Catarina Rodrigues decorrerá no dia 21 de junho (quinta-feira), às 18h30, na livraria LeYa na Buchholz (Rua Duque de Palmela, 4, Lisboa). A apresentação será feita por Lúcio Lampreia. Sobre “1001 Coisas que Nunca te Disse”… Quando a vida que tens como garantida se desfaz, questionas tudo. Quando alguém te deixa, parte de ti fica perdida. Após um relacionamento falhado, uma jovem mulher decide reescrever a sua história e embarca numa longa jornada. Durante cerca de três anos, viaja por diferentes lugares do Mundo e dentro dela. Entre o passado e o presente, descobre o valor da dor, da perda, da identidade, da felicidade e traça o caminho do perdão. Porque um grande amor muda a tua vida para sempre. Sobre a autora Catarina Rodrigues nasceu em 1989, em Portugal. Mestre em Engenharia Química e Bioquímica pela Universidade Nova de Lisboa. Atualmente trabalha como consultora de IT e formadora de soft-skills. Apaixonada por viagens, culturas e histórias da gente. Viciada em arte, dança e literatura. “1001 Coisas que Nunca te Disse” é o seu primeiro livro. 280 páginas | PVP 14,90€ LeYa / Oficina do Livro – Direção de Comunicação | Catarina Cruzeiro | ccruzeiro@leya.com | T. 911973359

A MAIOR VARIEDADE DE PREÇOS BAIXOS

O Continente faz parte da vida dos portugueses há mais de 30 anos. São três décadas a apresentar a maior variedade de produtos ao melhor preço para assim facilitar a vida das famílias, uma missão celebrada agora na nova campanha de publicidade “Preço”, que já chegou a casa dos portugueses. Apesar de diferentes, há aspetos que são comuns a todas as famílias, como a procura pelos melhores produtos, aos melhores preços. Ao mesmo tempo, o cliente também pretende encontrar conveniência e, preferencialmente, ter tudo o que precisa no mesmo local. Nesta nova campanha vamos ouvir, em discurso direto, a experiência de compra de alguns clientes que já sabem disto há muito. Uma mãe trabalhadora que não tem tempo para andar a comprar uma coisa num sítio e outra noutro. Um casal de avós que quer dar o melhor aos netos. Um pai que adora preços baixos e ainda mais de uma boa promoção. Todos eles sabem que no Continente encontram a maior variedade de preços mais baixos e ainda as melhores promoções. Esta será uma campanha integrada e multimeios que marcará presença na televisão, rádio, pontos de venda e ainda no digital, até 8 de julho. Desta vez o cenário do enredo é o interior da loja Continente, local eleito pelos clientes para encontrar a solução para tudo o que precisam e ‘Tudo Aos Preços Mais Baixos’, traduzindo a proposta de valor do Continente. Veja os filmes oficiais desta campanha: www.youtube.com/watch?v=R_YtIEsYuhY https://www.youtube.com/watch?v=l4BNlveDb2whttps://www.youtube.com/watch?v=9ZwFwDRWOOs Ficha Técnica - em anexo   GCISilvia Correiascorreia@gci.pt

Vagos Sensation Gourmet 2018 com Filipa Gomes, Vitor Matos, Nurdin Topham (* Michelin)

Quatro edições depois o evento mais saboroso do verão está de regresso com uma mão cheia de novidades na sua 5ª edição! O evento da Câmara Municipal de Vagos com o apoio da Sensation Gourmet realizar-se-á nos dias 6 a 8 de julho, na Praia da Vagueira. "Ultrapassa os teus límites" é o tema da escolhido para a 5ª Edição do Vagos Sensation Gourmet. Com convidados de luxo, o Vagos Sensation Gourmet promete ultrapassar os limites com criatividade celebrando a diversidade e a riqueza do património gastronómico português. Alicerçado nesta dualidade entre o tradicional e o contemporâneo, entre o convencional e o abstrato, entre o rústico e a tendência é o objetivo expresso da organização, a aproximação com as tradições, mostrando, desta forma, o verdadeiro sentido palavra gourmet.  O Vagos Sensation Gourmet é um evento dinâmico, que aposta na promoção da riqueza cultural, através de atividades como showcookings, debates, provas comentadas, espetáculos e degustações que, dessa forma, lhe dão um caracter único e diferenciador ao dar a oportunidade dos visitantes de privarem com grandes nomes do panorama gastronómico nacional e internacional.  Já confirmados estão Filipa Gomes (Prato do Dia - 24 Kitchen), Vitor Matos ( ANTIQVVM e Hotel Vidago Palace), o chef revelação do ano Vasco Coelho Santos, o convidado internacional Nurdin Topham (1* Michelin), entre muitos outros. Brevemente no site e na página do Facebook do evento serão conhecidos as restantes confirmações e programação final.  Mais info para a imprensa: Clicar para uma informação mais detalhada Video da edição de 2017 - Ver www.vagossensationgourmet.com Tony Martins - Membro da Organização: 916 798 302 Email: vsgourmet.org@gmail.com  

Campanha “VIH é” em todos os clubes das cadeias Holmes Place e Fitness Hut

“VIH é”, a campanha educacional desenvolvida pela Gilead Sciences presente nos canais internos dos ginásios Holmes Place e Fitness Hut. Depois da presença em locais públicos, no cinema, no www.vihmaisdoqueserpositivo.pt - site que é a base da campanha e que está continuamente a ser atualizado com nova informação -, e em televisão (a SIC e a FOX foram os meios escolhidos com um spot de 15’’ a que Pedro Fernandes deu voz), a campanha “VIH é” chega agora aos clubes das cadeias Holmes Place e Fitness Hut, num total de 53 ginásios de norte a sul do país. Apesar de inicialmente estar planeada a presença em apenas 11 ginásios Holmes Place e Fitness Hut, as duas cadeias reconheceram a importância deste tipo de campanhas e optaram por estender a comunicação a todos os clubes, com a exposição de cartazes que convidam a visitar o site da campanha e presença do spot nos canais internos dos próprios ginásios. “VIH é: Mais do que ser positivo” é uma campanha inovadora sobre a infeção por VIH para o público em geral focada na qualidade de vida. Trata-se de uma campanha que pretende informar e esclarecer as pessoas que vivem com VIH, os seus familiares, bem como a população em geral, sobre a infeção por VIH, os factores de risco e a gestão de comorbilidades associados à doença, com o objectivo de promover a literacia em saúde e a qualidade de vida dos doentes.A Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, a Sociedade Portuguesa de Doenças Infecciosas e Microbiologia Clínica, Abraço, AJPAS, Seres, Ser+, Positivo, Fundação Portuguesa “A Comunidade contra a SIDA”, GAT e Liga Portuguesa Contra a SIDA são as sociedades científicas e as associações de doentes que se associaram a esta campanha de “disease awareness”. W!SDOMRaquel Cordeiroraquel.cordeiro@wisdom.com.ptCommunication Manager Tel. +351 916 610 702

TAP CELEBRA PROTOCOLOS COM PARCEIROS EMPRESARIAIS DO PORTO

CEO da TAP reuniu-se esta quarta-feira, 20 de junho, com empresários e agentes de viagem Companhia assinou acordos com cinco associações empresariais TAP celebra São João com Francesinhas a bordo O Presidente Executivo da TAP, Antonoaldo Neves, assinou hoje protocolos de cooperação entre a TAP e a Associação Empresarial de Portugal (AEP), Associação Comercial do Porto (ACP), Associação de Têxteis e Vestuário de Portugal (ATP), Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) e Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes e Artigos de Pele e seus Sucedâneos (APICCAPS). Os cinco novos protocolos reforçam ainda mais a aproximação da TAP às empresas do Porto. Num encontro hoje, na Associação Comercial do Porto, Antonoaldo Neves reafirmou o investimento da Companhia na região: “A TAP partilha com os empresários, de todas as associações que hoje reunimos aqui, o empenho para que o Porto e a Região Norte se desenvolvam cada vez mais. Sabemos que podemos contribuir para isso, com as nossas rotas, com a promoção que fazemos não só lá fora, mas também a bordo dos nossos aviões onde Portugal está sempre presente, seja na gastronomia, nos vinhos ou em outros produtos e empresas que mostramos aos nossos passageiros”. Só este ano, até Maio, a TAP já transportou mais de 840 mil passageiros com destino ao Porto, mais 17% que o ano passado. O objetivo da TAP é continuar a contribuir para o aumento do número de turistas e, consequentemente, para o desenvolvimento da economia local. A Companhia reforçou, em Março, a oferta de voos a partir do Porto com a inauguração de quatro novas rotas. Londres (Aeroporto de London City), Milão, Barcelona e Ponta Delgada são as apostas da TAP para continuar a trazer passageiros do mundo ao Porto e a levar o Porto ao mundo. No total, a TAP realiza à partida do Porto 269 voos diretos por semana para 16 destinos. No âmbito do programa Taste Porto, a TAP continua a promover o que de melhor se faz no Porto. Por ocasião da celebração do São João, a Companhia serve a bordo dos seus aviões Francesinhas da autoria do Chef Rui Paula, durante o mês de junho. O prato típico, confecionado na cidade do Porto, é servido em classe executiva em todos os voos com partida do Porto, exceto voos operados pela frota TAP Express. É também servido em classe económica nos voos de longo curso. No total, a TAP estima que serão servidas cerca de quatro mil Francesinhas durante o mês de junho. Novo outdoor da TAP desde ontem na Rotunda da Boavista, no Porto. “Do Porto direto para o Mundo” é o mote da campanha que destaca os destinos da Companhia a partir do Porto. Acerca da TAP Air Portugal A TAP Air Portugal é a companhia aérea Portuguesa líder de mercado, e membro da Star Alliance, a maior aliança verdadeiramente global do mundo, desde 2005. A operar desde 1945, a companhia viu o seu processo de privatização concluído em 2015, ano em que celebrou 70 anos, com o consórcio Atlantic Gateway como novo acionista. Com Hub em Lisboa, plataforma privilegiada de acesso na Europa, na encruzilhada com África, América do Norte, Central e do Sul, a TAP é líder na operação entre a Europa e o Brasil. Desde o Verão 2017, a Rede TAP cobre 84 destinos em 35 países a nível mundial. Operando em média cerca de 2.500 voos por semana, a TAP dispõe de uma frota de 90 aeronaves: 67 aviões Airbus e 21 ao serviço da TAP Express, a nova marca comercial da companhia para a sua rede regional. No âmbito do vasto plano de transformação da TAP em curso, na sequência da sua privatização, a companhia reestruturou a Rede, lançou novos produtos tarifários e anunciou, entre outras novidades, a renovação da sua frota de médio e longo curso a partir de 2018, a atualização e reconfiguração da frota presentemente em operação e o lançamento da TAP Express, que tomou o lugar da PGA e está equipada com uma frota integralmente renovada de 21 aviões ATR 72 e Embraer 190. Prosseguindo uma orientação prioritariamente direcionada para o Cliente, a TAP investe continuamente em inovação e na utilização das novas tecnologias, oferecendo um produto e serviços de elevada qualidade, segurança e fiabilidade.  A TAP foi eleita a Melhor Companhia Aérea na Europa em 2011, 2012, 2013 e 2015, pela prestigiada revista “Global Traveller” dos EUA, e foi distinguida pela UNESCO e pela International Union of Geological Sciences com o Prémio Planeta Terra IYPE 2010, na categoria Produto Sustentável Mais Inovador. Foi também eleita pela revista britânica Business Destinations como a Companhia Aérea com melhor Classe Executiva – América do Sul, em 2013 e considerada a Melhor Companhia Aérea pela revista “Condé Nast Traveller” em 2010. Foi ainda eleita a Melhor Empresa Portuguesa na área do Turismo em 2011 e também a Companhia Aérea com Melhor Reputação em Portugal, pelo Reputation Institute em 2014. A TAP tem também vindo a ser distinguida pelos prestigiados prémios World Travel Awards: Eleita a Companhia Aérea da Europa Líder para África e Companhia Aérea da Europa Líder para a América do Sul em 2017, 2016, 2015 e 2014 e Companhia Aérea Líder Mundial para África em 2011 e 2012. Detém igualmente o título de Companhia Aérea Líder Mundial para a América do Sul, dos WTA, em 2009, 2010, 2011 e 2012. A UP, revista de bordo da TAP foi também premiada pelos WTA em 2017, 2016 e 2015 como a Revista de Bordo Líder na Europa. Comunicação Corporativa | Relações com os Media E-mail: corpcom@tap.pt | Tel.: 218 416 017 | Fax: 218 415 881

Nova Base Multitom AVON True Flawless em Pérolas oferece um acabamento natural e sem falhas

Se a nossa pele contém vários tons, porque a base só pode ter um? Sendo as Pérolas Bronzeadoras de acabamento radiante e cintilante um best-seller AVON, a marca volta a inovar acabando de lançar Pérolas de Acabamento Perfeito, a primeira Base em Pérolas Multitom, da linha AVON True Flawless, com três cores - Porcelain, Ivoy Pink e Warm Ivory -, que se completam, permitindo um acabamento natural , mate e sem falhas. Com uma cobertura leve, as pérolas oferecem uma combinação de tons perfeita e um acabamento aveludado, sem aspeto oleoso ou pesado, proporcionando uma aparência natural, de maquilhagem invisível. Disponíveis nos tons Fair, Light, Light Medium, Medium e Medium Deep, estas adaptam-se aos vários tons do seu rosto. Passe o pincel pelas pérolas e, de seguida, passe-o em todo o rosto e pescoço. No fim, descobrirá um acabamento perfeito!  Sobre a AVON A AVON é a companhia que há 130 anos defende a beleza, a inovação, o otimismo e, acima de tudo, as mulheres. Os produtos da AVON incluem marcas reconhecidas e adoradas como Anew, AVON Color, AVON Care, Skin So Soft. Com mais de 6 milhões de Revendedoras, os produtos AVON deliciam consumidores em aproximadamente 70 países em todo o mundo. Saiba mais sobre a AVON e os seus produtos em www.avon.pt, www.avoncompany.com e http://avonblog.pt/ ATREVIA – Consultora de Comunicação Neuza Farinha – nfarinha@atrevia.com Inês Miguéis – imigueis@atrevia.com Contato: 213 240 227

CORRIDA DE FELGUEIRAS 2018: CAMPEONATO REGIONAL DE FUNDO

Corridas Jovens, Prova em Cadeira de Rodas, Corrida 10km e Caminhada 5km O Município promove, no dia 22 de julho, a Corrida de Felgueiras 2018 - Campeonato Regional de Fundo. Este evento desportivo será composto por Corridas Jovens (9h00) e por Prova em Cadeira de Rodas, Corrida de 10km e Caminhada de 5km (10h30). Será uma manhã dedicada ao atletismo, em que a Câmara Municipal de Felgueiras, em estreita parceria com a Associação de Atletismo do Porto e clubes de atletismo do concelho, organiza provas onde podem participar atletas federados e não federados, inscritos por clubes e associações desportivas, cidadãos em grupos ou a título individual. A partida e chegada decorrerão na Av. Dr. Leonardo Coimbra, no coração da cidade, e o Secretariado das provas funcionará, junto à partida, no dia da prova, até meia hora antes do seu início, onde poderão ser levantados os dorsais. A prova será acompanhada pela GNR local, com o apoio da Polícia Municipal e Bombeiros Voluntários de Felgueiras, para disciplinar o trânsito e salvaguardar a integridade física dos participantes.A participação nas provas e caminhada definidas no programa da Corrida de Felgueiras 2018 é gratuita e aberta a todos os cidadãos, com oferta de lanche e brindes a todos os participantes. As inscrições são realizadas online, no site www.desportave.pt, até às 23h59 do dia 18 de julho. Município de Felgueirasmunicipiodefelgueiras@cm-felgueiras.pt

Castelo Rodrigo em contagem decrescente!

A cerca de um mês da sua realização, o XX Slalom Sprint de Castelo Rodrigo teve a sua apresentação oficial ontem, no Centro Comercial La Vie, na Guarda, onde já se encontra exposto o Fiat 131 Abarth, modelo que Markku Alen conduziu de forma vitoriosa no Rali de Portugal e que volta a pilotar na edição especial do XX Slalom Sprint de Castelo Rodrigo, nos dias 21 e 22 de Julho. Organizado pelo Município de Figueira de Castelo Rodrigo e pelo Clube Escape Livre, o XX Slalom Sprint de Castelo Rodrigo promete ser uma das melhores edições de sempre ao nível da espectacularidade e das surpresas para o público, há muito eleito como o mais participativo e entusiasta do calendário nacional. O primeiro desafio ao público, aos aficionados da velocidade e aos fãs de Markku Alen é de ver de perto o Fiat 131 Abarth exposto no centro comercial, até à próxima terça-feira. O modelo foi conduzido pelo penta campeão do Rali de Portugal nas edições de 1977, 1978 e 1981, levando-o à vitória. Nos dias 21 e 22 de Julho, o “finlandês voador” conduz novamente o modelo nas provas de sábado à noite, no Estádio Municipal de Figueira, e de domingo à tarde, na Av. Heróis de Castelo Rodrigo. Para além disso, em ambos os dias, realiza sessões de autógrafos e fotos para todos os fãs que desejarem ter um contacto mais próximo com o piloto. Para agradecer 20 anos de presença do público, será ainda sorteado, entre os espectadores, o capacete de Markku Alen, autografado por ele e pelos pilotos da prova nocturna. A organização vai mais longe e inclui os protagonistas dos ralis nesta festa de 20 anos. Assim, todos os pilotos e navegadores que participaram no Rali de Portugal juntamente com Markku Alen são convidados para o almoço de sábado, em Figueira, que conta com a presença do recordista de vitórias no Rali de Portugal. Nesta edição especial de 20 anos, há ainda lugar para o reconhecimento aos pilotos mais assíduos e com melhor palmarés ao longo destas duas décadas, com a entrega de um troféu Spal. O XX Slalom Sprint de Castelo Rodrigo promete ser uma grande edição também ao nível do número de participantes, já que a um mês do evento estão inscritos 21 pilotos para a prova de sprint de sábado e 16 para a prova de slalom de domingo. Assim, a organização espera alcançar novamente mais de 30 inscrições em cada dia de prova. Na apresentação oficial do XX Slalom de Castelo Rodrigo, Paulo Langrouva, presidente do Município de Figueira, explicou: “Decidimos trazer um piloto de renome internacional, e neste caso optámos pelo Markku Alen, que dispensa apresentações e é uma figura mítica do automobilismo”. Uma aposta que no entender do autarca, é mais uma acção para contrariar a interioridade e a desertificação: “Ganha o território do distrito da Guarda e não ganha só Figueira de Castelo Rodrigo. Às vezes precisamos de ser pró activos e mostrar o contrário. É possível marcar a diferença”. Paulo Langrouva referiu ainda que “Para o Município de Figueira de Castelo Rodrigo é gratificante ter um parceiro como o Clube Escape Livre”. Também Luis Celínio, presidente do Clube Escape Livre, evidenciou: “vamos celebrar 20 anos de uma grande prova no Interior do país, homenagear e agradecer aos pilotos, recompensar a lealdade e presença do melhor público, e convidar mais pessoas a ver a prova e a visitar Figueira de Castelo Rodrigo. Daí, este grande esforço conjunto de trazer Markku Alen, personalidade lendária e importante para muitos portugueses, com a expectativa que esta seja a melhor edição de sempre. Estão todos convidados.” O XX Slalom Sprint de Castelo Rodrigo tem o apoio da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo e do Turismo do Centro de Portugal, e o patrocínio do grupo MCoutinho, Intermarché da Guarda, First Stop, Caixa de Crédito Agrícola, Adega Cooperativa de Figueira de Castelo Rodrigo, Douro Azul, Centro Comercial La Vie Guarda, AGR, Ergovisão, Grupo B.I.U Construções e Granigri. Conta ainda com a colaboração da RFM, Auto MAG, Localvisão Guarda, Razão Automóvel, Rádio Altitude, Diário de Coimbra e Jornal A Guarda. Os troféus são as habituais e apreciadas peças de porcelana SPAL. ESCAPE LIVRERua Marquês de Pombal, 45 1º e 2º   -   6300-728 GuardaTelf. 271 205 285Email: escapelivre@escapelivre.comWeb Site: www.escapelivre.com

CUSHMAN & WAKEFIELD COLOCA PRIMEIRA STARBUCKS DO MINHO NO EDIFÍCIO LIBERDADE STREET FASHION

Prosseguindo com o seu plano de expansão em Portugal, a Starbucks, marca internacional especializada em café, inaugurou a sua primeira loja no centro de Braga recentemente, no edifício Liberdade Street Fashion. A Cushman & Wakefield, que representa o Grupo Regojo, proprietário do edifício, na gestão e comercialização deste ativo, considera que a Starbucks vem completar o conjunto comercial com uma oferta diferenciada e que faz todo o sentido estar localizada neste edifício icónico, que tem uma relação privilegiada com o centro da cidade numa das avenidas mais emblemáticas da capital minhota. De acordo com André Navarro, Partner e diretor de gestão de ativos de retalho da Cushman & Wakefield, “esta é mais uma entrada de uma marca exclusiva na cidade, e que de forma natural escolheu a baixa da cidade e o prestígio do edifício Liberdade Street Fashion”. A loja mantém a imagem de marca da Starbucks com o conforto de sempre, contando com um espaço interior relaxante, com acesso gratuito a wi-fi, um aroma a café moído na hora e onde os clientes podem saborear mais de 86.000 combinações de bebidas artesanais criadas especialmente pelos baristas Starbucks, assim como opções de pastelaria ou sanduiches. Para além do espaço interior, esta loja conta com uma esplanada. “Braga é sem dúvida uma cidade importante para nós e estamos muito orgulhosos com esta nova abertura que vem acompanhar o plano de expansão da Starbucks em Portugal. Chegámos ao coração da cidade e queremos garantir uma experiência única para cada cliente único, nesta bonita cidade”, comenta Luís Rocha e Mello, Diretor de Operações da Starbucks Coffee Portugal.A equipa de gestão de ativos da Cushman & Wakefield, que conta com 26 profissionais, tem 385.000m2 de ativos imobiliários sob gestão, dos quais 82.000m2 são de ativos de retalho. Filipa Mota Carmo Associate Director Marketing Manager Direct: +351 213 219 548   Office: +351 213 224 757 Mobile: +351 914 029 971   filipa.carmo@cushwake.com

Liga Allianz Running by Record 2018 realiza prova em Évora

Data: 24 de junho, 9h Local: Avenida Dinis Miranda, Évora Prova: Grande Prémio de Atletismo de São João A Liga Allianz Runnig by Record continua a percorrer os distritos de Portugal -  o “Grande Prémio de Atletismo de São João” realiza-se no próximo domingo, dia 24 de Junho, pelas 9h, em Évora. Organizada em conjunto pela Câmara Municipal de Évora, Associação de Atletismo de Évora, Grupo Caminheiros de Évora e Associação Pão e Paz, A prova terá um percurso com 10 km de distância, com partida e chegada junto à Arena de Évora. Também se irão realizar corridas para os escalões mais jovens, bem como a Caminhada São João, com 5 km de extensão. A equipa Allianz estará, mais uma vez, a representar a Companhia.  José Francisco Neves, Membro do Comité de Direção e Diretor de Market Management e de Produto P&C da Allianz Portugal, refere: “É um orgulho para a Allianz Portugal continuar a apoiar mais uma edição da Liga Allianz Running by Record, uma iniciativa enquadrada na estratégia da seguradora em estar mais próxima dos portugueses, promovendo a prática de atividade física, o bem-estar e a competição saudável. Através da Liga Allianz Running by Record, a Allianz Portugal irá estar presente nas cidades de norte a sul de Portugal para incentivar as pessoas a correrem e a superarem os seus objetivos. Estamos certos de que serão momentos de forte convívio e interação com o público em geral, parceiros e clientes." Mais informações disponíveis na plataforma online oficial www.ligarunning.pt, um espaço aglutinador de conteúdos com o calendário das provas e informação detalhada sobre a Liga Allianz Running Record, com informações técnicas para treino, saúde, alimentação e equipamentos, além de notícias da atualidade sobre Running. A primeira prova realizou-se em Tondela, passou por Aveiro, Castelo Branco, Bragança, Portalegre,  Santarém, Viana do Castelo, Beja e ruma agora para Évora. Venha festejar o São João com a Liga Allianz Running by Record! www.ligarunning.pt Sobre a AllianzA Allianz Portugal integra o Grupo Allianz, um dos maiores grupos financeiros do mundo, presente em mais de 70 países e com cerca de 145.000 colaboradores. Mais de 60 milhões de clientes, a nível mundial, confiam no seu know-how e sentido de responsabilidade. A Allianz Portugal tem, também, como acionista e principal parceiro estratégico, o Banco BPI. Posiciona-se no mercado nacional de forma inovadora, apostando no desenvolvimento de produtos de acordo com as necessidades de segurança dos seus Clientes, na expansão da sua rede de distribuição e na melhoria da prestação de Serviço. Conta atualmente com cerca de 600 colaboradores e mais de 4.500 mediadores em todo o país. Desde Dezembro de 2004, a Allianz Portugal é uma seguradora com Certificação da Qualidade ISO 9001, que abrange a maior parte dos seus produtos e serviços. Ecofirma: 213 240 227 Marta Pais – mpais@atrevia.com Francisco Costa – fbcosta@atrevia.com

Lisboa pode perder mais de mil milhões de dólares

Estudo apresentado revela que a cidade de Lisboa tem uma perda potencial na produção de riqueza superior a mil milhões de dólares ·         Perdas potenciais de produção de riqueza a nível mundial ascendem a 546,5 mil milhões de dólares ·         A MDS é hoje o único broker do Lloyd’s de origem português a poder exercer atividade no maior mercado mundial de seguros e resseguro especializados ·         Portugal passa a aceder directamente ao mais sofisticado mercado segurador e ressegurador mundial A MDS, multinacional de origem portuguesa líder na corretagem de seguros e consultoria de riscos, acaba de apresentar o seu estatuto de broker do Lloyd’s, o maior mercado mundial de seguros e resseguro especializados, numa iniciativa realizada em Lisboa. A MDS é o único broker de todos os países de expressão portuguesa a poder exercer atividade diretamente junto do mais importante mercado de seguro e resseguro do mundo, em Londres. Este registo histórico para o sector financeiro português abre novas perspetivas para as empresas e economia nacional na proteção contra os riscos a que estão expostas. O estatuto de broker do Lloyd’s permite à MDS o acesso direto a um dos mais importantes mercados de seguro e resseguro do mundo, que reúne um conjunto único de subscritores de risco altamente especializados, sustentado por um rating financeiro sólido e licença para operar a nível internacional em mais de 200 países. O Lloyd’s é hoje o grande centro mundial para seguros e resseguros especializados, sendo o mercado de eleição para a gestão de riscos emergentes, pouco conhecidos e complexos. Risco da cidade de Lisboa potenciado por crash dos mercados financeiros Durante o evento de apresentação da MDS como Lloyd’s broker, realizado em Lisboa, foram partilhadas as conclusões do estudo sobre o risco das cidades, desenvolvido em parceria com a Universidade de Cambridge, que analisou o impacto de 22 riscos sobre o PIB em 279 das cidades mais importantes do mundo, que juntas geram 41% da produção económica global. De acordo com a análise, a cidade de Lisboa tem uma perda potencial na produção de riqueza superior a mil milhões de dólares, sendo a mais revelante a perda potencial com um crash dos mercados financeiros, cuja perda potencial poderia atingir os 550 milhões de dólares. Entre os cinco principais riscos que afetam a cidade de Lisboa, embora numa escala bem inferior, estão também as inundações, os ataques cibernéticos, as pandemias humanas e um choque nos preços das matérias-primas. O estudo salienta também o risco de terramoto que, embora seja considerado baixo, a concretizar-se e num cenário extremo poderia mesmo implicar custos de 43,79 mil milhões de dólares. Perdas potenciais de produção de riqueza ascendem a 546,5 mil milhões de dólares O estudo divulgado revela que as perdas potenciais de produção de riqueza a nível mundial ascendem a 546,5 mil milhões de dólares, no conjunto das cidades analisadas. As ameaças pela mão do homem representam 59% de todo do risco, sendo as ameaças naturais responsáveis por 41% das perdas potenciais. O crash do mercado é a maior ameaça, representando 103,3 mil milhões de dólares, sendo também de salientar que os riscos relacionados com o clima representam, em conjunto, 123 mil milhões de dólares. A maior parte do risco está concentrada em poucas cidades, já que apenas 10 cidades representam quase um quarto do montante apurado. Tóquio tem a maior perda potencial de produção de riqueza, estimada em 24,3 mil milhões de dólares. Segundo o estudo, denominado Lloyd’s City Risk Index, uma maior resiliência pode impedir perdas de 73,4 mil milhões de dólares nas cidades. Embora nenhuma cidade possa ser completamente livre de risco, o índice mostra que uma gestão de riscos ativa pode minimizar o efeito sobre o PIB, sendo importante tomar medidas preventivas de mitigação de risco. O estudo revela também que os seguros são parte da solução, pois permitem a injeção de capital após um evento catastrófico. Face aos riscos identificados, as seguradoras e os corretores devem investir no desenvolvimento de novos produtos, de forma a responder às necessidades das cidades, nomeadamente dos seus habitantes e do seu tecido económico e empresarial Segurar riscos especializados A MDS, fundada em 1984, é o corretor de seguros líder em Portugal, o quarto maior broker no Brasil e um player de referência no mercado angolano. A entrada no Lloyd’s vem reforçar o contributo que a MDS tem dado ao sector segurador em termos de profissionalismo, rigor, sofisticação, serviço e sobretudo inovação, através de várias iniciativas pioneiras, tanto em Portugal como no exterior. O Lloyd’s, com mais de 300 anos de história durante os quais atravessou várias crises mundiais, soube sempre sobreviver e reinventar-se, o que lhe permite ser a referência mundial na sua área. Fruto desta resiliência, o Lloyd’s ocupa a sexta posição no ranking dos maiores grupos resseguradores mundiais e a terceira no ranking dos maiores Grupos Resseguradores mundiais “Não Vida” da A.M. Best, com um volume de prémios totais geridos em 2016 de 29.862 milhões de libras (34.059 milhões de euros). A junção de competências das duas instituições permite oferecer em Portugal, e nos países onde a MDS está presente, diretamente ou através da sua participada Brokerslink, soluções cada vez mais inovadoras e adaptadas às necessidades dos clientes. A crescente complexidade dos riscos com que as empresas e economias hoje se deparam, como os riscos climáticos, o cyber risk ou o supply chain, exigem soluções cada vez mais sofisticadas, as quais passam a ser endereçadas no âmbito da parceria estabelecida. Sobre a MDS A MDS é um grupo multinacional que atua na área da corretagem de seguro e resseguro e consultoria de risco. É líder de mercado em Portugal, top 5 no Brasil e está presente também em Angola e Espanha. Através da Brokerslink, uma empresa global de corretagem fundada pela MDS em 2004 e sedeada em Zurique, está presente em mais de 100 países, com cerca de 400 escritórios e totalizando cerca de 10.000 profissionais da área dos seguros. É também acionista e parceiro de referência da Ed. (ex-Cooper Gay Swett & Crawford), corretor independente no mercado ressegurador londrino. Mais informações em www.mdsinsure.com Sobre o Lloyd’s O Lloyd’s é o mercado mundial de seguros e resseguros especializados. Com a experiência obtida ao longo de séculos, o Lloyd’s é a base da indústria seguradora e também o seu futuro. Através de subscritores e corredores  especialistas em mais de 200 países, o mercado do Lloyd’s desenvolve as coberturas de seguro essenciais, complexas e fundamentais que são necessárias para apoiar o progresso da humanidade.  Suportado por um capital  global diverso à escala global e excelentes  ratings financeiros, o Lloyd’s trabalha com una rede global de cerca de 4000 profissionais de seguros, para fazer crescer o mundo segurador, fomentando a resiliência dos negócios e das  comunidades locais e fortalecendo o crescimento económico em todo o mundo. Mais informações em www.lloyds.com(Comunicado integral e imagens em anexo) BANDiogo Simão Director T.  +351 213 195 643 M. +351 936 528 639E.  ds@ban.pt

Cruz Vermelha e Novo Nordisk anunciam parceria internacional pioneira para os cuidados de saúde de doenças crónicas em países que vivem crises humanitárias

Atualmente, mais pessoas são afetadas por doenças crónicas não transmissíveis do que por doenças transmissíveis. Isso não se reflete nos recursos de saúde em geral e muito menos em crises humanitárias.   Lisboa, 20 junho 2018 – O Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV), a Cruz Vermelha Dinamarquesa (RDC) e a farmacêutica Novo Nordisk, fornecedora de mais de metade da insulina a nível mundial, anunciaram hoje uma parceria para enfrentar o crescente problema das doenças crónicas que afetam milhões de pessoas que vivem em países que estão a viver crises humanitárias.   A parceria é constituída por 3 pilares: Garantir o fornecimento eficiente de insulina humana em frascos para injetáveis para a Cruz Vermelha em todo o mundo. Apoio da Novo Nordisk aos programas de saúde do CICV e da RDC, incluindo esforços para melhorar a prevenção e atenção às doenças crónicas não transmissíveis. 2-3 projetos para providenciar assistência a pessoas com hipertensão e diabetes em crises humanitárias a serem realizados nos próximos três anos. Hoje, mais de 65 milhões de pessoas estão a fugir de conflitos armados. Agentes da área humanitária e de saúde têm focado os seus esforços nas ameaças agudas de saúde pública que as pessoas enfrentam, como lesões e doenças infeciosas. No entanto, as necessidades de saúde das pessoas em contextos humanitários, incluindo aquelas que são deslocadas à força e as comunidades que as acolhem, são muito maiores. “As doenças não transmissíveis são um assassino silencioso e muitas vezes negligenciadas em tempos de conflito armado. Todas as pessoas precisam de acesso a infra-estruturas de saúde apropriadas e medicamentos para gerirem a sua saúde. Se olharmos para o Iemen, a Síria, o Iraque e mais países, milhares permanecerão com doenças graves se não puderem receber equipamentos e medicamentos médicos essenciais, como a insulina, para tratar a diabetes ", diz Peter Maurer, presidente do CICV. Para as pessoas que vivem em crises humanitárias, o risco de agravar as suas doenças crónicas, como diabetes e hipertensão, é 2 a 3 vezes maior do que antes das crises. Estima-se que a diabetes seja a causa de uma em cada quatro amputações de membros em Centros de Reabilitação Física do CICV no Iémen, Síria e Iraque. Com esta parceria espera-se conseguir a abertura de novos caminhos para atender às necessidades urgentes de milhões de pessoas vulneráveis que vivem com doenças crónicas não transmissíveis. “As nossas três organizações estão empenhadas em resolver estas necessidades de saúde não atendidas através de uma parceria exploratória que combina as nossas respetivas áreas de especialização”, afirma Lars Fruergaard Jørgensen, CEO da Novo Nordisk. Anders Ladekarl, secretário geral da Cruz Vermelha dinamarquesa, acrescenta “Como organizações parceiras, usaremos a nossa influência e escala para melhor atender às necessidades das pessoas que vivem com doenças crónicas não transmissíveis em crises humanitárias, e defender em conjunto com outros agentes humanitários e de saúde a promoção destes objetivos. Esta parceria é um primeiro passo para concretizarmos o nosso propósito coletivo de que todas as pessoas com doenças crónicas não transmissíveis em situações humanitárias tenham acesso a cuidados médicos.” Para garantir dados sólidos e a devida geração de evidência, a parceria irá colaborar com o Humanitarian Crises Centre at the London School of Hygiene and Tropical Medicine (LSHTM), com o diretor Karl Blanchet como o principal parceiro académico. Cada parceiro contribuirá para a parceria das seguintes formas: O CICV contribuirá com sua experiência em operações e resposta humanitária, especialmente na prestação de assistência médica a populações vulneráveis em ambientes frágeis e violentos. Juntamente com a RDC, o CICV conduzirá a implementação de projetos de demonstração no terreno, incluindo a identificação de pessoas que necessitam de tratamento para diabetes e hipertensão através da rede existente de serviços de saúde apoiados pelo CICV. A RDC contribuirá com seu conhecimento em atividades de alcance comunitário e capacitação em ambientes humanitários, com foco na prevenção e na gestão de doenças crónicas. Facilitará o acesso a redes nacionais de grupos da sociedade civil, fornecendo serviços relevantes nos contextos locais específicos. Irá ainda mobilizar colaboradores e voluntários, incluindo profissionais de saúde, com experiência significativa em operações e resposta humanitária. A Novo Nordisk adaptará os seus procedimentos de pedido e produção para melhor atender às necessidades das organizações humanitárias, bem como compartilhar o seu conhecimento sobre o manuseamento e distribuição de produtos de cadeia de frio. Compartilhará a sua ampla experiência de capacitação para ampliar o acesso aos cuidados para a diabetes, incluindo o apoio ao desenvolvimento de materiais educacionais sobre prevenção e cuidados na diabetes em contexto humanitário. A contribuição financeira para a parceria é de cerca de 2.887.000 de Euros (21,5 milhões de coroas dinamarquesas). O papel do LSHTM será o de conduzir a avaliação das necessidades, orientar o desenho das intervenções e avaliar as intervenções para melhorar a prevenção e o atendimento das doenças crónicas não transmissíveis em situações humanitárias. Sobre as organizações parceiras O Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) ajuda pessoas em todo o mundo, afetadas por conflitos armados e outras situações de violência, fazendo o possível para proteger a sua dignidade e aliviar o seu sofrimento, muitas vezes junto com seus parceiros da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho. O CICV também procura evitar dificuldades promovendo e fortalecendo o Direito Humanitário e os princípios humanitários universais. Para mais informações, visite o Facebook, Twitter, YouTube, CICV.org. A Cruz Vermelha Dinamarquesa (RDC) apoia pessoas vulneráveis a viver uma vida segura e saudável em contextos humanitários e de desenvolvimento, bem como na Dinamarca. A Cruz Vermelha Dinamarquesa equipa as pessoas com as ferramentas necessárias para fortalecer a sua resiliência. A RDC apoia pessoas de ambos os lados de um conflito e nos cantos mais remotos do mundo, com especialização em serviços de saúde baseados na comunidade. Para mais informações, visite o site rodekors.dk, Facebook, Twitter, YouTube. A Novo Nordisk é uma empresa global na área da saúde com mais de 95 anos em inovação e liderança nos cuidados para a diabetes. Esta herança deu-lhe a experiência e capacidade que possibilitam ajudar as pessoas a vencer esta doença crónica grave. A Novo Nordisk, empresa sediada na Dinamarca, é o produtor de metade da insulina usada a nível mundial. A Novo Nordisk emprega mais de 42 mil pessoas em 79 países e comercializa os seus produtos em mais de 180 países. Para obter mais informações, aceda a novonordisk.com, Facebook, Twitter, LinkedIn, YouTube. Kelly SilvaKelly.Silva@hkstrategies.com

Sede da Nestlé Portugal passa a ser um espaço Dog Friendly durante todo o ano

Após 9 edições da PetWeek, a partir desta semana todos os colaboradores da sede Nestlé Portugal terão oportunidade de levar os seus cães para o local de trabalho todos os dias durante todo o ano; Para assinalar esta etapa, que vai de encontro à filosofia Purina – Juntos, donos e animais, estamos melhor - a Nestlé realizará algumas iniciativas nas quais contará com a presença de algumas figuras públicas – Vintém, Isaac Alfaiate e Pedro Fernandes – que se identificam com os valores da marca. A Purina acredita que a vida é melhor com os pets e que as pessoas e os animais de companhia estão melhor juntos. Neste contexto, o local de trabalho não é exceção. Assim, a partir desta semana todos os cães (previamente certificados) podem passar a ir para o escritório no edifício sede da Nestlé Portugal, com os seus donos, todos os dias e a qualquer hora. Recorde-se que já há 9 anos consecutivos que Purina realizava a PetWeek - um evento que desafiava os colaboradores a levar os animais de companhia para o local de trabalho durante uma semana - e que há mais de 2 anos que os colaboradores Purina podiam levar, sempre que assim o desejassem, os seus cães para o local de trabalho. Esta decisão de alargar este benefício a todos os cerca de 800 colaboradores que trabalham no edifício sede Nestlé, significa assim o culminar de um percurso realizado no sentido de integrar e compreender o papel dos pets na sociedade!   Para João Castanheira, responsável da Nestlé Purina em Portugal ‘acreditamos que pets e donos estão melhores juntos e há estudos que comprovam que ter a companhia dos pets no local de trabalho reduz o stress, promove a sociabilidade e sem dúvida que aumenta a produtividade e criatividade dos seus donos. Por isso estamos muito contentes com o passo que estamos hoje a dar, convictos que será uma mais-valia para as pessoas, pets mas também para a Nestlé Portugal.’ Aproveitando o facto de o dia 22 de junho ser o dia do ‘take your dog to work day’, Purina irá proporcionar alguns momentos divertidos aos donos e pets presentes, que passarão pela realização de um Pet Challenge - um divertido percurso de obstáculos onde cães e donos podem demonstrar as suas habilidades –, uma fotografia solidária e o corte do bolo Pets@Work, como uma forma de realizar uma espécie de welcome a esta nova etapa! Estes momentos contarão com a presença de alguns dos embaixadores da marca PRO PLAN: Vintém, Isaac Alfaiate e o apresentador e locutor Pedro Fernandes.A Nestlé reforça assim a sua missão de proporcionar melhores momentos para donos e animais de estimação, e com isso melhorar a produtividade e qualidade de vida de todos os seus colaboradores. Lift ConsultingMaria Caetanomaria.caetano@lift.com.pt

53.000 painéis para captar o sol

/          Uma das maiores unidades fotovoltaicas do mundo na indústria automóvel situa-se na fábrica da SEAT em Martorell /          Com uma área equivalente a 40 campos de futebol, os seus 53.000 painéis poupam anualmente cerca de 4.000 toneladas de CO2 /          São gerados mais de 17 milhões de kWh por ano, energia suficiente para carregar diariamente 3.000 telemóveis ou abastecer uma povoação de 15.000 habitantes 903 minutos de sol. Esta é a luz que terá o dia mais longo do hemisfério norte do nosso planeta. A 21 de junho tem lugar o solstício de verão, um fenómeno que marca o início dos três meses do ano com mais horas de claridade e de calor. Espanha e a zona meridional europeia usufruem entre 2.500 e 3.000 horas de sol anuais, uma fonte de energia que a SEAT recolhe graças a uma das maiores unidades fotovoltaicas da indústria automóvel: - Uma unidade fotovoltaica com 276.000 metros quadrados: com uma área equivalente a 40 campos de futebol, a companhia inaugurou, em 2013, um total de 6 unidades fotovoltaicas com mais de 53.000 painéis solares. Colocado nos telhados da fábrica e da unidade de preparação de veículos prontos, o conjunto de painéis gerou mais de 112 milhões de kWh desde o arranque da produção elétrica. - Energia para carregar 3.000 telemóveis por dia durante um ano:  nesta unidade fotovoltaica geram-se mais de 17 milhões de kWh anuais, quantidade suficiente para abastecer as necessidades de uma povoação de 15.000 habitantes ou carregar 3.000 telemóveis por dia durante um ano. A corrente gerada é reutilizada na fábrica e cobre 6% do total de energia necessária a Martorell. Portanto, esta quantidade de energia permitiu produzir 67.000 automóveis desde o início de funcionamento da instalação. - Supervisão com imagem aérea: um drone contribui parcialmente para a manutenção da instalação. Uma vez por mês, sobrevoa a instalação equipado com um sensor visual e uma câmara termográfica para realizar a análise às placas e verificar o seu funcionamento. No total, fazem-se 16 voos, a 35 metros de altura, para completar esta inspeção. - Um benefício para o meio ambiente: esta instalação também contribui para um ar mais limpo já que anula cerca de 4.000 toneladas de CO2 por ano. Uma redução equivalente à que conseguiriam cinco Central Park juntos, um pulmão verde de 17 quilómetros quadrados, a cada ano. O objetivo da empresa para 2025 é o de reduzir para metade, entre outros, o gasto de água, das emissões de CO2 e dos resíduos gerados face a 2010. SEAT é a única companhia no seu setor com capacidade total para desenhar, desenvolver, fabricar e comercializar automóveis em Espanha. Membro do Grupo Volkswagen, a multinacional tem a sua sede em Martorell, Barcelona, exportando 80% dos seus veículos, estando presente em mais de 80 países. Em 2017, a SEAT obteve 281 milhões de euros de lucros depois de impostos e vendeu perto de 470.000 veículos. O Grupo SEAT emprega 14.700 profissionais nos seus três centros de produção: Barcelona, El Prat de Llobregat e Martorell, onde fabrica o Ibiza, Leon e Arona. Adicionalmente, a companhia produz o modelo Ateca e o Toledo na República Checa, o Alhambra em Portugal e o Mii na Eslováquia. A multinacional espanhola tem um Centro Técnico que se configura um “núcleo de conhecimento” que integra cerca de 1.000 engenheiros que têm como objetivo impulsionarem a inovação do maior investidor industrial I&D em Espanha. A SEAT disponibiliza a mais recente tecnologia de conetividade na sua gama de veículos e está empenhada num processo de digitalização global da empresa para impulsionar a mobilidade do futuro. SEAT PortugalT  / +351 21 891 89 32 press@seatportugal.pt Edif. Expo 98, Av D.João II Lote 1.07.2.1 – R/C 1998-014 Lisboa www.seat.pt